• Instagram Reels: vê como é o concorrente ao TikTok e que já está disponível

    6 Agosto 2020 A rede social TikTok já acusou o Instagram de Plágio face a nova característica chamada "Instagram Reels". Escusado será dizer quem sendo o Instagram do Facebook, podemos esperar uma cópia quase perfeita. Foi assim com as Stories do Snapchat e muitas outras redes sociais que quiseram criar um impacto mas acabaram copiadas pelas redes sociais do Facebook. As Stories são um exemplo de sucesso. O Instagram é cada vez mais dependente delas. Como funciona o Instagram Reels (Reels) Como usar a Nova Função no Instagram Basicamente temos um autêntico TikTok dentro da aplicação. A grande diferença é que não tens a possibilidade de gravar mais do que 15 segundos. De referir que também podes fazer upload dos teus clips. Ou seja, podes sempre pegar nos vídeos do TikTok e fazer upload no Instagram Reels. Tudo o resto é basciamente o mesmo. Tens uma livraria de música conhecida, tens a possibilidade de aplicar filtros e o típico zoom. Ou seja, funciona tal e qual o TikTok com menos tempo e possibilidade de upload ficheiros. Por fim, os Instagram Reels ficarão dispostos como uma Storie normal. Pelo menos é o que nos parece. Ainda assim, é plenamente plausível que o Instagram crie um espaço só para ela. Tal como tentou com o IGTV. Como aceder ao Instagram Reel Desliza para o lado na aplicação (como quem vai fazer uma Storie) Abaixo do botão de tirar foto verás "REELS" Logo depois é só escolheres a música e dares asas à imaginação Esta nova funcionalidade não chega por acaso. Numa altura onde o TikTok é cada vez mais criticado pelo governo americano, que já referiu que a aplicação tem 45 dias para vender o seu negócio à Microsoft para não ser banida, vemos o Facebook a atacar um mercado que não tinha. Algo típico de Zuckerberg. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi dá início a mais uma vaga de atualizações para a MIUI 12! Vê se o teu está na lista Estes são os smartphones Android mais potentes de julho! Xiaomi volta a não ser Rainha Google prepara o lançamento do seu smartphone dobrável 4gnews »

  • Estados Unidos. Microsoft tem 45 dias para comprar TikTok

    5 Agosto 2020 i Online » Correio da Manhã »

  • "Eles não querem comprar, querem banir o TikTok na mesma", afirma o CEO da ByteDance

    4 Agosto 2020 A saga do conflito do TikTok e os Estados Unidos tem continuado quase diariamente. O mais recente desenvolvimento envolve o CEO da ByteDance, num documento interno, a afirmar que o governo americano,e não pretende comprar o TikTok. Recentemente, Donald Trump fez um ultimato ao TikTok, onde tem 45 dias para fechar um negócio de aquisição com a Microsoft. No entanto, o CEO da ByteDance afirma que a intenção ainda é banir o TikTok por completo, sugerindo que a venda é uma tática de distração. Reuters: BYTEDANCE CEO TELLS EMPLOYEES IN INTERNAL LETTER THAT U.S.'S GOAL WAS NOT TO FORCE A SALE OF TIKTOK U.S. VIA CFIUS BUT RATHER TO BAN THE APP-SOURCE — Vincent Lee (@Rover829) 4 de agosto de 2020 Parece que o intuito aqui é banir o código fonte do TikTok, mas que a Microsoft a compre na mesma. O governo americano pretende ficar com posse do TikTok, devido às alegações de ameaça de segurança nacional. O mais caricato é que caso a Microsoft compre o TikTok, o governo americano vai ter uma "fatia da tarte". "Os Estados Unidos devem recolher uma grande percentagem da venda, porque nós é que tornámos o negócio possível. Mais ninguém pensou nesse negócio senão eu, portanto acredito ser justo", declara o Presidente Trump. Entre acusações de espionagem e utilização de dados abusiva, o TikTok está em maus lençóis. Fora da China, a app está a sofrer escrutínio por parte dos Estados Unidos e também da Índia. Não há como negar que o TikTok é uma app algo suspeita, devido à recolha extrema de dados, ainda maior que o Facebook ou Twitter. Editores 4gnews recomendam: China. Donald Trump obriga a Microsoft a comprar o TikTok! CEO da ByteDance acusado de traição por ponderar vender o TikTok Realme V5 é oficial! Conhece o smartphone que vai fazer tremer a Xiaomi 4gnews »

