• Quer entregar o IRS a tempo e horas? Conheça os prazos que tem de cumprir

    19 Janeiro 2018 i Online »

  • Corsair K63 – O primeiro teclado Gaming mecânico wireless

    19 Janeiro 2018 >/>> Foi na CES 2018 que a Corsair anunciou, entre outros produtos, o seu novo teclado mecânico Corsair K63 wireless. Com um design semelhante ao resto da família de teclados da marca, este periférico vem com uma construção robusta e compacta, ideal para quem anda sempre de um lado para o outro. Além de ser o primeiro teclado gaming wireless do mercado, este vem equipado com switches Cherry MX RED, que contam com iluminação individual em cada tecla e ainda com teclas multimédia e de volume dedicadas, pesando 1.09kg. Para saber mais sobre o que são switches mecânicos, clique aqui. Conectividade Como […]>A notícia >Corsair K63 – O primeiro teclado Gaming mecânico wireless apareceu primeiro na >Leak. Leak »

  • Honor View 10 recebe capacidade de desbloqueio pela face

    19 Janeiro 2018 >/>> Se estão a pensar comprar o Honor View 10 saibam que este equipamento vai receber em breve a funcionalidade de desbloqueio facial, através de uma atualização. Na realidade, esta nova versão de software já começou a ser disponibilizada e deverá chegar a todos os equipamentos até ao dia 24 de Janeiro. O desbloqueio através do rosto funciona de forma semelhante à dos outros smartphones. O utilizador olha para o ecrã e o equipamento deixa de estar bloqueado. No entanto tenham em atenção que devido ao baixo nível de segurança desta funcionalidade, ela só vai estar disponível para o desbloqueio do ecrã […]>A notícia >Honor View 10 recebe capacidade de desbloqueio pela face apareceu primeiro na >Leak. Leak »

  • Como melhorar a integração de refugiados? Com um algoritmo que “dê” empregos

    18 Janeiro 2018 É possível melhorar os índices de empregabilidade dos refugiados. Uma equipa de investigação determinou que a integração económica pode ser melhorada com um algoritmo feito a partir do histórico de colocação de refugiados./> Público »

  • Passos fala de novo ciclo no PSD

    18 Janeiro 2018 /> Pedro Passos Coelho fala de um ciclo novo com Rui Rio na liderança do PSD, que será importante para o partido e para o país. RTP »

  • Raríssimas. Nova direção prolonga suspensão de Paula Brito e Costa

    18 Janeiro 2018 i Online »

  • Há um novo PC gaming da ASUS baseado em tecnologias AMD

    18 Janeiro 2018 >É o ASUS ROG Strix GL702ZC e marca a estreia de um processador AMD Ryzen de 8 núcleos e 16 threads num computador portátil. O… >O conteúdo >Há um novo PC gaming da ASUS baseado em tecnologias AMD aparece primeiro em >Echo Boomer. Echo Boomer »

  • Agência Fitch quer manter Portugal acima do nível de lixo

    18 Janeiro 2018 /> O responsável pelo rating da Fitch diz que a intenção é manter Portugal acima do nível de lixo nos próximos dois anos. Ouvido pela RTP, afirma que as reformas do governo estão a dar resultado mas que é preciso continuar a reduzir a dívida pública e o crédito malparado nos bancos. RTP »

  • São poucos os condutores a perder pontos na carta

    18 Janeiro 2018 /> Em ano e meio, apenas três por cento dos condutores multados perderam pontos na carta. A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária admite que há morosidade no sistema. A Prevenção Rodoviária defende mais rapidez na penalização dos condutores. RTP »

  • HomePod pode chegar ao mercado em breve

    18 Janeiro 2018 >/>> A Apple apresentou a sua coluna inteligente em junho de 2017 na WWDC, e estava previsto o HomePod chegar aos mercados no final do ano, mas até agora ainda nada. Em novembro a empresa emitiu uma declaração dizendo que precisava de mais tempo até o produto estar completamente pronto para o consumidor tirar partido de todas as suas características. Nessa altura disse que o HomePod chegaria no início de 2018 aos EUA, Reino Unido e Austrália, não querendo anunciar uma data especifica. Os rumores para o atraso apontavam para a necessidade de um ajuste na integração de software e hardware. Fiquem a saber […]>A notícia >HomePod pode chegar ao mercado em breve apareceu primeiro na >Leak. Leak »

