• Bastonário apela à greve dos médicos em defesa do SNS e dos doentes

    25 Junho 2012 O bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, apelou hoje à greve dos médicos, nos dias 11 e 12 de julho, em defesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e dos doentes. DD » Público » Jornal de Notícias »

  • Saúde: qual será o futuro das carreiras médicas, questiona o PCP

    22 Junho 2012 Depois do PS ter dado o tiro de partida, hoje foi o PCP a receber os sindicalistas e a Ordem dos Médicos. O secretário-geral, Jerónimo de Sousa, saiu da reunião a admitir questionar o Governo sobre qual será o futuro das carreiras médicas. O que vai ser dos médicos? Numa altura em que os profissionais preparam os dois dias de greve, agendados para o próximo mês, os partidos com assento parlamentar foram solicitados a reunir com a Ordem dos Médicos e com representantes sindicais. Depois de ontem o PS ter dado o tiro de partida, com a primeira audição, hoje coube ao PCP abrir as portas aos representantes da classe médica. Após reunir com delegados da Ordem, do Sindicato Independente dos Médicos e da Federação Nacional dos Médicos, o secretário-geral dos comunistas, Jerónimo de Sousa, manifestou-se contra a forma como o Governo PSD/CDS está a gerir as carreiras médicas. O dirigente do PCP não exclui a “possibilidade de uma interpelação ao governo”, questionando o modelo político atual e apresentando alternativas para “defender” o futuro dos médicos. PT Jornal »

  • PS tenta capitalizar descontentamento na saúde com audiência a médicos

    21 Junho 2012 O avolumar da tensão na classe médica, que agendou um protesto para julho, já começou a ser capitalizado pela oposição. O PS deu o tiro de partida ao ser o primeiro partido a aceitar reunir com os sindicatos e a Ordem dos Médicos. As mexidas no setor da Saúde estão a preocupar os profissionais, que agendaram já uma greve para 11 e 12 de julho. Ainda em fase preparatória do protesto, os sindicalistas e a Ordem enviaram um pedido de audiência a todos os partidos com assento parlamentar, de forma a justificar a ação que vão levar a cabo. O Partido Socialista antecipou-se à oposição e foi o primeiro a aceitar o pedido, tendo reunido hoje com dirigentes do Sindicato Independente, da Federação Nacional e da Ordem. O principal dirigente ‘rosa’, António José Seguro, tem feito várias críticas públicas ao modo como o Governo está a conduzir a política de saúde, pelo que o PS não perdeu a oportunidade de tentar capitalizar com o descontentamento no setor. Na audiência, realizada na manhã de hoje, os médicos apresentaram uma contestação à política seguida pelo Ministério da Saúde, criticando em especial o novo regime de contratação coletiva. PT Jornal »