• WhatsApp ganha mensagens temporárias de 7 dias

    5 Novembro 2020 >/>O WhatsApp vai ter a opção para o envio de mensagens temporárias com um prazo de 7 dias, que chegará aos utilizadores durante este mês.>O Facebook vai fazer chegar a popular opção de >mensagens temporárias ao WhatsApp, embora numa primeira fase os utilizadores não possam sequer definir o limite de tempo que pretendem, sendo aplicado um limite fixo de 7 dias.Este prazo poderá ser activado por qualquer utilizador (ou pelo administrador no caso de conversas em grupo), e será contado a partir do momento que a mensagem é enviada. Após o prazo de 7 dias o conteúdo da mensagem será eliminado independentemente dos destinatários lerem ou não a mensagem.Não esquecer que a função de "secretismo" deste tipo de opções é bastante duvidosa - para não dizer nula - já que que os utilizadores poderão fazer copy-paste das mensagens, tirar screenshots, ou fotografar o ecrã dos seus smartphones. No entanto, é algo que se pode tornar interessante para evitar a criação de um longo histórico de mensagens em conversas casuais; embora por diversas vezes me pareça que possam ser ditas coisas que até é útil poder espreitar, como quando alguém recomenda um filme ou local. Enfim, ficará ao critério de cada um, quando a opção ficar disponível para todos utilizadores ao longo deste mês. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • WhatsApp: esperada funcionalidade não será tão boa quanto previsto!

    2 Novembro 2020 O WhatsApp é a maior aplicação quando se fala de Apps de comunicação. Assim sendo, é normal que qualquer nova funcionalidade desperte interesse. Uma nova característica que se falava para o WhatsApp era a possibilidade de fazer das mensagens desaparecer. Contudo, hoje sabemos alguns pormenores da funcionalidade e está longe daquilo que se previa. Como funcionarão as mensagens que desaparecem no WhatsApp Ao contrário de outras aplicações, como o Snapchat ou até Wickr, o utilizador não terá a possibilidade de definir o tempo para as mensagens se desaparecer. Ou seja, terás a possibilidade de ativar ou desativar a funcionalidade. As mensagens desaparecerão da conversa 7 dias após o seu envio ou receção. Quando se trata de um grupo, quem definirá essa possibilidade é o administrador do grupo. Assim sendo, não haverá grandes possibilidades de personalização, nem mensagens que desaparecem alguns segundos após o seu envio. Dessa forma, não podemos dizer que é uma funcionalidade que mudará a forma de utilizar a aplicação. Vemos vantagens para aqueles utilizadores que têm smartphones com baixa memória. Porém, pouco mais que isso. Quando chegará a funcionalidade ao teu WhatsApp a nova característica ainda está em fase Beta. O pessoal do WABetainfo mostrou-nos como será a funcionalidade, porém, não nos deu uma data concreta para vermos a nova característica nos smartphones da maior parte dos utilizadores. Dessa forma, temos de esperar para ver. Ainda é possível que o WhatsApp mude a forma como esta característica funcionará até ao seu lançamento. Em suma, o WhatsApp continua a melhorar consideravelmente. Porém, também continua a falhar em alguns aspetos em que Apps concorrentes estão melhores. Exemplo disso, é o excelente trabalho do Telegram. Editores 4gnews recomendam: Uma luz ao fundo do túnel para os smartphones da Huawei Apple já não pode culpar os outros se o iPhone 12 explodir Covid-19: este site diz-lhe o que deve (ou não) fazer no seu concelho 4gnews »

  • Mensagens Android: vais adorar a novidade que a aplicação está prestes a receber

    31 Outubro 2020 Se és daqueles que utiliza aplicação Mensagens Android (também conhecida como Mensagens Google) no teu smartphone, terás uma novidade que certamente gostarás. A aplicação tem evoluído nos últimos tempos e cada vez mais é uma opção válida para muitos utilizadores que querem uma caixa de mensagens mais inteligente e capaz. Mensagens Android categorizará as mensagens como o Gmail De uma forma simples, a aplicação de Mensagens Android começará a categorizar as mensagens recebidas. Algo idêntico ao que vemos no Gmail da Google. Ou seja, a caixa de mensagens ficará divida entre mensagens relevantes e aquelas que são pura publicidade. Terás ainda categorias de transações (de compras que tenhas feito) e uma categoria de códigos OTP (aqueles que recebes para autenticar a uma App do banco por exemplo). Dessa forma a caixa de mensagens não ficará cheia de informações e mensagens que não queres saber. Aliás, chegou-se a falar que a Google iria começar a apagar de forma automática as mensagens OTP de forma a não encher uma caixa de mensagens importante. Quando é que a novidade chegará à aplicação de Mensagens Google Ainda não há informações concretas de quando é que a novidade chegará a todos os utilizadores. Sabemos apenas que alguns utilizadores já receberam a novidade. Ou seja, é plenamente plausível imaginar que a atualização chegará a todos em breve. Ao que parece, é uma atualização de servidor. Isto é, nada precisas de fazer para receber o update. Em suma, é bom ver a Google a evoluir consideravelmente a sua aplicação. Há muitas Apps de mensagens, porém, a App Mensagens Google continua na vanguarda. Editores 4gnews recomendam: Google lança VPN grátis para proteger a privacidade dos seus utilizadores "Xiaomi" Yeelight chega a Portugal de forma oficial! Conhece a sua loja online Facebook para Android começa a receber funcionalidade muito pedida 4gnews »

  • Snaptube faz download de vídeos e músicas do YouTube, Facebook e outras plataformas

    28 Outubro 2020 >/>Numa altura em que a RIAA está a >perseguir ferramentas que permitem o download de vídeos e músicas no YouTube, não faltam apps que continuam a permitir fazê-lo, como o Snaptube.>É incrivelmente ridículo que, quanto mais tecnologia se tenha, mais se tente restringir o uso que se lhe pode dar. No tempo das cassetes analógicas e videogravadores podíamos gravar o que bem se entendesse, mas nesta época de ferramentas digitais se esteja perante mensagens constantes de "este conteúdo não pode ser gravado" - e isto apesar de todos pagarmos taxas de cópia por todo o espaço digital que compramos, mesmo que nunca venha a ser utilizado para qualquer tipo de gravações.Mas obviamente que, sempre que há procura existe resposta, e continuam a existir ferramentas para fazer downloads de músicas e vídeos do YouTube e demais plataformas. Uma dessas apps é o Snaptube.O >Snaptube permite fazer >downloads de músicas e vídeos do YouTube, Facebook, Instagram, Twitter, Vimeo, TikTok, Vevo, WhatsApp, DailyMotion, e muito mais. E o processo é incrivelmente simples, pois basta escolher a plataforma desejada, pesquisar pelo vídeo, e fazer o download do mesmo.>/>O único elemento mais "complicado" consiste na instalação da própria app, já que como se poderá imaginar, a Google não permite que uma app que faz download de vídeos do YouTube esteja na PlayStore, obrigando a que a instalação seja feita directamente via APK - algo que obrigará a aceitar a instalação de apps de fontes potencialmente inseguras, mas que é algo que muitos utilizadores já terão feito para ter acesso a app de fontes como o APKmirror, ou de app stores alternativas como o Aptoide.No entanto, e como é recomendável para todo e qualquer APK que estejam a considerar instalar no vosso smartphone Android, bastará fazer uma verificação do mesmo no site Virustotal para verificar se contém alguma surpresa indesejada. E assim poderão ficar com a consciência tranquila ao ver que a app do Snaptube não contém código malicioso e é >compatível com smartphones Android de todas as marcas.O Snaptube permite escolher a qualidade dos vídeos (dependendo das qualidades que cada plataforma disponibilizar), podendo chegar aos 4K no caso de plataformas como o YouTube. Permite também fazer a conversão directa de um vídeo para música, se o objectivo for passar o vídeo directamente para um MP3, também com diferentes níveis de qualidade disponíveis; e também >gravar fotos do Instagram.No fundo, é uma das apps que vem dar aos utilizadores um pouco de controlo sobre aquilo que podem fazer com os seus próprios equipamentos, em vez de ficarem limitados ao que as empresas gostariam de impedir que fizessem. É suficientemente atroz que apps como o YouTube nem sequer permitam ouvir um vídeo em background se não se estiver com o ecrã ligado a passar o vídeo, a não ser que se pague por isso. E pena é que tais restrições cheguem a tal ponto em que seja necessário recorrer a apps que nem sequer podem estar na Play Store para se poder recuperar um pouco da liberdade de dar uso aos conteúdos da forma que o utilizador deseja. >> >> >> Aberto até de Madrugada »