Empresas têm de pagar óculos a quem trabalhe com monitores

Empresas têm de pagar óculos a quem trabalhe com monitores

O Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) decidiu que, se necessário, as empresas têm de pagar óculos ou lentes de contacto aos funcionários que trabalhem com monitores. Em causa está um recurso de um funcionário público romeno que exigia o reembolso dos 530 euros que gastara nuns óculos graduados. O funcionário da Inspeção-Geral da Imigração romena queixou-se de que a sua visão estava a piorar devido ao tempo que passava em frente ao ecrã do computador. O oftalmologista receitou-lhe um novo par de óculos graduados, cujo valor de 530 euros o trabalhador pediu que lhe fosse reembolsado. A Inspeção-Geral da