• Esta bateria atómica dura 20 anos e é tem um baixo custo de fabrico

    27 Setembro 2020 Os gadgets são fantásticos, contudo, todos eles sofrem de uma comum. Todos eles precisam de uma bateria ou qualquer ligação elétrica de forma a terem autonomia para fazerem o que prometem. Porém, ainda que a tecnologia continue a evoluir, sentimos que as baterias estão ainda piores que no passado. Isto porque a tecnologia exige mais da bateria e a tecnologia da bateria pouco mudou nos últimos anos. Bateria atómica com uma autonomia surpreende Esta nova bateria atómica aguenta com 20 anos de utilização. Ou seja, bem mais do que qualquer outra bateria no mercado. O mais impressionante é o seu pequeno tamanho. Ainda assim, não podemos sonhar com uma bateria destas no nosso smartphone. Pelo menos para já. Esta bateria ainda está em desenvolvimento e é feita para pequenos gadgets. Ou seja, não me importava de ter uma destas bateria na minha Ring Bell (campainha inteligente da Amazon). Pelo menos não a tinha de carregar de 6 em 6 meses ou ligar diretamente à energia. Esta bateria baseada em células beta-voltaicas. Isto é, teoricamente dá-nos mais tempo de autonomia e o custo de fabrico é consideravelmente menor do que outras baterias do género. Ainda é cedo para sonhar Infelizmente, ainda é cedo para sonhar com esta bateria num dos nossos gadgets. Todavia, como referi, precisamos de evoluções neste setor e este é um passo importante para a tecnologia que move a humanidade. Algo me diz que é uma questão de tempo até que as palavras "atómica" deixe de assustar as pessoas. A energia de deste tipo é muito mais potente e duradoura que qualquer outra. Assim sendo, parece-me o passo decisivo para mudar e revolucionar a nossa sociedade. Editores 4gnews recomendam: Mensagens Android: nova funcionalidade faz da aplicação ainda melhor iPhone 12: nova imagem confirma as melhores previsões Operadoras: NOS lança um novo tarifário a pensar nos smartwatch e localizadores GPS 4gnews »

  • Um ano especial “pediu” uma Volta a Portugal especial

    27 Setembro 2020 Com menos etapas e sem dia de descanso, esta prova será corrida numa versão compacta e, sobretudo, muito densa: as subidas a Santa Luzia, à Senhora da Graça e à Torre serão feitas em três das quatro primeiras etapas./> Público »

  • Entre Trump e algo muito pior

    27 Setembro 2020 Há momentos da história em que é preciso escolher um lado. Correio da Manhã » Aberto até de Madrugada »

  • App Science Journal passa para a Arduino

    26 Setembro 2020 >/>A app >Science Journal da Google que transforma os >smartphones em sensores está em processo de transição para a Arduino, e será necessário mudar para uma nova app.>Com esta app é possível usar a panóplia de sensores existentes nos smartphones para realizar todo o tipo de experiências, incluindo a utilização de sensores externos, tendo até já havido parcerias entre a Google e Arduino no sentido de potenciar essa ligação. Uma ligação que fica reforçada com o anúncio de que este >projecto da Google será transferido para a Arduino, que dará continuidade com a sua app?>Arduino Science Journal?(também >para iOS).>/>A app Science Journal da Google continuará disponível na Play Store até 11 de Setembro, sendo que a partir dessa data também deixará de funcionar a sincronização de dados recolhidos. No entanto, será possível >exportar os projectos da app da Google para a nova app da Arduino; estando também prometido para breve mais melhorias na app, incluindo a sincronização com o Google Drive, que está em falta.Com a app a estar agora sob a direcção da Arduino, podemos esperar uma integração cada vez mais forte da app com diversos módulos Arduino; podendo tornar-se num excelente ponto de partida para a entrada no mundo da electrónica e dos micro-controladores. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Por que a Samsung trocou o "Lite" dos seus smartphones para o "FE"?

