• iPhone 12: vídeo revela o carregador sem fios da Apple para o smartphone

    18 Setembro 2020 No início do ano, o conceituado analista Ming Chi-Kuo previu que a Apple lançaria um pequeno carregador sem fios magnético para os iPhone 12. Agora que nos aproximamos do lançamento do smartphone, eis que vemos finalmente esse acessório. Num vídeo enviado à publicação 9to5 Mac, podemos vislumbrar o tal carregador sem fios magnético que a Apple poderá lançar para o iPhone 12. Um acessório que dificilmente virá incluído na caixa do smartphone. Video claims to show Apple magnetic wireless charger prototype. More at @9to5mac pic.twitter.com/BDReuIIW4C — Jordan Kahn (@JordanKahn) 17 de setembro de 2020 Não é certo se aquilo que vemos no vídeo é um protótipo ou uma unidade de desenvolvimento que será disponibilizada aos fabricantes de acessórios para o iPhone 12. Seja com for, confirma-se que este carregador sem fios será bastante pequeno. De acordo com os rumores, a Apple deverá colocar alguns ímans na traseira do iPhone 12. Estes deverão ser sensivelmente da mesma dimensão do acessório que vemos neste vídeo, daí que este seja bem mais reduzido que aquilo que estamos habituados neste tipo de carregadores. Não é por acaso que este pequeno carregador será magnético. Isso fará com que ele se conecte perfeitamente à traseira do iPhone 12 para que o smartphone possa ser carregado em condições. iPhone 12 chegará mais tarde que o habitual Em anos normais, por estes dias já conheceríamos os novos smartphones da Apple. No entanto, 2020 está a ser tudo menos normal e isso fez até com que a Apple adiasse a apresentação e lançamento dos iPhone 12. Ainda que nada seja certo, espera-se que os iPhone 12 sejam apresentados em outubro. Este ano, a Apple deverá lançar quatro modelos, para tentar cobrir um maior leque de utilizadores. Além do iPhone 12, teremos um iPhone 12 Max, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max. Os dois primeiros serão os modelos mais acessíveis, por isso, com pequenos compromissos, ao passo que os restantes serão os verdadeiros topos de gama da empresa. Editores 4gnews recomendam: iPhone 12 Pro Max não consegue conquistar nos primeiros testes ao seu desempenho O teu iPhone ganhará uma nova funcionalidade com o Shazam no iOS 14 iPhone: como alterar o navegador predefinido no iOS 14 4gnews »

  • iPhone: como alterar o navegador predefinido no iOS 14

    18 Setembro 2020 Quem tem um iPhone sabe que sempre teve de 'levar' com o Safari como navegador (browser) predefinido. Embora pudesses ter mais navegadores da tua preferência instalados, era para o Safari que eras reencaminhado sempre que clicavas num link. Com a chegada do iOS 14, é finalmente possível alterar o teu browser predefinido. Mas deves ter em conta que tens de ter a última versão deste instalada, e ainda só alguns são compatíveis. Navegadores que podem ser pré-definidos no iOS 14: Google Chrome DuckDuckGo Microsoft Edge Mozilla Firefox Como alterar o navegador pré-definido no iOS 14: Abre as ‘Definições’ do teu iPhone Desliza até ao navegador pretendido Clica em “Navegador predefinido” e escolhe o desejado iOS 14 - Como alterar o browser predefinido no teu iPhone A partir daqui, podes passar a usar o navegador da tua preferência como predefinido. Mas para já, apenas os quatros referidos acima se atualizaram para que essa opção seja possível. Após ativar a funcionalidade, o navegador predefinido voltou a ser o Safari depois de ter reiniciado o meu iPhone. Isso significa que é uma funcionalidade que ainda não se encontra totalmente polida, e pode não funcionar da melhor forma em alguns equipamentos. Editores 4gnews recomendam: iPhone 12 Pro Max não consegue conquistar nos primeiros testes ao seu desempenho O teu iPhone ganhará uma nova funcionalidade com o Shazam no iOS 14 Apple: iOS 14 chega a todos os equipamentos compatíveis amanhã 4gnews »

  • iPhone 12 com ganhos modestos face ao iPhone 11

    18 Setembro 2020 >/>Resultados de benchmark de um suposto iPhone 12 Pro com A14 revelam melhorias bastante modestas face ao iPhone 11 Pro com o A13.>Segundo resultados no AnTuTu, o novo iPhone 12 da Apple - ainda por apresentar oficialmente - terá apenas ganhos modestos no desempenho face ao modelo anterior. Resultados que estão em linha com o que a Apple referiu a propósito do >novo iPad Air, que estreou o chip A14 de 5nm.Na apresentação do iPad Air a Apple optou por comparar o novo chip A14 com o mais antigo A12 que equipava o anterior iPad Air, e não com o A13, dizendo que era 40% mais rápido. Isso já seria indicador de que a diferença relativamente ao A13 seria de cerca de metade disso, e no caso dos iPhones poderá nem sequer chegar a isso.>/>Nestes >resultados do AnTuTu o (suposto) iPhone 12 obtém uma pontuação apenas 16% superior no CPU e 4% superior no GPU, com a maior melhoria a fazer-se sentir nos testes de memória, com 22%.Há várias formas de interpretar estes resultados: a Apple pode estar a chegar a um patamar em que se torna difícil manter o ritmo de melhorias a que nos habituou nos últimos anos (algo que também se faz sentir nos chips da Qualcomm, Intel, etc.); ou poderá estar apenas a jogar pelo seguro e a gerir o desempenho dando prioridade aos consumos, para que estes iPhones com 5G, mais gastador, consigam manter a autonomia esperada (alguns rumores dizem que a autonomia terá também sido o motivo pelo qual a Apple poderá ter >abdicado dos 120Hz nos iPhone 12).Seja como for, para quem justificar trocar de iPhone por conta do desempenho melhorado, parece que este será um bom ano para saltar a actualização. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • O teu iPhone ganhará uma nova funcionalidade com o Shazam no iOS 14

