• Samsung dá por terminada a vida útil dos smartphones Galaxy S8

    4 Maio 2021 Acabaram as atualizações oficiais do sistema operativo Android para o smartphone Samsung Galaxy S8 apresentado em abril de 2017 e disponibilizado no mercado em abril do mesmo ano. Também deixará de receber atualizações de segurança periódicas ( patches ). Quatro anos após ser revelado, o Samsung Galaxy S8 chega ao fim da sua vida útil aos olhos da fabricante. Este é um dos smartphones mais importantes da história da Samsung, marcando profundamente o seu curso de ação, filosofia de design e abordagem ao mercado. Os excelentes Galaxy S8 deixam de receber atualizações da Samsung O Galaxy S8 chegou em dois tamanhos, além da versão padrão tivemos também o modelo Plus de maiores dimensões. Foi também o primeiro smartphone Samsung a adotar o formato geral que viria a definir esta gama de smartphones de topo até aos Galaxy S20. Assim, é com a devida reverência que damos conta do término do suporte oficial não só para o Galaxy S8, como também o Galaxy S8+, deixando ambos de receber mais atualizações da própria Samsung. Há, contudo, soluções de terceiros que poderão ser exploradas. Nomeadamente, o projeto LineageOS continua a suportar ambos os telefones, desenvolvendo versões específicas para cada um destes modelos. Para os utilizadores que queiram continuar a desfrutar de atualizações de software esta é uma das melhores opções a seguir. Foi um dos modelos com suporte alargado pela Samsung Samsung Galaxy S8/S8+ | Review/Análise Ainda que o recente desenvolvimento não seja propriamente positivo, não foi de todo uma surpresa. Note-se que, por norma, os smartphones têm direito a duas grandes atualizações do sistema operativo - correspondendo a cerca de dois anos de suporte. No que lhe concerne, o Galaxy S8 recebeu um total de quatro anos de atualizações, ainda que durante o último ano se tenha ficado pelas atualizações de segurança, os patches com correções. Foi, portanto, uma exceção à regra dos dois anos de atualizações. Para ambos os Galaxy S8 e Galaxy S8+ a última atualização chega na forma do patch de abril de 2021 com as respetivas correções de segurança para o sistema. Um bom indicador no seio da Samsung O suporte alargado a que teve direito começa a fazer-se sentir em modelos mais recentes da fabricante líder de mercado, algo extremamente positivo. Note-se que tal benesse acaba por prolongar a vida útil dos nossos smartphones e, subsidiara mente, proteger o nosso investimento e segurança de utilização. Não há dúvidas neste campo. A Samsung é uma das fabricantes que mais esforços tem encetado no sentido de prolongar o suporte e fornecimento de atualizações para os seus equipamentos, colmatando uma das suas falhas no passado. Há, por fim, uma nota a ser feita aos modelos Galaxy S8 Lite e Galaxy S8 Active que continuarão a receber atualizações de segurança. Mais ainda, esperamos que este bom exemplo seja "o novo normal" para a marca líder de mercado. O consumidor é o mais beneficiado com uma fabricante que entrega um suporte de software tão alargado face ao padrão médio neste mercado. Editores 4gnews recomendam: Amazon Prime tem excelente novidade já disponível para Portugal Facebook insinua que as suas aplicações podem passar a ser pagas WhatsApp prepara função extremamente útil para os clips de áudio 4gnews »

  • Samsung Galaxy Z Fold 3 pode ter super poderes contra riscos

    2 Maio 2021 >O Samsung Galaxy Fold original abriu um perigoso precedente porque o ecrã podia ser facilmente danificado. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Samsung Galaxy S21 FE confirmado acidentalmente pela própria marca