  • JAPÃO CRIPTOMOEDA - Maior banco nipónico desenvolve a sua própria criptomoeda e um mercado virtual

    18 Janeiro 2018 EFE »

  • Menos de 3% dos condutores com multas perderam pontos na carta

    18 Janeiro 2018 >/>Desde o dia 1 de junho de 2016 - data em que entraram em vigor as novas regras para a carta de condução - apenas um em cada 37 infratores perdeu pontos na carta de condução, indica a edição de hoje do Diário de Notícias (DN) com base nos dados disponibilizados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). A Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) registaram mais de meio milhão de contraordenações graves e muito graves desde o dia 1 de junho de 2016, mas só a 17.925 condutores foram retirados pontos na carta de condução (menos de 3%). Segundo explicou ao DN Pedro Silva, porta-voz da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a diferença entre os números deve-se ao facto de o “tempo de vida útil de um processo de contraordenação rodoviária ser em média de três anos, entre o recurso e a impugnação da decisão por via judicial”. “A retirada de pontos ou aquisição de cadastro só acontece depois de esgotados os recursos, quando as decisões são definitivas e há o trânsito em julgado da sentença”, concluiu. Automonitor »

  • Maria Conceição subiu Monte Vinson na Antárctida para ajudar crianças bengalis

    18 Janeiro 2018 A filantropa terá sido a primeira mulher portuguesa a chegar ao ponto no hemisfério Sul em que o eixo da Terra intercepta a superfície terrestre./> Público »

  • E agora Guiné?

    18 Janeiro 2018 i Online »

  • Asus ROG apresenta o primeiro portátil gaming AMD Ryzen

    18 Janeiro 2018 >/>> A ASUS é um dos três maiores fabricantes do mundo de portáteis, motherboards e placas gráficas e por isso é de esperar que os portáteis da linha Republic of Gamers(ROG) sejam de uma qualidade bem acima da média tentando responder a todas as exigências do gamer actual. O primeiro portátil gaming do mundo com processador AMD Ryzen 7 ! Este Asus ROG Strix GL702ZC tem como base o processador AMD Ryzen 7 1700. Processador com oito núcleos e 16 threads, com uma velocidade máxima de 3,7GHz, oferecendo o desempenho que os entusiastas exigem, seja em jogos ou em trabalho. Preparado para […]>A notícia >Asus ROG apresenta o primeiro portátil gaming AMD Ryzen apareceu primeiro na >Leak. Leak »

  • Malparado pressiona bancos

    18 Janeiro 2018 i Online »

  • Menos de três por cento perderam pontos na carta de condução

    18 Janeiro 2018 /> Num período particularmente dramático nas estradas portuguesas menos de três por cento dos condutores multados perdeu pontos na carta durante o último ano e meio. RTP »

  • Câmara e Engenheiros mostram o Porto como laboratório do futuro

    17 Janeiro 2018 />A implementação de novas soluções da Engenharia nas cidades depende dos decisores políticos, sendo que no âmbito do Porto existe essa abertura. Esta realidade marcou o início da primeira sessão "A OERN em...", que hoje de manhã juntou na Biblioteca Municipal Almeida Garrett elementos da Ordem dos Engenheiros - Região Norte e da Câmara do Porto. De parte a parte, lançaram-se desafios e cimentou-se a cooperação na conceção do futuro. Porto.pt »

  • Banco Best reduz “bottleneck” na relação com o cliente

    17 Janeiro 2018 A abertura de contas à distância era um dos poucos processos não desmaterializados no banco. A regulação mudou. A solução de video-chamada foi escolhida e três meses depois arrancou. Computerworld »

  • Sony Xperia XZ Pro pode ser apresentado no MWC 2018

    17 Janeiro 2018 >/>> Apesar da Sony já ter revelado três novos dispositivos, parece que existe ainda outro a caminho. O novo equipamento terá o nome de código Xperia XZ Pro e deverá ser apresentado no MWC 2018 que decorre em fevereiro. A informação chega do site MyDrivers (através do XDA), que obteve algumas informações acerca das potenciais especificações. Aparentemente este equipamento virá com um ecrã OLED de 5,7 polegadas com resolução 4K, chipset Snapdragon 845, 6 GB de RAM e 128 GB de capacidade de armazenamento. A isto vai juntar-se uma configuração de câmera traseira dupla com um sensor de 18 MP e […]>A notícia >Sony Xperia XZ Pro pode ser apresentado no MWC 2018 apareceu primeiro na >Leak. Leak »