    26 Setembro 2020 >Por um lado temos a versão normal, por outro o Plus e às vezes o Ultra, cada um com as suas diferentes características e acima de tudo preço. A estratégia é que, uma vez que esses telefones estejam instalados no mercado, a marca possa lançar um modelo Lite, uma versão mais modesta do modelo normal com desempenho inferior e um preço reduzido. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Qualcomm Snapdragon 775 vai revolucionar os smartphones gama-média! Entende porquê

    26 Setembro 2020 Durante os últimos tempos vimos os preços dos smartphones topo de gama subir para valores impensáveis há alguns anos, ultrapassando facilmente a fasquia dos €1,000. Além disso, assistimos também a uma incrível evolução no segmento gama-média, onde o nível de performance se coloca cada vez mais próximo dos topos de gama. Se durante este ano já se tornou por vezes complicado justificar a diferença de preços entre alguns topos de gama e os melhores smartphones gama-média, tudo indica que em 2021 isso será ainda mais vulgar. Depois de terem sido revelados alguns detalhes sobre o próximo processador topo de gama da Qualcomm, o reconhecido leaker Roland Quandt revelou também algumas informações sobre o próximo gama-média. De acordo com o leaker, o Qualcomm Snapdragon 775 vai chegar com incríveis melhorias face ao seu antecessor, sendo fabricado com uma litografia de 6nm. Ao que parece, poderá apresentar melhorias de performance na ordem dos 40% (CPU) e 50% (GPU), o que se irá refletir claramente na experiência de utilização. Além disso, o leaker avança ainda que o novo processador gama-média vai suportar ecrãs com taxa de atualização de até 120Hz, 12GB de memória RAM LPDDR5 e memória interna UFS 3.1 de 256GB. Also, what could be Qualcomm's SD775 is SM7350 and seems to be codenamed "Cedros". — Roland Quandt (@rquandt) 24 de setembro de 2020 Em 2021, os "Reis" serão os smartphones gama-média Considerando todas as informações que recebemos até agora sobre os novos processadores da Qualcomm para 2021, tudo indica que cada vez mais será complicado justificar o investimento num smartphone topo de gama, quando os gama-média apresentam uma evolução incrível. Obviamente que, para utilizadores que tenham um "orçamento ilimitado", será sempre mais vantajoso comprar um topo de gama. No entanto, para quem tem de ponderar melhor os seus investimentos, não parece restar dúvida de que os gama-média irão continuar a oferecer muito mais valor para o dinheiro. Além das grandes melhorias de performance esperadas no Snapdragon 775, é também importante relembrar que vários rumores indicam uma aumento substancial no preço do Snapdragon 875. Vários rumores afirmam que em 2021, veremos o preço dos smartphones topo de gama saltar ainda mais do que em 2020. Caso se venha a confirmar, será interessante ver como se irão apresentar os números de vendas durante a primeira metade do ano. Editores 4gnews recomendam: Se tens um smartphone Xiaomi vais gostar da nova funcionalidade da câmara Samsung Galaxy A72 promete revolucionar as câmaras nos smartphones da marca Nokia 7.3: vídeo mostra o design do novo smartphone da Nokia 4gnews »

  • Spotify une-se à Epic Games no combate ao monopólio da Apple

    25 Setembro 2020 A batalha da Epic Games, dona do jogo Fortnite, e da Apple já há muito que é conhecido. A Apple e a Google baniram o jogo Fortnite da sua loja de aplicações porque a Epic oferecia vantagens a quem subscrevesse e comprasse serviços por outros canais que não a Apple Store ou Google play Store. Pois bem, parece que a Epic Games não está sozinha na batalha. o Spotify acabou de entrar em conjunto com a Epic e mais alguns desenvolvedores numa luta intensa para reformar as diretrizes da Apple App Store. Spotify segue o caminho da Epic Games contra a Apple Segundo o CEO da Epic, as medidas da Apple Store acabam por danificar a criatividade e o esforço dos desenvolvedores. Lembro que a Apple tira uma cota de 30% de todas as compras que são feitas numa aplicação de iPhone ou iPad. Ou seja, se um extra no jogo custa 1€, o desenvolvedor só ganha 70 cêntimos desse valor. Além disso, os desenvolvedores como os do Spotify, referem que existe uma clara desvantagem em combater contra aplicações da Apple (neste caso o Apple Music). Onde a Apple acaba por dar mais ênfase aos seus produtos e serviços do que os concorrentes. Um monopólio que a empresa de Cupertino foi criando com o crescimento dos seus serviços e aplicações ao longo dos anos. A única coisa que os developers pedem é um corte nestes 30% e que a Apple não favoreça as suas aplicações face os concorrentes. Algo que a Apple se recusa a fazer. Em suma, este é um assunto que ainda fará correr muita tinta. Para já temos duas empresas gigantes no mundo tecnológico contra dois monopólios enormes, o da Apple e o da Google. Veremos que é que cederá primeiro. Editores 4gnews recomendam: Redmi Watch: novo smartwatch barato da Xiaomi a caminho Realme mostra primeira imagem do smartphone que muitos querem OnePlus 8T promete surpreender no preço e especificações 4gnews »