    30 Abril 2021 Após o sucesso que o Samsung Galaxy S20 FE gerou no final no ano passado, não podemos criticar a empresa por querer conceber um sucessor para o mesmo. Assim sendo, este ano teremos o Galaxy S21 FE. Se ainda dúvidas houvesse sobre a existência deste equipamento, a Samsung acabou com elas. Foi através de um dos seus sites oficiais que recebemos a confirmação da existência do Samsung Galaxy S21 FE. Samsung México confirma o Galaxy S21 FE Foi na filial mexicana da tecnológica chinesa que se deu a inusitada confirmação da existência do Samsung Galaxy S21 FE. Especulou-se que tivesse sido apenas um erro de digitação, porém, a ligação direcionava o consumidor para uma página dedicada ao produto. Isto poderá ter sido consequência do início da preparação do material de promoção ao próximo topo de gama acessível da marca. Os seus colaboradores estarão já a preparar a página oficial do Galaxy S21 FE e por um erro ou descuido deixaram-na escapar para o público. Este descuido potenciou ainda a confirmação do design do equipamento. Tal como se previa, este será pouco diferente do Galaxy S21, apresentado em janeiro deste ano. Galaxy S21 FE será uma versão mais acessível do Galaxy S21 Daquilo que se sabe já sobre o Samsung Galaxy S21 FE, este seguirá a ideologia do modelo que o antecedeu. Ou seja, um topo de gama com ligeiros sacrifícios que potenciarão um preço mais acessível. Com a expectativa da utilização do Snapdragon 888 como processador no Galaxy S21 FE, os compromissos podem concretizar-se na câmara. Aí, a sul-coreana deverá utilizar um conjunto inferior aos modelos do início do ano para conseguir reduzir o preço do equipamento. Olhando para o que é o Galaxy S21, complica-se a tarefa de tentar adivinhar aonde irá a Samsung cortar neste modelo FE. Sendo já o primeiro construído em plástico e possui um ecrã plano, veremos quais serão as principais diferenças entre ambos os produtos. Editores 4gnews recomendam: Este é o custo de produção dos smartphones Samsung Galaxy S21 Samsung apresenta gama de portáteis Galaxy Book com ecrãs AMOLED Samsung Galaxy Z Fold Tab: será este o aspeto do tablet dobrável para a Europa? 4gnews »

  • Lenovo Yoga Tablet pode ser transformado em ecrã portátil

    30 Abril 2021 >Muitos fabricantes de smartphones começaram a investir no mercado de tablets, a Lenovo no ano passado foi a primeira a lançar um pequeno novo tablet Pad Pro. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Xiaomi alia-se à Samsung para desenvolver este componente crucial