  • CEO da ByteDance acusado de traição por ponderar vender o TikTok

    3 Agosto 2020 Os últimos dias têm sido atribulados para o TikTok. Donald Trump já emitiu a ordem onde a Microsoft tem 45 dias para comprar a aplicação, tornando-a uma empresa americana. O próprio CEO da ByteDance, Zhang Yiming, publicou uma carta aberta aos empregados, admitindo que a empresa está "entre a espada e a parede". "Estamos a enfrentar a possibilidade forçada de vender o TikTok a uma empresa americana. Ou então que o TikTok seja banido dos Estados Unidos". Entretanto, temos a Microsoft, que já está a falar com oficiais do governo americano para poder comprar o TikTok. Entretanto, os utilizadores chineses não estão satisfeitos. Na rede social chinesa Weibo, há vários utilizadores a responder a uma publicação onde acusam Zhang Yiming de ser um traidor da China, apologista americano, covarde e outros insultos. Um dos comentários mais populares diz "Zhang Yiming costumava elogiar os Estados Unidos por entrarem em debate ao invés da China. No entanto, agora que levámos um estalo na cara, não vai haver debate?" CEO da ByteDance já era mal visto na China Devido às suas publicações a tender para o liberalismo, Zhang Yiming já era acusado de ser um "intelectual público", na China. Este é um termo pejorativo utilizado na sociedade chinesa, que denomina um indivíduo que se rende aos valores ocidentais, tornando-se ignorante. Sabemos como a China é arcaica no tratamento de ideias políticas, principalmente se for democracia ou liberalismo. Assim sendo, esta situação do TikTok só vai agravar a situação política entre a China e os Estados Unidos, continuando o conflito começado pela Huawei. Editores 4gnews recomendam: China. Donald Trump obriga a Microsoft a comprar o TikTok! Realme V5 é oficial! Conhece o smartphone que vai fazer tremer a Xiaomi Huawei Mate 40 Pro: este será o design completo do novo smartphone 4gnews »

  • Microsoft conversa com Trump e admite negociações para comprar o TikTok

    3 Agosto 2020 Se a aquisição falhar, a rede social pode ser banida nos EUA devido às ligações com a China./> Público »

  • China. Donald Trump obriga a Microsoft a comprar o TikTok!

