Homem mudou de género para ficar com a custódia dos filhos

Homem mudou de género para ficar com a custódia dos filhos

Um equatoriano mudou legalmente o seu género para feminino numa tentativa de obter a custódia das duas filhas. Os grupos LGBTQ estão preocupados com os efeitos futuros do uso de uma lei destinada a promover os direitos dos transexuais. René Salinas Ramos, de 47 anos, disse aos meios de comunicação locais que a mudança não estava relacionada com a sua sexualidade ou identidade, mas sim com o sistema jurídico equatoriano, que dá direitos preferíveis às mães quando se trata da custódia dos filhos. “As leis dizem que quem tem o direito é a mulher. A partir deste momento, eu sou