  • Cartão de cidadão vai passar a ser entregue por correio

    25 Setembro 2020 /> O cartão de cidadão vai passar a ser entregue por correio e vai também poder ser levantado nos espaços cidadão espalhados por todo o país. As medidas foram anunciadas hoje quando há mais de 350 mil portugueses à espera do documento de identificação. RTP »

  • EUA APPLE - Spotify, Epic e Match criam coligação contra política da App Store

    25 Setembro 2020 EFE »

  • Huawei Mate 40 Pro alegadamente apanhado nas mãos de utilizador

    25 Setembro 2020 Como é prática habitual nesta altura do ano, a Huawei vai lançar em breve os novos membros da linha Mate. E aquele que se acreditar ser um Mate 40 Pro pode ter sido visto em imagens reais. O aparelho em questão foi apanhado no metro nas mãos de um utilizador de forma bastante camuflada, mas não terá passado despercebido aos olhares indiscretos. É bastante notável as suas duas câmaras frontais e ecrã com grande curvatura nas laterais. Como podes notar pelas imagens, o smartphone aparece aqui com botões avermelhados do lado direito. E esse pequeno detalhe estará em linha com as últimas fugas de informação do equipamento. Tal como podes ver pelos renders antes divulgados, tudo indica que o smartphone vá ter um módulo de câmaras traseiras arredondado. Mais uma vez, deverá ser no campo fotográfico que a Huawei vai apostar muitas das suas fichas. De referir que são esperados quatro novos smartphones desta linha: são eles o Mate 40, Mate 40 Pro, Mate 40 RS Porsche Design e Mate 40 Pro+. Isto porque todos eles apareceram nas bases de dados da TENAA. Os equipamentos serão equipados com o processador Kirin 9000, terão ecrãs de 90Hz e dois altifalantes. Contudo, a falta de serviços Google deve ‘cortar-lhes as asas’ a nível global. Editores 4gnews recomendam: Redmi Watch: novo smartwatch barato da Xiaomi a caminho Se tens um smartphone Xiaomi vais gostar da nova funcionalidade da câmara OnePlus 8T promete surpreender no preço e especificações 4gnews »

  • Lakers batem Nuggets e ficam a uma vitória da final da NBA

    25 Setembro 2020 LeBron e Davis combinaram para 60 pontos e fizeram o 3-1. Resultado que os Nuggets já viraram duas vezes seguidas, nestes "play-offs", mas que James nunca desperdiçou. Renascença »

  • Wikipedia vai mudar. E promete poupar-te tempo na pesquisa

    24 Setembro 2020 A Wikipedia é uma fonte quase inesgotável de informação, principalmente quando queremos saber algo rápido. Mas a verdade é que o design se mantém inalterado há cerca de dez anos. Como o objetivo de tornar a pesquisa no site ainda mais simples, a versão de desktop vai sofrer algumas mudanças. E foram partilhados GIFs animados que nos mostram o que esperar. Navegação mais simples em páginas longas “Tabela de conteúdos” será um atalho disposto no canto superior direito que promete ser o teu companheiro em páginas longas. Será bastante simples saltares para as partes de páginas que te interessam à distância de dois cliques. Barra lateral "colapsável" vai chegar à Wikipedia Como refere o The Verge, a segunda mudança será uma “barra lateral colapsável”. A ideia é bastante simples: será possível esconder a barra lateral esquerda para evitar distrações durante a navegação. Segundo a Wikipedia, estas serão as “primeiras de muitas mudanças num longo e complexo processo”. Isto significa que vais poder testar as novidades antes de estas se tornarem oficiais. Podemos esperar que as mudanças sejam totalmente implementadas até ao final de 2021. À primeira vista parecem ser mudanças bem maturadas, com o principal objetivo de facilitar a vida ao utilizador. Principalmente a possibilidade de se saltar mais facilmente para o conteúdo que se quer, promete poupar algum tempo. Editores 4gnews recomendam: Redmi Watch: novo smartwatch barato da Xiaomi a caminho Xiaomi: patente mostra como poderá ser o seu smartphone dobvrável! OnePlus 8T promete surpreender no preço e especificações 4gnews »