    18 Setembro 2020 A Apple comprou o Shazam há alguns anos e até ao momento ainda não vimos uma implementação séria no iPhone. Porém, parece que tudo está prestes a mudar em breve. O Shazam é uma aplicação de reconhecimento da música que está a tocar. Criada em 1999 só nos anos 10' é que a empresa começou a ter um sério destaque devido aos smartphones. Isto levou a compra pela Apple em 2017. Implementação do Shazam no iOS 14 do iPhone Na nova versão Beta para desenvolvedores, o iOS 14.2 chegou com uma novidade relevante. Um botão do Shazam para o centro de controlo. Ou seja, no mesmo local onde ligas o Wi-Fi ou aumentas a luminosidade do ecrã. Ainda que já seja possível pedires à Siri para identificar a música que está a tocar ou até teres apps destinadas para tal, esta implementação no iOS 14 dá-nos uma possibilidade de raiz sem ter de fazer muitos deslizes ou cliques. Identificar músicas em Apps Uma das outras vantagens é que a funcionalidade será capaz de identificar músicas que estejam a reproduzir em alguma App. Ou seja, imagina que estás a ver um TikTok ou até um vídeo no YouTube e queres saber qual é a música que está a reproduzir, o processo é o mesmo. Quando chegará a nova funcionalidade do Shazam ao teu iPhone Ainda não é garantido que a funcionalidade chegará nas próximas atualizações. O iOS 14 chegou, finalmente, de forma oficial a muitos utilizadores, e o feedback tem sido positivo. Esta nova funcionalidade está presente na versão 14.2 para desenvolvedores, assim sendo, é possível imaginar que chegue na versão 14.2 na versão pública. Editores 4gnews recomendam: FNAC faz asneira com o preço da PS5 e os utilizadores não perdoaram! iPhone 12 Pro Max não consegue conquistar nos primeiros testes ao seu desempenho Huawei volta a ver luz ao fundo do túnel! AMD pode ser apenas o primeiro passo 4gnews »

  • WhatsApp na Web vai ficar mais seguro e mais prático com a nova funcionalidade

    17 Setembro 2020 O WhatsApp continua a ser uma das mais populares plataformas de mensagens (e não só) para smartphones Android e também iOS, sendo utilizado por largos milhões de utilizadores todos os dias. Além das suas aplicações para Android, iOS e também Windows, podes aceder à tua conta do WhatsApp em qualquer browser através do WhatsApp Web. Esta versão básica do WhatsApp tem apresentado várias melhorias ao longo dos últimos meses, tendo recebido não há muito tempo a implementação do desejado Dark Mode. No entanto, ainda existem várias formas de melhorar a experiência de utilização desta versão Web. Através da análise da mais recente versão beta do WhatsApp para Android, a equipa do WABetaInfo descobrir que se estão a preparar para melhorar a segurança e facilidade de login no WhatsApp Web. Até agora era preciso fazer o reconhecimento de um código QR com o telemóvel, para fazer login na versão Web. Agora, sabemos que brevemente será possível fazer isso utilizando o sensor de impressão digital. Desta forma, toda o procedimento necessário para iniciar uma nova sessão no WhatsApp Web será muito mais seguro, prático e rápido. Ainda não se sabe ao certo como funcionará esta novidade no WhatsApp Na imagem publicada vemos claramente que a aplicação está a requisitar a autenticação com o leitor de impressão digital para confirmar que se trata do utilizador. No entanto, não mostra nenhuma indicação de que se trata realmente da autenticação para a versão Web. Esta informação foi apenas adiantada pela equipa do WEBetaInfo. Ainda assim, mesmo que se venha a confirmar a implementação desta funcionalidade nas condições referidas, não fica claro como é que o browser irá receber e identificar informação do smartphone para que seja feito o login com a impressão digital. Uma possibilidade é através da indicação do número de telefone associado à conta, tornando todo o processo mais rápido. Caso esse seja o caso, em vez de um simples reconhecer do código QR, vais precisar de escrever o teu número de telefone no browser. Editores 4gnews recomendam: YouTube segue as pisadas do Instagram e lança mais um "clone" do TikTok Instagram vai deixar adicionar links às fotos! Mas não vais gostar do que pedem em troca Instagram vai ficando cada vez mais "Facebook". Esta é a prova 4gnews »

  • Apple Watch com carregamento de bateria optimizado no watchOS 7

    17 Setembro 2020 >/>Com o mais recente watchOS 7 o Apple Watch ganha mais inteligência no carregamento das baterias para prolongar a sua longevidade.>Neste mundo de dispositivos móveis, a bateria é um dos componetes críticos que, inevitavelmente, acaba por se degradar e tem que ser substituída. É por isso importante fazer tudo o que é possível para prolongar a sua longevidade, e agora o Apple Watch ganha a capacidade de carregamento mais inteligente que já estava disponível nos iPhones há algum tempo.Em vez do Apple Watch carregar a bateria a 100% e assim permanecer toda a noite - para quem o deixar a carregar durante a noite - com este sistema activado, ele irá fazer o carregamento apenas até aos 80%, e apenas carregar o resto de forma a chegar aos 100% no momento em que habitualmente o tirarmos do carregador (mas se for necessário, podemos desactivar temporariamente a opção, para carregar até 100% nos dias atípicos em que se fuja à rotina).>/>>/>Tal como nos iPhones, também é possível ver o estado de saúde da bateria, que indica o nível de capacidade que mantém face à capacidade que tinha quando era nova.Estes sistemas permitem melhorar a longevidade da bateria, e até seria interessante começar a ver uma opção para limitar a capacidade de carga máxima, tal como acontece nos Tesla. Para os utilizadores cuja autonomia dos smartphones e smartwatch é mais que suficiente para um dia, limitar a carga máxima a 80% de forma permanente poderia prolongar a vida útil dos seus aparelhos, adiando a necessidade de trocar a bateria - especialmente tendo em conta que, tanto nos smartphones como, principalmente, nos smartwatches, esse é um processo cada vez mais complicado. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • O poder do novo iPad Air como ferramenta de teletrabalho

