Exército russo vai sofrer “grandes mudanças”

Exército russo vai sofrer “grandes mudanças”

Remodelações na composição e na administração das forças armadas. Decisão no Open da Austrália é “inaceitável”. As forças armadas da Rússia, que na guerra da Ucrânia têm mostrado fragilidades (talvez inesperadas), vão sofrer “grandes mudanças”. A remodelação, que já se previa, começa já neste ano e prolonga-se até 2026. O ministro da Defesa da Rússia explicou que a remodelação vai decorrer, quer na composição, quer na administração do exército. Uma das prioridades será aumentar o número de militares para 1.5 milhões. “Só é possível garantir a segurança militar do Estado e proteger novas entidades e instalações críticas da Federação Russa