  • WIKO apresenta F100. Um telefone útil por 16,99€

    24 Setembro 2020 >Este telemóvel oferece um corpo fino que se adapta a qualquer mão, uma autonomia para o dia inteiro, rádio e reprodutor MP3, conectividade Bluetooth e uma câmara prática. Este novo telemóvel inclui todas as funções básicas para os utilizadores mais idosos que continuam a preferir telemóveis em vez de smartphones. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Redação Android Geek »

  • Jabra Elite 85t são oficiais: o detalhe que faltava aos auriculares Bluetooth

    23 Setembro 2020 Chamam-se Jabra Elite 85t e, à primeira vista, não trazem grandes mudanças exteriores face aos auriculares Bluetooth que os antecedem (Elite 75t). O grande detalhe que os torna verdadeiramente interessantes é o facto de chegarem com cancelamento de ruído ativo. Contam com um chip que permite que possas controlar o nível de cancelamento de ruído através da sua app (à semelhança dos Sony WF-SP800N que testámos ). Também poderás ter acesso ao modo ambiente (HearThrough) que basicamente serve para amplificar o som do que se passa à tua volta sem teres de retirar os auriculares. Introducing the Jabra Elite 85t - Accept No Compromise. Com três microfonea em cada auricular (seis no total), está prometida grande qualidade nas chamadas. É prometido também um “som corpulento e com graves poderosos”. O suporte para as assistentes virtuais Google Assistant, Amazon Alexa e Siri também foi acautelado. Revista a qualidade sw som e de cancelamento de ruído, vamos à bateria. Estes prometem cinco horas e meia de audição nos auriculares com cancelamento de ruído ativado (7 horas com ele desativado). Não é particularmente expressimo, mas deve cumprir. Com a caixa são prometidas 25 horas de audição total. É de referir que além de carregar por USB-C, e caixa tem carregamento sem fios. Contam também com certificação IPX4 para proteção contra suor e salpicos. Preços e disponibilidade dos Jabra Elite 85t Quanto ao seu preço, estará cifrado nos 229€. Estarão disponíveis em titânio/preto já em novembro, com as restantes cores a chegarem apenas em janeiro de 2021. Graças a uma atualização, a Jabra promete levar também o cancelamento de ruído ativo para os Elite 75t e Elite Active 75t. Editores 4gnews recomendam: Antroid TV: Android 11 está a caminho com grandes novidades para o mundo gaming! iPhone 12: data de lançamento oficial pode ter sido confirmada Realme mostra primeira imagem do smartphone que muitos querem 4gnews »

  • Zoom no Android ganha novidade que vais agradecer nas videochamadas

    23 Setembro 2020 Com a pandemia de Covid-19, fazer videochamadas tornou-se uma tarefa diária e necessária na rotina de muitos trabalhadores e estudantes. E com isso vimos tornarem-se populares apps como o Zoom. Uma das funcionalidades mais populares do Zoom é a possibilidade de se poder usar um “fundo virtual” durante a chamada. E agora a versão para Android também passa a ter esta característica. A novidade foi captada por um utilizador do Android Police, que partilhou duas imagens desta em ação. Contudo, esta novidade ainda só funciona com a imagem parada, não sendo possível ativá-la durante um vídeo. Fundo virtual na app para Android do Zoom. Crédito: Android Police Como podes ver pelas imagens partilhadas, a funcionalidade parece estar bem implementada. Por isso será uma questão de tempo até que esteja a funcionar com todo o seu potencial. Esta é uma característica que vai agradar a todos os que preferem realizar as suas videochamadas na comodidade e praticabilidade do seu equipamento Android. E pode ser encontrada na versão 5.3.52640.0920 da app. Agora passa também a ser possível partilhar áudio do teu equipamento Android com quem estiver na chamada. Esta versão da app já apareceu disponível na Google Play Store nos equipamentos que testámos. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi Mi 10T já tem data de apresentação oficial: o que esperar Nokia 2.4 e Nokia 3.4 são o mais recente ataque da marca ao mercado de entrada Google Pixel 5: todas as especificações já foram reveladas 4gnews »