    17 Setembro 2020 O novo chip A14 Bionic aparecerá em futuros Macs? E quanto mais desempenho a Apple pode ajustar com o design de 5 nm? Computerworld »

  • Apple IPhone 12 Pro Max em Benchmark AnTuTu não destaca da versão anterior

    17 Setembro 2020 >Em particular, sobre o processador A14 de 5 nm  que foi lançado no iPad Air 4, e o que todos querem saber é como é o desempenho do A14 no iPhone 12. Hoje, um dispositivo com o número do modelo “iPhone 13,4” apareceu na base de dados de referência do benchmark AnTuTu. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Como mudar o browser e app de email no iOS 14

    17 Setembro 2020 >/>A Apple já >lançou a versão final do iOS 14, e entre as novidades também chega a possibilidade de se definir um browser e app de email diferentes dos que o iOS tem disponibilizado até aqui, o Safari e Mail app.>Sim, a partir de agora e à semelhança do que acontecia no Android, passa a ser possível escolher outras apps para lidarem com as tarefas do browser e email. Nos browsers já podemos usar como browser pré-definido o Chrome, Edge ou DuckDuckGo, nos emails podemos usar o Outlook (o Gmail ainda não permite essa opção, algo que deverá ser adicionado em breve).Para definirmos a app pretendida como default, temos que:ir aos Settingsprocurar pela app (browser ou email)seleccionar a opção Default Browser / Email App.Esta opção só aparecerá se a app já tiver sido actualizada para suportar esta funcionalidade do iOS 14.>/>Já há vários anos que passei a usar a tempo inteiro o Chrome e Gmail no iOS para estas funções, pelo que esta opção vem facilitar-me a vida; mesmo se na versão actual o Gmail deixa bastante a desejar em termos de fluidez face à Mail app do sistema. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • AirPods Studio: novos headphones da Apple vistos em imagens reais

    16 Setembro 2020 A Apple prepara um novo produto para a sua linha AirPods, mas este será um pouco diferente daqueles que já possui no mercado. Os novos AirPods Studio marcarão a entrara da empresa americana na luta pelos melhores headphones topo de gama. Depois dos rumores, eis que agora temos a primeira imagem, e um pequeno vídeo, que nos revelam os vindouros AirPods Studio. Isto confirma ainda que os próximos headphones da Apple virão, pelo menos, em cinza e branco. Watermark-less white. I did say they looked a bit worse IMO pic.twitter.com/AiYNMyfktR — Fudge (@choco_bit) 16 de setembro de 2020 AirPods Studio terão um design peculiar Desde que a Apple introduziu a primeira geração dos AirPods que o seu design foi motivo de discussão. E a julgar pelas imagens divulgadas dos novos AirPods Studio, também estes não deixarão ninguém indiferente. Ao que tudo indica, estes headphones virão em, pelo menos, duas versões, sendo que aquela que é retratada nas imagens será a desportiva. Esta conta com uns auscultadores bastante largos, em formato retangular, que facilmente cobrirão totalmente os teus ouvidos. Para potenciar o conforto, a parte superior que pousará na cabeça também é bastante larga. Em ambos os casos, certamente contaremos com materiais suaves e as duas partes dos AirPods Studio serão ligadas por uma fina tira de metal. Como já mencionei, a Apple estará a desenvolver duas variantes dos seus próximos headphones. Ao que tudo indica, a segunda versão contará com materiais mais premium, por exemplo, o couro. O conceituado leaker em assuntos Apple, Jon Prosser, refere que os AirPods Studio não terão indicação de qual é o auscultador direito e esquerdo. Ao invés, estes headphones conseguirão detetar qual ouvido é qual, oferecendo uma experiência reversível. Como não poderia deixar de ser, os AirPods Studio virão com cancelamento ativo de ruído para concorrer com as propostas da Sony ou Bose neste segmento. O seu carregamento será feito através de uma entrada USB-C e não haverá lugar para o jack de 3,5mm. Para terminar, referir apenas que os rumores avançam com um preço de 350 dólares por cada unidade dos AirPods Studio. O momento da sua apresentação ainda é um mistério. Editores 4gnews recomendam: iPhone. Razer lança o comando universal perfeito para as tuas sessões gaming! Apple anuncia o iPad Air com músculo de iPad Pro! Apple Watch SE é oficial! Eis as novidades do smartwatch barato da Apple 4gnews »

  • Apple IPad 8 lançado com Chipset A12 Bionic

    16 Setembro 2020 >O verdadeiro destaque da 8ª geração do iPad é o Apple Pencil e suporte para teclado inteligente de tamanho normal, que, em conjunto com o iPad OS 14, oferece uma experiência melhor para os utilizadores. Apple iPad 8 O iPad 8 suporta um Apple Pencil de primeira geração, um teclado inteligente de tamanho completo e outros teclados de terceiros existentes, um controlador sem fio Xbox habilitado para Bluetooth, um controlador PlayStation DualShock ou um gamepad certificado MFi. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Lançado Apple Watch Series 6 e o ??Watch SE com Apple One e Fitness + Service

    16 Setembro 2020 >A Apple também anunciou uma nova banda chamada “Solo Loop”, que é feita de uma única peça de silicone sem qualquer fecho, é retrátil e desliza para cima e para baixo, a pulseira é durável e resistente à água e está disponível em vários estilos e sete cores diferentes. Há também o Solo Loop, feito de fios trançados, disponível em cinco cores. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Preço dos novos Apple Watch e iPads em Portugal

