Mulheres são maioria na medicina. Mas em 84 anos nenhuma liderou a Ordem dos Médicos

Mulheres são maioria na medicina. Mas em 84 anos nenhuma liderou a Ordem dos Médicos

Sucessor de Miguel Guimarães será escolhido no processo eleitoral que arranca nesta terça-feira. Nunca houve uma mulher bastonária. A Ordem dos Médicos vai ter um novo bastonário. O processo eleitoral começa nesta terça-feira, dia 10, e prolonga-se até ao dia 19 de Janeiro. Mais de 60 mil médicos vão votar para o triénio 2023-2025. Caso não haja maioria na primeira volta, haverá segunda ronda entre os dias 7 e 16 de Fevereiro. A Ordem dos Médicos é a sociedade que regula a profissão, a ética e a deontologia da profissão – tal como acontece na enfermagem, por exemplo. Há seis