Este vai ser o ano das falências. Entre 20% e 30% das empresas não vão resistir

Este vai ser o ano das falências. Entre 20% e 30% das empresas não vão resistir

Com o fim dos apoios estatais durante a pandemia que manteram muitas empresas à tona, antecipa-se que haja uma onda de falências em 2023. Após quatro anos de “anestesia”, devido aos apoios que o Estado deu às empresas como as moratórias dos créditos ou os regimes de lay-off simplificado, o “estado de graça” da economia portuguesa pode ter os dias contados. De acordo com os especialistas ouvidos pelo ECO, o número de empresas que declara a falência deve disparar entre 20% e 30% em 2023. As estimativas da Allianz Trade antecipam uma subida de 20% das insolvências. Os culpados? A