    16 Setembro 2020 >/>A Apple apresentou o novo >Apple Watch 6 e Apple Watch SE e um >novo iPad Air e iPad de 8ª geração, e já temos os preços que serão praticados em Portugal.>>Apple Watch Series 6Apple Watch 6 (40mm) €439Apple Watch 6 (44mm) €469Bracelete Solo Loop entrançada +€50>Apple Watch SEApple Watch SE (40mm) €309Apple Watch SE (44mm) €339>iPad Air 2020iPad Air WiFi 64GB €679iPad Air WiFi 256GB €849iPad Air WiFi+Celular 64GB €819iPad Air WiFi+Celular 256GB €989>iPad 8ª geraçãoiPad WiFi 32GB €399iPad WiFi 128GB €499iPad WiFi+Celular 32GB €539iPad WiFi+Celular 128GB €639>Subscrição Apple OnePlano individual (iCloud 50GB, Apple TV+, Apple Music, Apple Arcade): €11.95/mêsPlano familiar (até +5 pessoas, iCloud 200GB, Apple TV+, Music, Arcade):? €16.95/mêsPlano Premium (que adiciona Apple News+ e Apple Fitness+): não disponível >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Apple One agrega vários serviços Apple numa só mensalidade

    15 Setembro 2020 Os serviços são cada vez mais importantes para a Apple, sendo atualmente a sua principal fonte de receita. Com um crescimento de utilizadores impressionante nos últimos anos, a empresa americana joga um novo trunfo para arrecadar ainda mais subscritores. Durante o seu evento realizado hoje, a tecnológica americana introduziu o Apple One. Este será um pacote que te dará acesso a um conjunto de serviços Apple com apenas uma mensalidade. Apple One vai levar os serviços da empresa a ainda mais utilizadores O pacote base do Apple One inclui o Apple Music, Apple TV+, Apple Arcade e 50GB de armazenamento no iCloud. Tudo isto ficará ao dispor de qualquer utilizador interessado com um custo 14.99 dólares por mês. O preço acima é direcionado para uma subscrição individual. Caso optes pelo mesmo pacote, mas com uma subscrição familiar, recebes 200GB de iCloud com um custo mensal de 19.95 dólares. A subscrição seguinte adiciona aos serviços acima descritos o Apple News+, o recém anunciado plano Apple Fitness+ e um total de 2TB de iCloud. Tudo isto com uma mensalidade de 29.95 dólares. Se já usas alguns destes serviços, acredito que estes planos de subscrição possam ser uma solução mais vantajosa. Aliás, a Apple frisa que os subscritores individuais poderão poupar até 6 dólares por mês e os familiares terão uma poupança de 8 dólares mensais. Estes pacotes são já bastante tentadores para quem usa os serviços da Apple. Mas se ainda estás na dúvida se algum deles é a solução perfeita para ti, a Apple oferece um período experimental de 30 dias para tirares as tuas conclusões. As subscrições Apple One ficarão disponíveis para os utilizadores até ao final deste ano. Os primeiros países a recebê-los serão a Austrália, Canadá, EUA e Reino Unido. Resta saber quando Portugal será contemplado. Editores 4gnews recomendam: Apple Watch SE é oficial! Eis as novidades do smartwatch barato da Apple Apple Watch Series 6 é oficial! Conhece as suas principais novidades Apple anuncia o iPad Air com músculo de iPad Pro! 4gnews »

  • Apple anuncia o iPad de 8.ª geração com ecrã de 10,2 polegadas

    15 Setembro 2020 O iPad mais barato acaba de ficar melhor, mais poderoso e com novas funções! Foi pela mão de Tim Cook, CEO da Apple, que fomos introduzidos às novidades da linha da tablets da empresa. Agora, temos a oitava geração do iPad com preços competitivos. Também apelidado de iPad 8, está apresentado o novo iPad que afirma ser duas vezes mais rápido que um Surface. Trata-se de uma atualização ao modelo de entrada com 10,2 polegadas, equipando-o com o processador A12, mais rápido e eficiente. O novo iPad 8 afirma ser duas vezes mais rápido que o Surface Apple iPad 8 Introduction Video A sustentar esta premissa está o processador A12, também presente no iPad Air de 2019, bem como no iPad mini. O preço mantém-se nos 329 dólares nos Estados Unidos da América, com descontos especiais para estudantes através do programa de educação. Em grandes destaque temos o chip A12 que introduz o "Neural Engine" ou motor neural que traz as capacidades da Inteligência Artificial e aprendizagem da máquina ao novo iPad. Com efeito, é a primeira vez que um iPad de entrada tem tamanho poder. Ainda de acordo com a Apple, o novo iPad 8 promete até o dobro do desempenho gráfico face à geração anterior. Por outras palavras, é até duas vezes mais rápido no processamento gráfico e será compatível com as capas/teclados oficiais existentes. O iPad 8 chega com o iPadOS 14 Entre as novidades temos ainda o iPadOS 14, a mais recente versão do sistema operativo que chegará com o novo tablet. O novo software trará novas funções à Apple Pencil incluindo o aperfeiçoado reconhecimento de caligrafia, simulando a escrita à mão. O novo Apple iPad 8 funcionará com a Apple Pencil de 1.ª geração, bem como os demais acessórios existentes, incluindo a capa/teclado da Logitech. A empresa quis reforçar o desempenho deste tablet e manter a sua grande versatilidade. Por outro lado, continuamos sem uma porta USB do Tipo-C, mantendo-se a porta Lightning no novo produto. Note-se que nos demais produtos como os iPad Pro e iPad Air a fabricante já deu o salto para o padrão USB do Tipo-C. Igualmente presente está o botão "Home" com o leitor de impressões digitais, o Touch ID. Algo que também já é uma visão rara nos novos produtos Apple. Preços e disponibilidade do novo iPad 8 O novo iPad 8 estará disponível em cinza (Space Grey), prateado (Silver) e dourado (Gold), com 32 GB ou 128 GB de armazenamento interno. Terá um modelo com conexão LTE, começando este por custar 459 dólares. A versão base do novo iPad começa nos 329 dólares para o mercado norte-americano. Caso seja adquirido ao abrigo do programa de educação da Apple o preço baixa para 299 dólares nesse país. O produto está disponível a partir de hoje em regime de pré-venda nos Estados Unidos da América. A subsquente chegada ao mercado está agendada para o dia 18 de setembro. Editores 4gnews recomendam: Apple: iOS 14 chega a todos os equipamentos compatíveis amanhã Apple Watch SE é oficial! Eis as novidades do smartwatch barato da Apple Apple Watch Series 6 é oficial! Conhece as suas principais novidades 4gnews »

  • Apple anuncia o iPad Air com músculo de iPad Pro!

