Astrónomos usam “mini furacões” para pesar planetas em estrelas jovens

Astrónomos usam “mini furacões” para pesar planetas em estrelas jovens

Pequenos “furacões” que se formam nos discos de gás e poeira em torno de estrelas jovens podem ser usados para estudar certos aspetos da formação planetária, mesmo para planetas mais pequenos que orbitam as suas estrelas a grandes distâncias e estão fora de alcance para a maioria dos telescópios. Investigadores da Universidade de Cambridge e do Instituto de Estudos Avançados desenvolveram uma técnica que utiliza observações destes “furacões” pelo ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimetre Array) para colocar alguns limites à massa e idade dos planetas num sistema estelar jovem. O processo de formação planetária começa em nuvens de gases, poeira e