Cirurgiões retiram granada por detonar do peito de soldado ucraniano

Cirurgiões retiram granada por detonar do peito de soldado ucraniano

O soldado de 28 anos tinha uma granada por detonar alojada no peito e está agora a recuperar. A cirurgia contou com a presença de dois soldados que imediatamente neutralizaram a granada mal esta foi retirada do corpo. Um soldado ucraniano foi sujeito a uma cirurgia para a remoção de uma granada por explodir que estava alojada no seu peito. De acordo com fontes governamentais de Kiev, os cirurgiões retiraram a granada que estava presa mesmo por baixo do coração do soldado e dois soldados estavam presentes para garantir que a operação era feita com segurança. Hanna Maliar, número dois