    3 Agosto 2020 Depois de várias ameaças de que ia banir o TikTok nos Estados Unidos, Donald Trump concedeu 45 dias a Satya Nadella — CEO da Microsoft — para conseguir comprar a polémica rede social chinesa. Depois de ter sido banido na Índia, tudo indica que o TikTok poderá estar cada vez mais próximo de se tornar uma aplicação exclusiva do mercado chinês, representando uma ameaça à privacidade de todos os seus utilizadores internacionais. A Microsoft já confirmou oficialmente através de um comunicado publicado hoje que, vão continuar a negociar uma possível aquisição do TikTok, "sugerindo" uma possível participação de outros investidores americanos. De acordo com Donald Trump, a única forma do TikTok se manter ativo nos Estados Unidos é se, a Microsoft comprar a plataforma e garantir que os dados privados dos utilizadores estão seguros e nos Estados Unidos. Microsoft poderá não realizar uma compra total do TikTok Ainda que Donald Trump tenha dado um prazo de 45 dias (até 15 de setembro) para que a Microsoft adquira o TikTok, parece que não exigiu que a empresa compre a totalidade da rede social. De acordo com os dados avançados pelo site TechCrunch, a Microsoft poderá comprar apenas a divisão do TikTok responsável pelas operações nos Estados Unidos, Austrália e a Nova Zelândia. Caso se venha a confirmar estas limitações na aquisição, a ByteDance (empresa chinesa responsável pela plataforma) irá continuar a gerir a rede social em todos os mercados europeus, incluindo Portugal. Certamente que a possibilidade de "atacarem" a divisão responsável pela Índia é muito grande, sendo um mercado que poderia gerar grandes receitas à Microsoft. Imprensa chinesa já respondeu às ameaças dos Estados Unidos Depois de todas as informações publicadas ao longo dos últimos meses sobre o TikTok, não é com grande surpresa que vemos Donald Trump a querer banir a rede social dos Estados Unidos. De facto, não seria de estranhar se todos os países acabassem por seguir as pisadas da Índia, que já baniu o TikTok. No entanto, a imprensa chinesa já respondeu às ameaças de Donald Trump, afirmando que este seria "um ato bárbaro de um governo desonesto". Esta é uma acusação no mínimo caricata, especialmente se considerarmos que na China, todas as redes sociais "não-chinesas" estão banidas. O acesso a plataformas como o Twitter, Facebook ou Instagram é proíbido. Editores 4gnews recomendam: Ganha 84 mil Euros ao descobrires o Puzzle do YouTuber Mr.Beast Telegram "copia" funcionalidade popular do Facebook Messenger! Sabe qual CEO do TikTok acusou o Instagram de plágio! 4gnews »

  • Microsoft interrompe negociações com TikTok após declarações de Donald Trump

    2 Agosto 2020 Presidente norte-americano afirmou que pretendia proibir a aplicação chinesa no país. Correio da Manhã »

  • "Vamos banir o TikTok dos Estados Unidos" declarou Donald Trump!

    1 Agosto 2020 Donald Trump está pronto para banir o TikTok de operar nos Estados Unidos. A Bloomberg avançou que o presidente americano afirmou que está pronto para assinar os documentos necessários para banir a aplicação, seja através de uma ordem executiva ou por emergência. A ameaça de um banimento por completo nos Estados Unidos foi mencionado pela primeira vez no dia 7 de julho. O Secretário de Estados Mike Pompeo declarou que "é algo que estamos a considerar". Contudo, foi sugerido que a TikTok evitasse o seu banimento ao tornar-se uma empresa americana. Dessa hipótese surgiram rumores de que a ByteDance, empresa proprietária do TikTok, estaria a considerar vender a app à Microsoft. No entanto, na sexta-feira passada, Donald Trump negou esses rumores, afirmando que esse negócio não irá acontecer. Sem a hipótese de serem comprados por uma empresa americana, o TikTok está mesmo em risco de ser completamente banido nos Estados Unidos. Teremos então em mãos o banimento de outra marca popular, além da Huawei e ZTE que já foram banidas do território americano. Índia também está a ponderar banir o TikTok Sendo "vizinhos", seria de esperar que a Índia apoiasse o TikTok, independentemente das suas alegadas ligações ao goveno chinês. Contudo, o governo indiano partilha das mesmas preocupações que o governo americano, pois consideram o TikTok uma ameaça à segurança nacional. Recemente, a Índia emitiu uma lista de dezenas de aplicações que consideram nocivas para a segurança nacional da nação, entre elas o TikTok. É provável que nos próximos dias vejamos desenvolvimentos em relação a esta situação, embora pouco positivos para a ByteDance. Editores 4gnews recomendam: Obrigado WhatsApp! Nova solução para te dar silêncio nos grupos mais chatos! Telegram "copia" funcionalidade popular do Facebook Messenger! Sabe qual Apple confirma o atraso no lançamento do iPhone 12! Sabe tudo 4gnews »