“Não gritemos mais ‘às armas'”, pediu Dino d’Santiago. Está na hora de mudarmos o hino nacional?

“Não gritemos mais ‘às armas’”, pediu Dino d’Santiago. Está na hora de mudarmos o hino nacional?

O cantor acredita que está na hora de o hino nacional ter um tom “menos bélico”. A proposta divide a sociedade; para uns é uma tentativa de lavar a história, enquanto que outros lembram a mudança dos símbolos das nações é um processo natural. O mote foi dado por Dino d’Santiago, que lançou uma questão à sociedade portuguesa — será que está na hora de mudarmos o nosso hino nacional? Para o cantor, a canção que encapsula Portugal devia ter um tom “menos bélico” e mais “espiritual”, apelando “ao amor”. “Não gritemos mais ‘às armas, às armas’, e não marchemos