Café reduz gravidade do fígado gordo não alcoólico em diabéticos tipo 2

Café reduz gravidade do fígado gordo não alcoólico em diabéticos tipo 2

Um estudo da Universidade de Coimbra revela que a cafeína, os polifenóis e outros produtos naturais encontrados no café podem contribuir para reduzir a gravidade da doença de fígado gordo não alcoólico em pessoas com excesso de peso e diabetes tipo 2. A cafeína, os polifenóis (substâncias com função antioxidante) e outros produtos naturais encontrados no café podem contribuir para reduzir a gravidade da doença de fígado gordo não alcoólico em pessoas com excesso de peso e diabetes tipo 2. A conclusão deste estudo abre caminho para a utilização dos metabolitos do café (como a teofilina) como marcadores não invasivos