    29 Abril 2021 O novo SoC ( system on chip ) deve integrar novos núcleos Cortex-X2 da ARM, bem como uma nova gráfica Mali. Estes são os principais vetores de inovação que podemos esperar do próximo processador desenvolvido pela Xiaomi com o auxílio da Samsung. Famosa pelos seus processadores Exynos, a sul-coreana Samsung é uma das fabricantes com mais experiência no desenvolvimento e produção de processadores. Desse modo, é natural que a Xiaomi, como marca menos experiente, recorra ao know-how alheio. Xiaomi terá recorrido ao know-how da Samsung A tecnológica sul-coreana é famosa pelos seus processadores Exynos. Tal como apontavam as fugas de informação nos últimos meses, a Xiaomi está efetivamente empenhada em desenvolver mais chips, semicondutores e processadores para os seus produtos. Componentes que poderá implementar no seu vasto e crescente ecossistema. Os novos relatos sugerem que ambas as empresas estão a trabalhar no sentido de desenvolver um novo SoC. Mais concretamente, um processador para smartphones e outros dispositivos móveis, integrando já a mais recente tecnologia Cortex da ARM. Inicialmente avançado pela publicação NotebookCheck, o relato sugere que ambas as empresas já efetuaram pelo menos cinco reuniões estratégicas. Durante estes encontrolos já terão sido decididos algumas aspetos sobre o modelo de processador a desenvolver. Mais ainda, o chipset em questão será baseado nos novos núcleos Cortex X2 da ARM. Note-se, contudo, que este padrão não foi sequer anunciado pela ARM, mas não seria a primeira vez que uma grande fabricante tem conhecimento prévio de tais desenvolvimentos. Ambas as empresas preparam-se para o próximo "salto" nos chipsets Gerücht: Xiaomi und Samsung planen "Xiaomi Silicon" auf ARM Cortex X2-Basis https://t.co/oEZ83glDGu #notebookcheck #news #tech — Notebookcheck (@notebookcheck) 27 de abril de 2021 A parceria pode colocar não só a Samsung como também a Xiaomi com posições reforçadas no mercado mobile. Ao serem das primeiras a oferecer aos consumidores smartphones e demais produtos com uma próxima geração de processadores, a vantagem estratégica é óbvia. Note-se também que, para a Samsung, a parceria também seria financeiramente proveitosa. Para a Xiaomi a parceria traria não só o know-how que futuramente pode ser aplicado a diversas frentes, como também ajudaria a fabricante a oferecer algo de novo aos consumidores. Em síntese, tudo indica que esta é uma parceria proveitosa para ambas as partes. Vale ainda referir que a Samsung usará este padrão da ARM nos seus próprios processadores Exynos. Como tal, ambas as fabricantes ficariam preparadas para lançar os seus futuros processadores com base nas novas tecnologias da ARM. As novidades, contudo, não se ficam por aqui. De acordo com o relato, o novo processador Xiaomi também tirará proveito do trabalho realizado pela Samsung e AMD. Ambas as empresas têm vindo a colaborar e a desenvolver novos sistemas gráficos. Tal como a Apple e Samsung, também a Xiaomi e Google devem criar os próprios chipsets Para a Xiaomi também este know-how tem valor, podendo traduzir-se na chegada do seu próximo SoC com uma gráfica (GPU) Mali da ARM integrada. Por outras palavras, tal como a Apple tem os seus M1 e a Samsung os seus Exynos, também a Xiaomi pode seguir esta via. Por fim, damos conta de planos similares no seio da Google que também estará a desenvolver o seu próprio processador. Apelidado internamente de "Whitechapel", pode vir a ser utilizado no futuro smartphone Google Pixel 6 a chegar no fim de 2021. Para já, contudo, as informações sobre estas temáticas são difusas com todas as empresas a querer guardar bem este trunfo estratégico. Não obstante, consideramos como bastante provável que tanto a Xiaomi como a Google sigam efetivamente este curso de ação. Editores 4gnews recomendam: Spotify aumenta subscritores premium, mesmo com subida de preços Telegram receberá novidade que a permitirá rivalizar com o Zoom Xiaomi com melhor resultado de sempre já “bate à porta” da Apple 4gnews »

  • Xiaomi com melhor resultado de sempre já “bate à porta” da Apple

    29 Abril 2021 Já era sabido que o primeiro trimestre de 2021 foi de ouro para a Xiaomi. A fabricante chinesa assegurou a terceira posição do mercado de smartphones a nível mundial, ficando cada vez mais perto da segunda classificada Apple. Os analistas da Canalys revelaram agora o seu relatório de mercado global de smartphones para o primeiro trimestre de 2021. E os resultados são muito animadores para a Xiaomi, que já "morde os calcanhares" à empresa da maçã trincada. Como se pode ver pelos dados abaixo, a Xiaomi teve o seu melhor trimestre de sempre. Tal vigorou num crescimento de 62% face ao período homólogo de 2020, que resulta agora numa quota de mercado de 14%. Vendas de smartphones e quota de mercado global no primeiro trimestre de 2021 e comparação com o período homólogo. Crédito: Canalys A Xiaomi terá conseguido estes valores, graças a envios na ordem dos 49 milhões de unidades. A fabricante ficou bem perto da Apple, que registou 52,4 milhões de envios, que resultam em 15% de quota de mercado. Existe grande expectativa para perceber se no próximo trimestre a Xiaomi vai conseguir ultrapassar a Apple. E dado que lançou recentemente vários terminais com preço-qualidade para o mercado, não seria de espantar que tal acontecesse. Embora seja de registar o crescimento de marcas como a Oppo ou a Vivo. A primeira destas já com presença global firmada. Sem surpresas, é a Samsung que se mantém par como líder de mercado global de smartphones. A fabricante sul-coreana registou neste primeiro trimestre uma quota de mercado de 22%, crescendo 28% face ao ano passado. Só neste período terá expedido qualquer coisa como 76,5 milhões de smartphones. Vê o relatório completo da Canalys Editores 4gnews recomendam: Asus ROG Phone 5 Review: um smartphone gaming que pode ser para muitos Xiaomi Black Shark 4 já está disponível na Europa com envios para Portugal Xiaomi Redmi K40 Gaming Edition é oficial com preço incrível! 4gnews »