  • Ninguém vai remover ovários, mas alguns devem ter removido o cérebro

    23 Setembro 2020 i Online »

  • Rowenta Explorer 60 review: robot aspirador XS com preço XL

    23 Setembro 2020 O Rowenta Explorer 60 está à venda em Portugal por 475 € e não vale o investimento. É possível encontrar este aspirador robot mais barato, próximo dos 300 euros, ainda assim um preço elevado para um produto essencialmente medíocre. Exploramos as funções do aspirador automático, acessórios, navegação, app de controlo, autonomia, facilidade de manutenção e relação preço / qualidade. ROWENTA Serie 60 Review: XS no tamanho, XL no preço! Pontos fortes do Rowenta Explorer 60 Deteção automática de tapetes com ajuste do poder de sucção Modo de limpeza "Spot" Muito boa qualidade de construção e materiais Retoma automaticamente a limpeza caso tenha de voltar à base para carregar 2 escovas laterais para melhor limpeza dos cantos e rodapés Aspira e passa o chão a pano (esfregona/mopa) Filtro HEPA lavável e mopas incluídas Pequeno e compacto - com apenas 6 cm de altura Pontos fracos do Rowenta Explorer 60 Sem mapeamento da área nem zonas/linhas de exclusão ou paredes virtuais Aplicação de companhia pouco estável e pobre em funções Navegação não inteligente - pré-definida em 3 modos Choques frequentes com objetos durante a operação Capacidade reduzida do depósito de pó / resíduos Sem comandos de voz Há duas versões do aspirador Serie 60 da Rowenta A parte inferior do Serie 60 da Rowenta revela o seu nome A 4gnews testou o robot aspirador intermédio da série Explorer na versão "Allergy" (referência RR7447WH ), em branco. O mesmo robot também está disponível na versão "Animal", em preto. A diferença entre ambas as versões consiste na utilização de uma escova central com cerdas mais densas e intercaladas com lamelas de borracha na versão "Animal". A versão "Allergy" tem uma escova simples, mas terá um filtro HEPA mais eficaz. O preço de ambas as versões é sensivelmente o mesmo. Design minimalista, perfil discreto e elegante Vista superior do aspirador robot da Rowenta. As linhas simples pautam o design do aspirador automático da Rowenta. É construído em plástico (exterior), com altura de 6 centímetros - ótimo para limpar debaixo de cadeiras e mobília baixa, sendo um dos mais compactos no mercado. O aspirador é extremamente compacto e isto faz com que passe quase despercebido no lar, ao passo que o seu design não destoa das tendências atuais. Tem um batente frontal que absorve os choques com objetos ao navegar. O visor frontal e sensores do aspirador Pormenor do visor frontal e câmara ToF lateral do aspirador Rowenta. O traço distintivo deste aspirador é o seu visor frontal onde estão vários dos sensores infravermelhos de navegação, com a câmara lateral ToF a avaliar a distância a que se encontra dos obstáculos. Conta ainda com giroscópio para navegar pela casa. Conta com sensores de queda, um total de 3, além do leque frontal para navegação geral. O utilizador não precisa de se preocupar com escadas, ou outros pontos em que o produto pudesse cair, estando salvaguardado de tal. O Rowenta Explorer Serie 60 inclui os seguintes itens na caixa: Recipiente de pó (aspiração) com 400 ml de capacidade Suporte da Mopa / tanque de para água - 110 ml Mopa (2 unidade) 2 escovas laterais - instaladas Base de carga com espaço para arrumação do cabo Adaptador de alimentação (cabo fino) Manuais do utilizador Escova principal (1 unidade) Filtro HEPA lavável (1 unidade) Escova de limpeza Acessório para remoção/instalação da roda central A navegação do Rowenta Explorer Serie 60 é híbrida Pormenor das escovas laterais do robot aspirador. O robot aspirador conta com 3 perfis de navegação pré-instalados - Metódico; Wall-Follow; Spot Cleaning. Estes definem a sua trajetória no espaço, com os sensores incorporados a auxiliar a deteção de obstáculos, reagindo aos mesmos. Quando confrontal com obstáculos no percurso o robot é lento a reagir, especialmente visível no procedimento de retorno à base no final das tarefas. Posto isto, não tem