Covid: condenada médica que falsificou 4 mil relatórios

Covid: condenada médica que falsificou 4 mil relatórios

Quase três anos de prisão para alemã que isentava pessoas da utilização de máscara – mas a maioria nem realizava qualquer exame. Mais de 100 pessoas queriam a libertação da médica, mas a Justiça decidiu o contrário. Nesta segunda-feira uma médica alemã foi condenada a dois anos e nove meses de prisão. Motivo? Emitiu relatórios falsos sobre a isenção de utilização de máscara, por causa da COVID-19. Ao todo, 4.374 pessoas tiveram direito a relatório para não utilizarem máscara – mas a maioria não realizou qualquer exame. A médica fica também sem poder exercer medicina durante os próximos três anos.