ChatGPT pode ajudar a detectar Alzheimer

ChatGPT pode ajudar a detectar Alzheimer

Um inesperado aliado na eterna luta contra Alzheimer. O já famoso ChatGPT identifica sinais em fase inicial, com 80% de previsão. Num novo estudo, publicado na PLOS Digital Health na última quinta-feira, cientistas apontaram um novo possível aliado na luta contra o Alzheimer: os chatbots, ou mais precisamente o ChatGPT. Conforme sugere o artigo, a ferramenta é capaz de identificar pistas da fala espontânea com 80% de precisão na previsão dos estágios iniciais da demência. A ideia do estudo era entender se os programas de processamento de linguagem natural podem ajudar na previsão precoce do Alzheimer. A pesquisa baseou-se em