  • Samsung mostra argumentos de peso com o seu novo Galaxy Book

    28 Abril 2021 >Ao longo do ano passado, os PCs tornaram-se uma verdadeira tábua de salvação para a sociedade seja para utilização pessoal como profissional - o Galaxy Book oferece a máxima conveniência em movimento e adapta-se às atividades do dia-a-dia dos utilizadores, quando e onde eles desejam. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Redação Android Geek »

  • Samsung apresenta gama de portáteis Galaxy Book com ecrãs AMOLED

    28 Abril 2021 O terceiro evento Unpacked do ano aconteceu hoje e, desta feita, o foco foi o departamento de informática da Samsung. Assim sendo, a sul-coreana desvendou hoje quatro novos portáteis que integram a linha Galaxy Book. Com esta panóplia de ofertas, a Samsung tenta cobrir as necessidades de vários utilizadores. Temos portáteis conhecidos para a portabilidade, para os que desejam desempenho mais que transporte e ainda os que querem apenas algo simples e funcional. Samsung Galaxy Book Pro e Por 360 são as estrelas desta nova gama Ambos os modelos destacam-se sobretudo pelos seus ecrãs, agora com tecnologia AMOLED: Foram reveladas variantes com 13,3" polegadas ou 15,6" polegadas com resolução Full-HD 1080p. Galaxy Book Pro: Official Unboxing | Samsung O Samsung Galaxy Book Pro aponta para aqueles que querem um portátil com portabilidade. Pesa menos de 1 Kg (o modelo maior supera ligeiramente essa marca) e têm uma espessura bastante reduzida. Internamente, olhamos para um portátil que nos chega com processadores Intel de 11ª geração. O utilizador pode escolher entre as versões i3, i5 ou i7, que serão acompanhadas de 8GB, 16GB ou 32GB de memória RAM LPDDR4X. Já o armazenamento pode chegar a 1TB de NVMe SSD. As três variantes serão comercializadas com gráficas Iris Xe integradas, porém, os modelos I5 e i7 têm a opção de uma GPU dedicada GeForce MX450. Esta será a opção mais vantajosa para os que pretendem um produto com maiores capacidades gráficas. Importa ainda mencionar que o Samsung Galaxy Book Pro conta com uma versão com conectividade 4G LTE, ideal para quem quiser estar ligado em qualquer local. Se isso não é prioridade, haverá a possibilidade de optar pela versão com Wi-FI 6E. Observando o Samsung Galaxy Book Pro 360, temos um produto convertível, que tanto pode ser um portátil como um tablet. Para isso contribuirá a sua dobradiça que o permitirá rodar até um ângulo de 360º. Galaxy Book Pro 360: Official Unboxing | Samsung Isso significa ainda que este modelo vem com um ecrã sensível ao toque e ainda com suporte para a S Pen. Dispondo das mesmas configurações que o modelo acima, são estes parâmetros que destacam, em grande parte, este modelo do seu irmão. Ainda assim, o Galaxy Book Pro 360 beneficia da opção pela conectividade 5G que o outro modelo não proporciona. Será ainda mais rápido para uma ligação à internet fora de casa, desde que haja cobertura para esse padrão de redes. Para os dois modelos haverão duas baterias