Militares russos feridos voltam à guerra sem terem alta médica

Militares russos feridos voltam à guerra sem terem alta médica

Médicos não aprovam regresso dos soldados feridos à linha da frente – mas os soldados vão na mesma. Chegam novos relatos de alegadas violações internas russas, na guerra da Ucrânia. O portal de investigação Agentstvo revela que há diversos soldados feridos que, mesmo sem receberem alta médica, estão a voltar à linha da frente para combater no conflito. Há soldados “devolvidos” para a guerra com membros feridos e com balas nos pulmões. Médicos de duas clínicas, em Donestk e Moscovo, pediram ao Conselho de Direitos Humanos que tentasse perceber porque esses pacientes são enviados para a guerra, em vez de