uma navegação propriamente aleatória, mas não é tão eficiente como em outros modelos. A falta de um sistema de LiDAR, ou um mapeamento básico do espaço diminuiu a eficiência da navegação, aumentando consideravelmente o tempo que este demora a limpar o espaço. Há 3 modos de navegação no Serie 60 O perfil baixo e discreto é notório no Serie 60. O modo metódico é o mais eficaz na limpeza do espaço, apesar de poder ser o mais demorado a completar a tarefa, percorrendo o espaço num padrão de "S". Para o ativar, com o aspirador na base (ou não), basta clicar uma vez no botão Power. O modo Wall Follow (seguir a parede) começa por percorrer e limpar o perímetro da habitação, dando especial atenção aos cantos. Para o ativar, com o aspirador na base (ou não), é necessário clicar três vezes no botão Power. O modo Spot Cleaning é a especialidade deste robot, executando uma espiral a partir do ponto onde foi ativo. Para o ativar é necessário colocar fisicamente o robot no local pretendido e clicar duas vezes no botão Power. O reconhecimento de tapetes é muito útil Pormenor do percurso em espiral no modo "Spot Cleaning". A par do reconhecimento automático de tapetes e carpetes - ativando o modo Boost - o Rowenta Explorer Serie 60 tem o modo "Spot Cleaning", ou limpeza de ponto. Isto é útil para limpar um local especialmente sujo que precise da atenção total do aspirador. Este modo pode ser ativado a partir da aplicação, mas torna-se mais fácil colocar o aspirador manualmente no local a limpar e, em seguida, dar-lhe o comando para iniciar a limpeza ao pressionar o botão físico duas vezes (2x). Note-se que o modo "Spot Cleaning" não está disponível quando o robot aspirador está na sua base de carregamento. Para o ativar é necessário colocar fisicamente o aspirador no local a limpar e em seguida, dar-lhe o comando certo. A potência é boa para um robot compacto A altura de 6 centímetros torna-o realmente pequeno e compacto. O poder de sucção é de 2300 Pa, o que o torna num dos aspiradores mais poderosos do mercado, sobretudo se considerarmos as suas dimensões reduzidas - 34 × 34 × 6 cm. O tamanho, contudo, é uma lâmina de dois gumes para este aspirador. Equipado com duas escovas laterais que empurram os detritos para a escova central, consegue captar com boa eficiência os detritos mais finos como pó, pelos de animais, cabelos e demais sujidade. Tem, por outro lado, alguma dificuldade nos detritos maiores. O filtro HEPA, embora pequeno, faz um bom trabalho a manter o ar mais limpo. A escova principal (central) é simples com cerdas de média densidade, mas felizmente, pouco suscetível a nós de cabelo / fibras diversas. A aspiração e limpeza é medíocre Pormenor do depósito de detritos e filtro HEPA do aspirador. Apesar do poderoso motor, o espaço raramente ficava devidamente limpo à primeira passagem. Isto deve-se a múltiplos fatores, sendo a reduzida altura do aspirador um deles, bem como a escova central simples - face à versão "Animal". O aspirador robot tem 3 intensidades de sucção (modos de limpeza) - Boost; Standard e Eco. Recomendamos a utilização da intensidade máxima, definida através da aplicação de companhia, para os melhores resultados - mas a menor autonomia. A filtragem do ar é boa, não ficando o espaço com o "típico cheiro de aspirador", mas a eficiência de limpeza deixa algo a desejar, sobretudo em chão de cerâmica / tijoleira, registando um melhor desempenho em chão de soalho / madeira. Destacamos como ponto positivo a limpeza dos cantos e reentrâncias graças às duas escovas laterais do Rowenta Serie 60. Isto permite-lhe, por exemplo, captar a sujidade escondida debaixo de portas e outros locais de difícil acesso. A esfregona do Serie 60 pouco valor acrescenta Pormenor do tanque de água e mopa do Serie 60 O robot aspirador tem um tanque de água - 110 ml - bem construído e com duas mopas incluídas. O pano de microfibra é excelente, lavável e reutilizável, sendo fixo ao tanque por meio de velcro e uma aba onde se encaixa o lábio do tanque de água. A água goteja através de três orifícios no