consoante a dimensão de ecrã escolhida. O modelo menor vem equipado com uma célula de 63Wh, ao passo que o modelo maior tem 65Wh. Ambos serão carregados via USB-C a 65W. O Samsung Galaxy Book Pro será comercializado por valores que começam nos €1100 para o modelo de 13,3" polegadas com conectividade LTE. podendo chegar aos €1799 na versão 15,6" com processador i7 e 1TB de memória interna. Já o Samsung Galaxy Book Pro 360 começa nos €1199, podendo a sua configuração máxima acarretar uma etiqueta de €1599. Samsung Galaxy Book Odyssey é o mais poderoso da família Se é de poder que procuras no teu próximo portátil, então este Galaxy Book Odyssey será a melhor opção dentro desta gama. Este modelo sacrifica um pouco a sua portabilidade e elegância para nos proporcionar maior desempenho. Este modelo chega com um ecrã de 15,6" polegadas, tecnologia LCD e resolução Full-HD 1080p. Conta com 8GB, 16GB ou 32GB de memória RAM LPDDR4X e até 1TB de armazenamento SSD. A nível de processamento, temos processadores Intel i5 ou i7 de 11ª geração. O desempenho gráfico fica ao encargo de uma gráfica GeForce RTX 3050 Ti Max-Q ou 3050 Max-Q. Este modelo não oferece conectividade LTE, estando limitado ao Wi-Fi ou Ethernet graças a uma porta RJ45 integrada. Para suportar tudo, marcará presença uma bateria de 83Wh com carregamento a 135W via USB-C. Em conversão direta, este Samsung Galaxy Book Odyssey foi anunciado por valor de €1156. No entanto, é possível que esta preço venha a subir caso seja vendido oficialmente na Europa. Samsung Galaxy Book é o modelo mais simples desta gama Para fechar aquilo que a Samsung apresentou hoje, temos o Galaxy Book. Este é o modelo de entrada desta família, o mais simplista e que se dirige aos utilizadores que desejam um portátil básico. Com efeito, o Samsung Galaxy Book chega com um ecrã LCD de 15,6" polegadas e resolução Full-HD 1080p. A sua memória RAM oscila apenas entre os 4GB e os 16GB, assim como o seu armazenamento interno fixa-se num máximo de 512GB. Não obstante, este Galaxy Book vem com os mesmo processadores Intel de 11ª geração do Galaxy Book Pro. Para quem quiser poupar ainda mais no valor do portátil, existe opção de escolha por um processador Pentium Gold ou Celeron. Embora seja catalogado como o mais básico desta família, o Samsung Galaxy Book oferece conectividade LTE, bem como a tradicional ligação Wi-Fi 6. A sua bateria será de 54Wh, carregada por USB-C a 65W. Este modelo será comercializado a partir dos €680 na sua versão Core i3, podendo ascender aos €1150 com i7 e LTE. Importa notar, para os quatro modelos hoje revelados, que ainda não sabemos se chegarão oficialmente a Portugal. Editores 4gnews recomendam: Samsung Galaxy S22 Ultra trará um novo marco aos topos de gama da marca Samsung Galaxy Z Fold Tab: será este o aspeto do tablet dobrável para a Europa? Mensagens da Google recebe atenção especial nos Samsung Galaxy S21 4gnews »

  • Samsung Galaxy Z Fold Tab: será este o aspeto do tablet dobrável para a Europa?

    28 Abril 2021 A Samsung é a atual líder do mercado de smartphones, tendo nos telefones dobráveis uma das suas prioridades e pontos de destaque face às rivais como a Apple, Xiaomi e OPPO. Agora, ficamos a saber que pelo menos um tablet dobrável pode estar a ser preparado pela tecnológica sul-coreana. Em causa está o registo da marca "Z Fold" da Samsung na Europa, adquirindo também no nosso continente a proteção legal conferida pela EUIPO. Mais ainda, na patente a Samsung quer precaver a sua posição não só no segmento dos smartphones, mas também nos tablets! A Samsung protegeu a sua linha "Z Fold" também na Europa Excerto da página de registo da patente submetida pela Samsung na EUIPO. Segundo a investigação efetuada pela publicação LetsGoDigital, sempre atente à submissão e registo de novas patentes pelas principais tecnológicas, a Samsung quer precaver a sua linha "Z Fold" e a sua propriedade intelectual também na Europa. Ainda que de momento seja apenas um produto hipotético, certo é que ao abrigo da nova patente submetida a tecnológica pode colocar no mercado um Galaxy Z Fold Tab. No entanto, tudo o que temos de momento são representações digitais do produto. Com efeito, as imagens que ilustram este artigo mostram-nos como seria um tablet com estas caraterísticas. Isto é, um dispositivo dobrável de grandes dimensões, necessariamente focado na portabilidade, bem como na produtividade a retirar do grande ecrã. Este é o possível aspeto do tablet dobrável da Samsung Representação artística digital (render) do possível tablet dobrável. Crédito: LetsGoDigital Estamos perante um formato de dobra / implementação similar a um flyer, os folhetos informativos. Neste caso, o hipotético Samsung Galaxy Z Fold Tab dobraria (e desdobraria) em três porções principais assentes numa estrutura dúctil, reforçada com metal. Os dobráveis são, como temos vindo a noticiar, um dos maiores vetores de aposta da Samsung. Com efeito, é aqui que a tecnológica tem depositado as maiores esperanças (e investimento) para se poder diferenciar neste maduro mercado de dispositivos móveis. Desse modo, não se afigura de todo improvável que tal dispositivo esteja pelo menos a ser estudado. Entretanto, também se encontra legalmente acautelado com a nova patente da fabricante, na Europa e no resto do mundo. De momento mais não é que um produto hipotético Representação artística digital (render) do possível tablet dobrável. Crédito: LetsGoDigital A grande área de ecrã torná-lo-ia numa tela irresistível para as S-Pen da Samsung nas suas mais variadas iterações. Claro, para já é apenas um conceito, uma representação imagética daquilo que pode vir a ser desenvolvido, a seu tempo, pela marca líder. Por outro lado, o mercado dos tablets é, em si, uma gota de água no universo das vendas das maiores fabricantes. Aliás, para além da Apple, pouca ou nenhuma outra fabricante retirará proveitos significativos deste mercado tépido. Atente-se nos dados da agência IDC relativamente ao mercado dos tablets. Aí, vemos a Apple confortavelmente em primeiro lugar, com a Samsung em segundo e, em terceiro lugar, a chinesa Lenovo. Vemos ainda que o formato preferencial para computação pessoal repousa nos portáteis (notebook). O tablet (com capa / teclado associado) ocupa uma modesta segunda posição, ao passo que os híbridos (detachable tablet) ocupam a terceira posição. Existirá procura para um tablet dobrável da Samsung? O formato mais usado para computação pessoal. Crédito: IDC A primeira resposta seria um rotundo não. Há longos anos que um tablet Android não faz vibrar o mercado. A exceção, novamente, são os iPad que já ousam pisar a linha com os chips M1, os mesmos que encontramos na nova estação de trabalho iMac. Por outro lado, a Samsung tem já um sólido e reconhecido ecossistema de produtos. E, quem melhor que a marca que nos trouxe os Galaxy Fold e Flip para criar um tablet dobrável? A grande lousa digital que permita ser dobrada e transportada, quiçá, no bolso. São conjeturas atrás de conjeturas, mas certo é que há uma tutela legal para este conceito. Pertence à Samsung e a ela caberá a decisão de o explorar comercialmente ou não. O registo da patente no European Union Intellectual Property Office (EUIPO) acalenta esta possibilidade. Poderemos ter um tablet dobrável de 10 polegadas? E será a sua apresentação no primeiro trimestre de 2022? Certo é que, também na Europa, a marca Samsung Z Fold está reservada tanto para smartphones como para tablets. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi Mi Band 6: smartband está disponível para compra em Portugal Spotify invadirá o feed do Facebook com miniplayer para música e podcasts Harmony OS 2.0: este é o primeiro smartphone Huawei a abandonar o Android 4gnews »