Como aquecer a casa sem fazer arder a carteira

Como aquecer a casa sem fazer arder a carteira

Como aquecer a casa sem fazer arder a carteira?

Numa altura em que se fala muito do aumento do custo da energia e da necessidade de pouparmos energia, torna-se imperativo adotar algumas medidas para aquecer a casa sem fazer arder a tua carteira e o meio ambiente.

Nesse sentido, apresentamos-te oito sugestões do que podes fazer para que o consumo de energia seja menor.

Como estares quente em casa sem fazeres arder a carteira?

O inverno é uma estação marcada pelas temperaturas baixas e que torna as casa mais frias e, consequentemente, põe em causa o nosso bem-estar.

Nesta altura do ano é importante criar condições para que a nossa casa se torne “à prova” do frio e da chuva, sem que isso tenha um peso nas contas ao final do mês.

Mas vamos ser práticos e passar ao que realmente importa.

Como aquecer a casa sem arder a carteira em oito passos

1 Tipo de aquecimento mais apropriado

Evita aquecedores de parafina, uma vez que são muito poluentes. Evita aquecedores e convetores elétricos, porque consomem muito. E deves evitar, ainda, radiadores a óleo, que além de gastarem muita energia, são inflamáveis e difíceis de transportar de uma sala para a outra.

Podes optar por modelos de ar condicionado atuais, uma vez que são mais eficientes do que os tradicionais aquecedores e conseguem ter um desempenho até quatro vezes mais eficaz do que essas soluções.

Também podes optar por aquecedores de halogénio. Este tipo de aquecedor é adequado para divisões pequenas.

2 Verificar aparelhos

Deves fazer uma pequena verificação aos teus aquecedores, antes de os ligares. Se forem a gás, deves verificar a pressão na caldeira e, para isso, basta que a ligues apenas alguns minutos. E também deves verificar se os radiadores estão a funcionar perfeitamente.

Se o aquecimento funcionar através de pellets, também é necessário verificar se estão em perfeito estado de conservação, verificando se as saídas de fumo estão desobstruídas, bem como os queimadores e os ventiladores.

No que diz respeito a bombas de calor, não te esqueças de limpar os filtros, o equipamento, e verificar se não existem resíduos que possam alterar o bom funcionamento da unidade exterior.

3 Identificar possíveis fugas entre as portas e janelas

Preocupa-te com o isolamento térmico inspecionando portas e janelas para garantir que todas estão a fechar bem. Basta uma frincha para que se perca ar quente, o que se reflete num maior esforço por parte do aquecedor para aquecer o espaço e, assim, traduz-se num aumento dos custos.

Um bom isolamento combinado com um bom aquecedor resulta num aumento da qualidade do aquecimento habitacional – sem esquecer a poupança de energia que se traduz em redução de custos associados.

4 Efetuar a manutenção dos telhados e paredes exteriores

É muito importante verificares as telhas, placa e paredes que estão expostas ao tempo, de modo a poderes evitar infiltrações em períodos de mau tempo. Deves verificar se as telhas estão bem encaixadas e que a placa, paredes exteriores e telhas não apresentam fissuras.

Também as calhas e ralos devem ser limpos regularmente para permitir o escoamento da água da chuva.

5 Aproveitar a luz solar

Podes usufruir da luz solar em casa durante todo o ano. Para isso, basta abrir as persianas e as cortinas pela manhã e mantê-las assim enquanto houver sol. Só precisas de fechar quando anoitecer para impedir a entrada de frio.

Como aquecer a casa sem fazer arder a carteira?

6 Utilizar tecidos macios e aconchegantes

O objetivo passa por manter a casa quente e confortável quando está frio e existe humidade lá fora. Assim, podes retirar todos os teus cobertores macios e cortinas pesadas dos armários e assim mudas o ambiente de tua casa. Utiliza mantas e lençóis térmicos de forma a preservar o calor e oferecer conforto aos quartos e restantes espaços.

7 Verificar as chaminés

Anualmente, de preferência antes do inverno, deves fazer uma inspeção geral do interior e uma limpeza profunda com produtos de limpeza de chaminés para evitar possíveis incêndios e acidentes.

Se não souberes como fazer isso, podes sempre contactar um profissional que te garanta que a limpeza é feita da melhor forma possível, para evitar dissabores que poderão ter consequências graves como risco de incêndio.

8 Optar por uma decoração diferente de interior

Deves ter em conta o conforto da decoração que escolhes para a tua casa no inverno. Deves escolher mantas, almofadas e tapetes de cores apelativas que remetem para esta altura do ano.

Tons terra, nomeadamente o castanho, laranja, verde escuro, beje e cobre, são sempre uma boa opção.

Também podes trazer a natureza para dentro de casa, uma vez que esta transmite frescura e dá vivacidade. Decora a tua casa com elementos como flores secas, pinhas ou ramos que, de certeza, te vão fazer sentir mais confortável e a aconchegado.

Como aquecer a casa sem fazer arder a carteira?

Agora é a hora de colocares em prática alguma destas medidas, senão todas, para aquecer a casa sem que a tua carteira ganhe asas.