tanque, devendo a estar húmida antes das sessões de limpeza. A Rowenta apelida o sistema de Aqua Force, mas não há controlo eletrónico da quantidade de água a não ser a força de gravidade. Aspirador com o tanque de água instalado. A eficácia da passagem do chão a pano é medíocre na melhor das hipóteses. Serve para captar algum do pó nas superfícies, mas não tem força suficiente para remover sujidade mais impregnada, ou densa. Sendo positiva a sua presença neste kit de limpeza, podemos contar com a mopa para limpar pequenas áreas uma vez que a água rapidamente se esgota. Aconselhamos a não colocar químicos ou detergentes dentro do tanque de água. Para instalar o tanque de água o robot tem que estar virado de costas. Aqui recomendamos a limpeza prévia do depósito de sujidade, sob pena de espalhar alguns detritos ao colocar o robot na posição indicada para a instalação da mopa e respetivo tanque. O ruído é tolerável para um aspirador robot Vista frontal do aspirador robot da Rowenta. Consoante a intensidade da sucção o Rowenta Explorer Serie 60 pode chegar aos 70 db de ruído, um valor mesmo assim aceitável face às demais soluções no mercado. No modo Boost é mais percetível e no modo Eco, mais discreto para limpeza noturna. Em todo o caso os níveis de ruído não são um fator de incómodo, apesar de não ficarmos indiferentes à sua presença. A isto acresce o "ruído" dos choques com objetos durante as sessões de limpeza. Por ser baixo facilmente fica preso Pormenor da roda direita do aspirador robot. Apesar de ter duas rodas com revestimento em borracha para maior tração e uma suspensão eficaz, o tamanho compacto e perfil baixo do robot é um empecilho à navegação. Ao ser baixo, facilmente fica preso nos mais variados itens de casa. Desde batentes de porta nos quais ficou preso, a tapetes mais densos, ou ao arrastar os tapetes mais leves e embaraçar-se em qualquer cabo ou fico que possa ficar no chão. Foi muito frequente encontrar o robot preso em vários locais. A única forma de precaver esta frustração é levantar cabos e fios que possam estar no chão, bem como objetos pequenos e remover também os tapetes pequenos. Preparar o espaço é a palavra-chave, com a Rowenta a alertar para isso mesmo nos manuais. As caraterísticas do aspirador Rowenta: Poder de sucção de 2300 Pa (Pascal) Bateria demora até 5 horas a carregar totalmente Autonomia - até 90 minutos (ECO), 70 min (STD), 60 min (Boost) Altura - 6 centímetros 400 ml (depósito principal) 110 ml água - esfregona Ruído (média) 70 db Ligação Wi-Fi Controlo pela app Rowenta Robots A base de carga é pequena e discreta Pormenor das instruções de instalação da base. A plataforma / base de carregamento do Rowenta Serie 60 é pequena e discreta, com a estrutura principal discreta. Na sua base tem um compartimento para esconder o cabo sobrante e pés anti-derrapantes para que o robot não arraste consigo a base. Recomendamos que coloques a base num local com algum espaço livre de cada lado. Liga-a à tomada, coloca o aspirador robot na base, ativa o seu interruptor e aguarda alguns instantes até que o mesmo se ative. Em seguida poderás dar início ao processo de configuração / sincronização entre o aspirador e o smartphone Android e/ou iOS. Controlo básico no smartphone com a app Rowenta Robots Pormenor da app Rowenta Robots para Android e iOS. A aplicação Rowenta Robots é gratuita para Android e iOS, sendo a sua instalação obrigatória. É através dela que configuramos o robot aspirador e o conectamos à rede Wi-Fi de casa, além de o programarmos e controlar o seu funcionamento. Dividindo-se em quatro secções principais - Atividades; Horários; Manutenção e Definições - compreendemos facilmente o que cada secção entrega ao utilizador, mas a navegação e interface gráfica da aplicação podia ser mais intuitiva. A janela de diálogo e o menu pop-up com os comandos para o aspirador. Em dispositivos Android foi frequente a app perder a ligação ao robot, ou esta estar desfasada no tempo e ter que reiniciar o smartphone para repor a conexão. A experiência foi frustrante