Nasceu a “mulher perfeita”. O pai é um programador entediado, a mãe o ChatGPT

Nasceu a “mulher perfeita”. O pai é um programador entediado, a mãe o ChatGPT

Programador acabou por terminar a relação, depois de a sua namorada (verdadeira) o alertar para o nível de obsessão em relação à mulher digital. Será o sonho de muitos, mas ao alcance de poucos: poder criar, detalhe a detalhe, o seu parceiro romântico, de forma a que este seja totalmente do seu agrado e se possa evitar as famosas diferenças irreconciliáveis. Foi precisamente o que fez um programador, recorrendo ao ChatGPT e a outros sistemas de machine-learning recentemente disponibilizados, para criar a sua “mulher” virtual. O indivíduo, um programador que se identifica na internet como Bryce e estagiário numa empresa