• 5 erros comuns na Impressão 3D

    13 Agosto 2017 >/>As >impressoras 3D estão cada vez mais acessíveis?mas isso não significa que não sejam precisos alguns cuidados para se obterem os resultados pretendidos.>Nas impressoras 2D, os utilizadores têm a confiança de que basta colocar os tinteiros e papel para que a impressora funcione e imprima sem qualquer problema. Nas impressoras 3D não estamos ainda nesse ponto, sendo necessário um pouco mais de atenção para que as peças impressas sejam aquilo que se espera.Há alguns erros comuns entre quem se inicia no mundo da impressão 3D, e que são abordados no vídeo que se segue - mas que aqui ficam de modo resumido:Altura da base/cabeça de impressãoParâmetros errados no slicerFilamento mal enroladoSuportes de apoio na peça impressaNão vigiar a impressãoSão aspectos que ficarão automaticamente resolvidos (na maior parte das vezes) à medida que se vai ganhando experiência com as impressoras 3D; pelo que não se deixem intimidar por isso. Todos os erros servem para se ir aprendendo. :)>Depois de se certificarem que não cometem nenhum destes erros, podem por à prova a capacidade da vossa impressora com um teste de resolução. :)> >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Michelin estuda rodas inteiras impressas em 3D

    13 Agosto 2017 >/>Tal como muitas empresas estão a tentar reinventar o carro retirando o condutor, também a Michelin quer revolucionar um dos componentes que se tem mantido praticamente inalterado ao longo de mais de um século: as rodas e os pneus.>Embora estes protótipos da Michelin estejam muito longe de se tornarem produtos comerciais, este Vision faz-nos imaginar um futuro onde as rodas não sejam compostas por jante e pneu, mas sejam >uma peça única impressa em 3D e que promete ter resistência e capacidade de amortecimento superior - para além de ser completamente reciclável e poder ter padrões de piso impressos à medida das necessidades de cada utilizador e/ou veículo.Se imaginarmos que nesse futuro distante as impressoras 3D já se tornaram ferramentas comuns em nossas casas, significaria também que seria possível imprimirmos os pneus que fossem necessários; isto se não quisermos ser futuristas demais e imaginarmos que os próprios automóveis pudessem imprimir os seus próprios pneus (embora me pareça que o mais lógico, é que nesse altura poucos teriam necessidade ter os seus próprios carros, e portanto não teriam que se preocupar com este tipo de coisa).Até lá, vamos ter que ir gastando dinheiro em jantes e pneus... e fazer os possíveis por não os estragar nas muitas armadilhas que temos nas estradas (leia-se: buracos!) >> >> >> Aberto até de Madrugada »