e não a podia recomendar menos. Para controlar o aspirador temos que clicar no ícone (+) no canto inferior direito, num balão azul. Só então é que surgem, em pop-up, os comandos para o robot, do Iniciar / Pausar, à escolha do perfil de navegação, intensidade, regresso à base e localização. Estes comandos deviam estar imediatamente acessíveis ao utilizador, ao invés do "chat" com o robot que nem sempre está atualizado, como pouco acrescenta ao utilizador. Note-se que esta é a primeira secção ao abrir a app. O essencial devia estar mais acessível Secção de manutenção dentro da app Rowenta Robots A app foca-se sobretudo nas instruções de manutenção, caminhos para mais instruções e guias em vídeo, além do "chat" com o robot e definições genéricas da app e do produto. Estes guias e informações são úteis, sim, mas não são essenciais ao utilizador. Ao invés, devia entregar imediatamente ao utilizador os comandos essenciais como o inciar a limpeza / pausar / regressar à base para carregar. Aliás, não temos sequer acesso ao nível de carga (bateria) do aspirador a não ser um ícone no topo da app. Atualmente a app não entrega ao utilizador o mapeamento do local. De igual modo, não temos a possibilidade de definir zonas de exclusão, ou barreiras virtuais, algo que acaba por comprometer o valor do produto e a sua utilidade. A autonomia varia consoante o modo de limpeza Pormenor do interruptor On/Off, botões de operação e bocal do depósito. A autonomia do Rowenta Explorer Serie 60 é um "não problema". Isto é, caso fique sem bateria o robot aspirador regressa à base, carrega e retoma a limpeza. No entanto, a carga completa pode demorar até 5 horas, algo a ter em consideração. O aspirador demora um pouco a regressar automaticamente à base e caso encontre alguns obstáculos pelo caminho pode ficar preso, cessando a atividade. De qualquer modo, a Rowenta aponta uma autonomia até 90 minutos no modo ECO. Esta autonomia reduz-se para 70 minutos no modo Standard e para 60 no modo Boost. Note-se que o contorno de obstáculos, ou a deteção automática de tapetes que ativa o modo Boost pode reduzir a autonomia do robot. Veredito, o Rowenta Explorer Serie 60 é caro para o que oferece Pormenor da caixa e principais acessórios do robot aspirador. O aspirador robot Explorer Serie 60 da Rowenta prova que o nome e tradição da marca, por vezes, acabam por deixar um sabor agridoce no consumidor. O produto faz-se pagar (475 €) e não entrega várias das comodidades que já vemos no mercado. A falta de mapeamento em tempo real, ou pelo menos o registo dos mapas e a opção de definir zonas de exclusão são erros crassos que pode ser corrigidos. Uma atualização da aplicação de companhia e do firmware do robot podem aumentar o seu valor. O mesmo pode ser dito quanto à aplicação de companhia. O smartphone é o nosso companheiro diário e se a app não é excelente, a opinião do utilizador vai azedar. Há aqui uma grande oportunidade de melhoria por parte da Rowenta, facilmente aplicável. Por outro lado, o formato compacto do aspirador torna-o ideal para alguns utilizadores e péssimo para outros. Se procuras um produto simples, que passe despercebido em casa, faça alguma limpeza básica e a casa tem poucos tapetes, então é uma boa opção. Para casas maiores, com crianças, brinquedos e outros itens espalhados pelo chão, este robot aspirador exigirá bastante atenção e preparação do espaço, não compensando o investimento. É um produto ideal para espaços pequenos e minimalistas. Destacamos como francamente positiva a qualidade de construção - ótima - bem como a durabilidade dos materiais. Os substituíveis como o filtro HEPA são de fácil acesso e a manutenção não apresenta dificuldades para o utilizador. Se quiseres, vê mais registos fotográficos do produto, em alta resolução no Google Fotos. Autonomia 7,5 Navegação / Mapeamento 6,5 Utilização / Manutenção 8 Eficácia da limpeza 7 Acessórios / Conetividade 7 Aplicação de companhia 4 Qualidade de construção 9 Relação preço / qualidade 6 Global 6,9 4gnews »

Títulos da Imprensa nas últimas 24h: