Estado perde milhões com burlas na Segurança Social. Há três esquemas principais

Estado perde milhões com burlas na Segurança Social. Há três esquemas principais

De empresas-fantasma, atestados médicos falsos ou salários inflacionados, há vários esquemas usados para enganar o Estado e burlar a Segurança Social. O Estado é lesado em milhões de euros todos os anos com burlas na Segurança Social (SS). De acordo com o Expresso, há três esquemas principais usados para enganar o Estado — criar empresas-fantasma, usar atestados falsos, ou inflacionar os salários. Uma das situações mais comuns é declarar retroativamente que as empresas-fantasma pagaram ordenados a funcionários que agora tinham de ser despedidos, ficar de baixa ou pedir licença de maternidade. Em alguns casos, as empresas acabaram de abrir e