Ucrânia terá tentado coagir jornalista dinamarquesa a fazer propaganda

Ucrânia terá tentado coagir jornalista dinamarquesa a fazer propaganda

O Serviço de Segurança da Ucrânia (SSU), a agência de inteligência do país, terá tentado coagir uma jornalista dinamarquesa a trabalhar como sua propagandista. Matilde Kimer é o rosto da Dinamarca na reportagem jornalística dos acontecimentos da guerra na Ucrânia. Kimer trabalha para a televisão dinamarquesa DR na linha da frente do conflito desde o início da agressão russa, em 2014. A jornalista dinamarquesa revelou agora que, na semana passada, o SSU cancelou o seu visto de trabalho no país e informou-a que só o devolveria se ela concordasse em deixar a agência de espionagem gerir o seu trabalho. A