    15 Setembro 2020 A Apple anunciou hoje a chegada de um novo iPad Air que vai certamente surpreender muitos dos fãs da marca, apresentando um design bastante diferente do seu antecessor, chegando-se bem mais perto das linhas do popular iPad Pro. Curiosamente, não será apenas no design que estes dois modelos irão apresentar algumas semelhanças. Um dos grandes destaques neste novo iPad Air é a presença de margens extremamente reduzidas, eliminando as controversas margens verticais presentes no modelo do ano passado. Pela primeira vez, a Apple decidiu remover o tradicional Touch ID circular, reposicionado o sensor biométrico para o topo do tablet. Introducing iPad Air — Apple No que respeita ao seu preço, ficará disponível em Portugal a partir de €679 para a versão Wi-Fi e €819 para a versão com suporte para redes móveis. Apple iPad Air é uma ferramenta fantástica para produtividade e muito mais Durante a apresentação do novo tablet, grande parte das novas capacidades e funcionalidades foram focadas no nível de performance garantido aos utilizadores. Assim, este parece apresentar-se como uma alternativa perfeita para utilizadores que olham para o iPad Pro mas têm orçamento mais apertado. Para garantir um nível de performance único, o novo iPad Air vai estrear o processador A14 Bionic fabricado com litografia de 5nm. De acordo com a marca, este processador vai garantir uma melhoria de performance na ordem dos 40% quando comparado com o modelo anterior. Além disso, também a qualidade do processador gráfico irá trazer grandes melhorias nas mais variadas tarefas. Este é o processador mais avançado alguma vez desenvolvido pela Apple, que irá colocar à disposição dos programadores capacidades nunca antes vistas nos produtos da Apple. Durante o vídeo de apresentação, foram demonstrados alguns exemplos impressionantes de como este processador poderá ser crucial. Obviamente, para se apresentar como uma verdadeira besta de produtividade, o novo Apple iPad Air chega com suporte para o já muito popular Apple Pencil. Tal como acontece no iPad Pro, o lápis poderá ser encaixado magneticamente ao tablet. Para completar todo o "pack produtividade", não podia deixar de estar presente a compatibilidade com o Magic Keyboard. Outra grande novidade é a escolha o USB-C em detrimento da tradicional entrada lightning, permitindo o suporte para carregamento rápido a 20W. Por fim, no que respeita às suas capacidades fotográficas, o Apple iPad Air chega com uma câmara traseira de 12 megapixels e uma câmara frontal de 7 megapixels. Editores 4gnews recomendam: Apple: iOS 14 chega a todos os equipamentos compatíveis amanhã Apple Watch SE é oficial! Eis as novidades do smartwatch barato da Apple Apple Watch Series 6 é oficial! Conhece as suas principais novidades 4gnews »

  • Apple: iOS 14 chega a todos os equipamentos compatíveis amanhã

    15 Setembro 2020 Mesmo antes de encerrar o evento de hoje, a Apple deixou uma das informações que os seus utilizadores mais esperavam. O iOS 14 será disponibilizado já amanhã, dia 16 de setembro. A nova versão do sistema operativo para o iPhone não virá sozinho. Também a partir de amanhã chegam as novas iterações do restante software da empresa. Assim sendo, o novo iPadOS 14, watchOS 7 e tvOS 14 serão libertados no mesmo dia. Principais novidades do iOS 14 Apresentado em junho, durante a edição deste ano da WWDC, são várias as novidades que o iOS 14 trará para os modelos compatíveis. A mais badala será, sem dúvida, a possibilidade de usar widgets no iPhone. Estes poderão assumir várias dimensões no ecrã do iPhone, mas sempre mostrando as informações mais importantes sem necessidade de abrir a respetiva aplicação. Poderás igualmente movê-los pelo ambiente de trabalho, para que fiquem exatamente onde queres. Outra grande novidade é a introdução da App Library. Esta secção aparecerá na última página do iPhone e será o local onde encontrarás todas as aplicações já instaladas. Isto permitirá que uses menos páginas e que essas tenham apenas as apps que mais usas. Chega também com o iOS 14 o modo picture-in-picture. Este modo adiciona uma janela flutuante ao ecrã para que possas continuar a ver os teus vídeos enquanto estiveres a realizar outras tarefas. Temos ainda de mencionar um novo design para a Siri ou a possibilidade de fixar mensagens no iMessage. O último ponto fará com que tenhas as tuas conversações mais importantes sempre em primeiro lugar. Quais os iPhone que receberão o iOS 14 iPhone 11 iPhone 11 Pro iPhone 11 Pro Max iPhone Xs iPhone Xs Max iPhone Xr iPhone X iPhone 8 iPhone 8 Plus iPhone 7 iPhone 7 Plus iPhone 6s iPhone 6s Plus iPhone SE (primeira geração) iPhone SE (2020) Se tens um destes modelos, então mantém-te atento às notificações. Durante o dia de amanhã, certamente irás receber o alerta a dar conta de que o novo iOS 14 já está pronto para ser instalado no teu iPhone. Editores 4gnews recomendam: Apple Watch Series 6 é oficial! Conhece as suas principais novidades Apple Watch SE é oficial! Eis as novidades do smartwatch barato da Apple Apple deve lançar os iPhone 12 sem o trunfo que guardará para 2021 4gnews »

  • Apple apresenta novo iPad Air e iPad de 8ª geração

    15 Setembro 2020 >/>Para além do >Apple Watch 6?a Apple aproveitou para apresentar iPads remodelados, que se concretizaram num iPad de 8ª geração que mantém o design tradicional, e um novo iPad Air que segue as linhas dos iPad Pro mas com Touch ID no botão de power.>O novo iPad de 8ª geração recorre ao A12 Bionic, o mesmo chip usado nos iPhone XS e iPad Air (que agora foi substituido), e que o torna bem mais capaz para enfrentar todo o tipo de tarefas, incluindo o reconhecimento de escrita melhorado proporcionado pelo iOS 14. É a evolução habitual que se poderia esperar dos iPads, e que só se torna um pouco anacrónica por manter o mesmo design de sempre, com o botão Touch ID que obriga às margens generosas em torno do ecrã, que começam a ser difíceis de aceitar.>/>Mas para compensar isso, a Apple esmerou-se no novo iPad Air. Que segue as linhas dos iPad Pro e reduz as margens em redor do ecrã, permitindo aumentar o ecrã para as 10.9" mantendo o tamanho do iPad Air anterior com ecrã de 10.5". O CPU é um A14 que estreia o processo de fabrico de 5nm e que é 40% mais rápido que o do iPad Air anterior (falta ver que tal se comporta face aos A12Z dos últimos iPad Pro), e também adoptando uma ficha USB-C. O Touch ID passa a estar integrado no botão de power no topo, dispensando a necessidade do Face ID e evitando recorrer a tecnologia de impressões digitais no ecrã .>/>A câmara traseira é de 12MP, e não temos direito nem a câmaras adicionais nem a sistema LIDAR como o que foi estrado nos iPad Pro - passando esse a ser um factor diferenciador entre as gamas Pro e Air.O iPad Air tem preço a começar nos $599 e chega no próximo mês, o iPad 8th gen começa nos $329. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Apple Watch SE é oficial! Eis as novidades do smartwatch barato da Apple

    15 Setembro 2020 A Apple acaba de apresentar o novo relógio inteligente barato, o Apple Watch SE com caraterísticas avançadas e preços a começar nos 279 dólares. O novo smartwatch é o claro sucessor do Watch Series 3, já com três anos no mercado e ainda disponível. O novo Apple Watch SE está disponível a partir de hoje para encomenda, começando a ser vendido na próxima sexta-feira (18). O sucessor espiritual do Series 3 mantém várias das suas caraterísticas, mas acrescenta novas funções com um design familiar. Chegou o Apple Watch SE, barato e competente! Lado a lado com o novo Watch Series 6 e mantendo o Series 3 disponível, a Apple dá-nos agora o smartwatch com melhor relação preço/qualidade do mercado, o Apple Watch SE. O novo relógio também pode usar as novas pulseiras apresentadas hoje. Entre as principais caraterísticas do Apple Watch SE temos a deteção de quedas acidentais; bússola; altímetro sempre ativo; caixa à prova de água; monitorização do sono; o novo módulo Family Setup; partilha das watchfaces e outras funções já conhecidas. O novo relógio usa o processador S5 que, segundo a Apple, proporciona o dobro do desempenho do Watch Series 3. Por outras palavras, o novo Watch SE é até duas vezes mais rápido que o já antigo Series 3. O companheiro perfeito para o iPhone SE (2020) Tal como o iPhone SE (2020), também o novo Apple Watch SE foi criado para entregar mais poder e funções, com um preço mais justo e competitivo. O objetivo do smartwatch é simples, competir e superar os demais smartwatch baratos no mercado. O design do Apple Watch SE é muito similar ao Series 4, descontinuado assim que o Series 5 foi apresentado nos finais de 2019. As opções de conetividade são duas - Bluetooth e LTE. Ao que tudo indica, o novo SE não tem a função always-on. Equipado com o sistema operativo watchOS 7, apresentado pela Apple durante o WWDC 2020, temos a nova aplicação de atividade (Fitness Plus) com melhor acompanhamento das sessões de treino e funções dedicadas ao ensino à distância. Preços e disponibilidade do Apple Watch SE O modelo com conexão Bluetooth começa nos 279 dólares, preço indicado para os Estados Unidos da América. Já a versão com ligação LTE (redes móveis), custará a partir de 329 dólares. O Apple Watch SE estará disponível a partir do dia 18 de setembro (sexta-feira) nos EUA. Aparenta ter as mesmas dimensões dos Series 4 e, nesse caso, estará disponível em dois tamanhos, 40 mm e 42 mm de caixa. Os novos Watch SE também suportam o novo módulo Family Setup que permite, a um utilizador de iPhone, configurar os relógios dos seus filhos e/ou pais, sem estarem sempre emparelhados com os smartphones. Ausente da caixa dos novos relógios está o adaptador USB, para carregamento. A empresa enquadrou esta medida no seu esforço de redução da pegada de carbono. Editores 4gnews recomendam: Apple Watch Series 6 é oficial! Conhece as suas principais novidades Google Maps regressa ao Apple Watch. Mas nem tudo é perfeito Xiaomi lança nova powerbank barata que pode ser transformada num carregador sem fios 4gnews »

  • Apple One agrupa os serviços da Apple numa subscrição

    15 Setembro 2020 >/>Com o número de subscrições da Apple a aumentarem, temos agora um serviço que agrupa tudo numa só: o Apple One.>O Apple One inclui o serviço iCloud, Apple Music, Apple TV+, e Apple Arcade, e começa nos $14.95 por mês. Na versão Family o preço aumenta para os $19.95, tornando-se numa proposta mais atractiva para os grupos familiares.Mas o serviço não se fica por aqui. Há ainda a modalidade Premier, que aumenta a mensalidade para os $29.95 mas que inclui os serviços Apple News+ e o Apple Fitness+. Como se pode imaginar é algo que apenas estará disponível nos países onde estes serviços também estão disponíveis - o que não é o caso de Portugal, pelo menos por agora.O plano Individual inclui 50GB de espaço iCloud, o plano Família aumenta isso para os 200GB, e o Premier inclui 2TB de espaço, algo que nos EUA custaria desde logo $9.99, ajudando a tornar a proposta mais apelativa. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Apple apresenta Apple Watch 6 com oxímetro e Watch SE mais barato

    15 Setembro 2020 >/>A Apple apresentou a nova série Apple Watch 6, com oxímetro, e um modelo SE mais económico.>O novo Apple Watch 6 mantém o mesmo design de sempre, mas surge agora com novas cores, como azul e vermelho. O ecrã foi melhorado, prometendo ser duas vezes mais luminoso no exterior e mais eficiente que nunca; no interior temos o novo chip S6, mais rápido e poupado. A nível de sensores, passamos a ter um oxímetro, e barómetro com medição de altitude de forma contínua. Tal como nos alertas de irregularidades cardíacas, também teremos alertas para níveis de oxigénio que aconselhem cautela.>/>Se apresentação do oxímetro ignorando todos os smartwatches e smart bands que já o têmpoderia ser desculpada, o mesmo não acontece com a "novidade" seguinte da Apple: bandas elásticas para segurar o Apple Watch, disponível em diferentes cores e com textura ou lisa.>/>Bem mais interessante foi a novidade que se seguiu, que permite a utilização do Apple Watch por outros membros da família mesmo que não tenham um iPhone. Uma excelente notícia que no entanto acaba por ser pouco relevante para os utilizadores em Portugal. É que este modo Family Setup só está disponível nos Apple Watch com ligação celular, e Portugal não está na lista.>/>Também fora do alcance dos portugueses está o novo serviço Fitness+. Um serviço de treinos que pode ser usado no Apple Watch em conjunto com um iPhone ou iPad. Interessante mas com preço que pode equivaler ao de uma ida ao ginásio (embora nesta altura de Covid-19, se perceba a vantagem de treinar em casa ou na rua). Custará $79.99 por ano, mas também não está disponível em Portugal.>/>Os novos Apple Watch 6 custam $399, mas são agora acompanhados pelo Apple Watch SE que usa o chip S5 mas mantém as funcionalidades do novo relógio, e que custará $279; e o anterior Apple Watch Series 3 mantém-se por $199. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Apple deve lançar os iPhone 12 sem o trunfo que guardará para 2021

    15 Setembro 2020 Ming-chi Kuo, o mais respeitado analista dedicado à Apple, deu recentemente a conhecer a sua tese algo controversa e fornecida à publicação macrumors. Segundo ele, nenhum dos novos iPhone 12 terá um ecrã com taxa de atualização a 120 Hz. A justificação apresentada por Kuo são as preocupações com a autonomia de bateria dos iPhone. Ainda assim, o analista acredita que em 2021 a Apple lance mão desta caraterística cada vez mais popular e comum nos melhores smartphones Android. A gama iPhone 12 não terá ecrã a 120 Hz Ainda de acordo com as previsões de Kuo, o iPhone 12 com ecrã de 5,4 polegadas terá um notch reduzido e mais estreito de forma a acomodar melhor a informação apresentada no topo. A Apple quer garantir que o texto apresentado no topo é bem legível. Os demais dispositivos da gama iPhone 12, dois modelos com ecrã de 6,1 polegadas e um modelo com ecrã de 6,7 polegadas terão o notch tradicional com a mesma largura e tamanho da atual geração, iPhone 11. Serão similares aos dispositivos atuais. Continuando a acompanhar o testemunho de Kuo, todos os iPhone 12 terão suporte para o padrão de redes 5G, não obstante, da utilização das duas versões. Isto é, contamos com a utilização do padrão sub-6 Ghz e mmWave para os novos telemóveis. Em 2020 a novidade será o 5G, em 2021 os 120 Hz Actual iPhone 12 Pro Max (PVT) notch shot with 120Hz settings. Same notch size, slightly more room for 'AM/PM' badge because of 6.7-in screen, battery icon is a bit different. Thanks to @MaxWinebach pic.twitter.com/Hq7yBNnXUV — EverythingApplePro (@EveryApplePro) 25 de agosto de 2020 Apesar de termos visto alguns supostos protótipos do iPhone 12 cujo ecrã aparentava ter uma taxa a 120 Hz, o trunfo ficará reservado para 2021. A Apple espera então tirar proveito da tecnologia LTPO com melhor eficiência energética para os ecrãs. Note-se que uma maior taxa de atualização da imagem no ecrã, apesar de mais gratificante e aspeto mais fluído nas animações, acarreta um maior consumo energético. Por outras palavras, produz resultados desejáveis, mas exige mais da bateria. Estas são as mais recentes expectativas de Kuo para a gama iPhone 12, avançando também que o evento de setembro será dedicado sobretudo ao iPad Air que contará com um novo leitor Touch ID e design melhorado. Editores 4gnews recomendam: "Time Flies": o que esperar do evento Apple Detalhes do Apple Watch SE são revelados! Prepara-te para um smartwatch da Apple a bom preço 5 razões para comprar o POCO X3 NFC da Xiaomi em Portugal 4gnews »

  • "Time Flies": o que esperar do evento Apple

    15 Setembro 2020 A Apple costuma surpreender o mundo com o anúncio de novos iPhone no tradicional evento de setembro. Em 2020, contudo, não teremos novos smartphones iOS, mas sim várias novidades com relógios inteligentes, tablets e o sistema operativo iOS. "O Tempo Voa". Este é o mote do evento de setembro que nos remete imediatamente para o Apple Watch. Temos transmissão em direto no YouTube, Apple TV e no site oficial da tecnológica de Cupertino, hoje a partir das 18:00h de Lisboa. "Time Flies", mas sem iPhone em setembro It’s almost here. Join us today at 10:00 a.m. PDT on https://t.co/tkb3KTIxTd. #AppleEvent — Apple (@Apple) 9 de setembro de 2020 O evento consistirá numa gravação elaborada pela gigante de Cupertino na qual discorrerá sobre os novos Apple Watch, o iPad Air, bem como o software Apple e, talvez, algumas surpresas. Até ao momento, estas são as nossas maiores certezas. Ao longo das últimas semanas temos visto um grande fluxo de informação sobre os relógios de próxima geração. Esperamos também por uma nova abordagem de mercado, com um modelo relativamente económico e outro de topo, premium. O Apple Watch Series 6 A estrela (expectável) do evento de setembro. Contamos com um design muito similar à Series 5, possivelmente com melhorias no aproveitamento do espaço e dimensões. De qualquer modo, o seu aspeto será familiar, ou mesmo igual à atual geração. As novidades do relógio serão a adição do sensor de SpO2 - oxímetro ou saturação de oxigénio no sangue; a monitorização nativa do sono com medições mais precisas; melhorias na função de eletrocardiograma e possivelmente da autonomia do relógio. Entre as principais correções de imprecisões apontam-se as inconsistências na função ECG nos Watch Series 4 e Series 5, sobretudo a partir dos 100 a 120 batimentos cardíacos por minuto. Por outras palavras, teremos sensores ainda mais precisos. Novo modelo "barato" nos Apple Watch Series 6? Segundo os rumores podemos vir a ter uma nova alternativa ao Watch Series 3, ainda vendido pela Apple. Caso seja apresentado, o modelo "SE" do relógio seria a alternativa mais económica da fabricante, visando substituir o modelo antigo. Atualmente o Apple Watch Series 3 pode ser encontrado a 223 € no site da marca, apontando-se o novo modelo barato para o mesmo escalão de preços. Não sabemos, contudo, quais serão as suas caraterísticas ou especificações técnicas. Teremos, de qualquer modo, o modelo convencional - Series 6 - que virá substituir o atual modelo de topo da Series 5. Contamos com um novo processador, mais poderoso e eficiente no consumo energético e o possível abandono da tecnologia Force Touch. A geração Apple iPad Air 4 Entre as novidades do evento de setembro contamos com melhorias para o iPad Air 4. O design carece já de uma renovação, encurtando as margens, ou colocando-o mais próximo dos modelos de topo, a gama iPad Pro. Desse modo, esperamos ver uma redução das margens, com cantos arredondados e melhor aproveitamento da área no painel frontal do tablet. Além disso, deverá manter o Touch ID como método principal de desbloqueio, mas com algumas alterações. Em vez de usar o Face ID, mais caro e presente nos iPad Pro, a linha iPad Air deverá optar pelo leitor de impressão digital, possivelmente alojado numa das laterais do produto. A sua colocação sob o ecrã é menos provável, mas não está descartada. O preço do iPad Air 4 pode começar nos 599 dólares O iPad Air é o modelo de entrada da Apple na sua linha de tablets, no entanto, contamos agora com os pinos de conexão na traseira do produto para encaixe nos acessórios e capa/teclado oficial. A câmara, por outro lado, continuará a ser única na traseira. Os rumores sugerem também a presença de uma porta USB-C, maximizando a compatibilidade do iPad com outros acessórios. Em síntese, terá um novo design, mais elegante e contemporâneo, margens reduzidas e mais opções de personalização e cor. AirTags, a "revolução" do NFC Apple AirTags (codename: B389)- White front (no logo) CLEAN!- Polished metal back- Apple logo on back3D render made by the AMAZING @CConceptCreator. Sources shared with me a video of the real AirTags — to protect them, we made a 3D render to show you. pic.twitter.com/aKGOATXMMO — Jon Prosser (@jon_prosser) 14 de setembro de 2020 A Apple apresentará as suas AirTags, um conceito similar ao produto nacional, Lapa, ou os Tiles internacionais. Aliás, a sua apresentação já era esperada em 2019 com os iPhone 11. Agora, perante o acumular de provas, estarão (mesmo) prontos! De acordo com várias fontes a Apple já terá iniciado a produção em massa deste acessório. Ao mesmo tempo, o famoso leakster @Jon_proser mostrou várias representações digitais e algumas fotografias reais do produto. Na prática, serão pequenos acessórios que podemos colocar, por exemplo, no porta-chaves, para não o perder. As aplicações são infindáveis e o propósito dos AirTags será localizar objetos, ou mesmo animais de estimação. Há novidades para os serviços Apple O novo serviço de subscrição - Apple One - deverá agregar vários serviços da empresa num só pacote. Desde o Apple Music (música), ao TV+ (televisão e séries), o Arcade (jogos), News+ (notícias), com diversos escalões de preços. Os valores praticados não são conhecidos, mas os rumores apontam para um valor mínimo de 5 dólares por mês para estudantes. Provável será a aplicação de um sistema por escalões, com diferenças na qualidade e quantidade de dispositivos suportados. O iOS 14, iPadPS 13, watchOS 7 e tvOS 14 A Apple tem por costume disponibilizar a última versão de testes (beta) do iOS durante os eventos de setembro. Agora, com o iOS 14 em fase de antevisão, ou teste, contamos com o mesmo cenário, dando aos utilizadores um último e certeiro vislumbre. Manter-se-á a oportunidade de testar a versão beta a partir do dia 15 de setembro caso a empresa não decida alterar a calendarização tradicional. Já a versão estável, disponível para o público geral, deverá demorar poucas semans a chegar. De igual modo, contamos com novidades para os sistemas watcOS, iPadOS, tvOS e possivelmente também para o macOS. De fora ficam os iPhone 12 A apresentação da próxima geração de telemóveis Apple estará reservado para ocasião futura. Perante os atrasos provocados pela pandemia COVID-19, a Apple terá dedicido atrasar a apresentação oficial dos novos iPhone 12 para o mês de outubro. De igual modo, não contamos com novidades para a linha de computadores Apple. Esperamos, sim, por um evento próprio onde a marca dará a conhecer os avanços conseguidos com os seus próprios processadores baseados em tecnologia ARM. Mesmo assim, apesar de toda a nossa experiência na área, podemos ter surpresas com o "...One more thing". Editores 4gnews recomendam: Detalhes do Apple Watch SE são revelados! Prepara-te para um smartwatch da Apple a bom preço Apple: vídeo mostra-nos como será o design do novo iPhone 12 Pro Apple prepara uma jogada de génio nos seus smartwatches 4gnews »