  • Asus faz desaparecer moldura dos monitores com prismas

    17 Janeiro 2018 >/>A Asus encontrou uma forma engenhosa de fazer desaparecer a margem que separa os monitores em sistemas multi-monitor, e a melhor parte é que não obriga a comprar um novo monitor ultra-panorâmico.>Muitos são os jogadores que apreciam o campo visual alargado proporcionado pela utilização de múltiplos monitores nos seus computadores. No entanto, há sempre o "pormenor" de que as margens entre eles se torna num elemento de distracção que - para algumas pessoas - está constantemente a incomodar. Nos últimos anos temos assistido à chegada de monitores ultrapanorâmicos que evitam essas inestéticas margens, mas a Asus optou por uma solução ainda mais original e que também resolve o assunto por um preço (previsivelmente) bastante mais reduzido.>/>O >Bezel Free kit da Asus?consiste nuns primas plásticos que se aplicam na junção entre dois monitores, e que distorce a imagem de modo a que a moldura do monitor desapareça por completo!Embora continue a ser perceptível que existe "algo" naquela área, o resultado final é bem menos intrusivo do que ter que lidar com a interrupção da imagem causada pelas molduras do monitores; e acaba por desaparecer por completo quando a atenção do jogador está centrada naquilo que se está a passar no jogo.Parece-me que será uma solução excelente para sistemas de três monitores usados para jogos de simulação automóvel ou de simulação de voo; e só me admiro como é que ainda nenhum outro fabricante de monitores se tinha lembrado de algo assim para promover a utilização de sistemas multi-monitor.> >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • O regresso do (verdadeiro) Land Rover Defender

    17 Janeiro 2018 >/>A Land Rover anunciou uma versão de edição limitada e de alto rendimento do lendário Defender, num total de 150 unidades redesenhadas e equipadas com um motor V8 para celebrar os 70 anos da Land Rover. >/> O Defender Works V8 presta homenagem aos primeiros motores de grande potência dos modelos V8 Serie III Stage 1 criados a partir de 1979 e dos seguintes modelos Defender, incluindo a edição do 50.º aniversário que atualmente é bastante invejada entre entusiastas e colecionadores. O Defender Works V8 é a versão mais potente e rápida alguma vez construída pela Land Rover. O motor de gasolina atmosférico 5.0 V8 conta com 405 CV e um binário de 515 Nm (o Defender padrão tinha 122 CV e 360 Nm). O Defender Works V8 acelera dos 0 aos 97 km/h em 5,6 segundos*, com uma velocidade máxima que aumentou para os 171 km/h. Tim Hannig, Director da Jaguar Land Rover Classic, refere: "É óbvio que fomos capazes de explorar todo o potencial do emblemático Defender, cujas linhas admiradas continuam a ser uma imagem de marca da Land Rover, mesmo 70 anos depois da sua primeira apresentação ao mundo.” >/> "A ideia de tornar a comercializar um Defender V8 remonta a 2014, quando ainda fabricávamos o Defender em Solihull. Sabíamos que um Defender mais potente e mais rápido ia ter o seu público, sendo a autenticidade da Land Rover o toque final definitivo para que os clientes mais exigentes adquiram estas unidades do Defender de edição de colecionador.” O motor V8 vai equipar as 150 unidades especialmente escolhidas e redesenhadas do Defender para a edição comemorativa do 70.º aniversário. O modelo estará igualmente equipado com transmissão automática ZF de oito velocidades com modo desportivo, travões reforçados e pack de manobrabilidade (amortecedores e barras estabilizadoras), para além das jantes de liga leve exclusivas de 18 polegadas de cor Sawtooth com polimento espelhado e pneus todo-o-terreno 265/65 R18. >/> As oito cores padrão para a carroçaria incluem os acabamentos acetinados (em contraste com o tejadilho, as cavas das rodas e a grelha dianteira em Santorini Black), acabamentos em alumínio metalizado nos puxadores das portas, tampa do depósito de combustível e dístico do Defender do capô. Entre as amplas melhorias no que toca ao sistema de iluminação destacam-se os faróis bi-LED. O interior encontra-se completamente revestido em couro Windsor, que cobre o painel de comandos, os painéis das portas, os estofos e os bancos desportivos Recaro. Além disso, está equipado com o sistema de infoentretenimento da Land Rover Classic. As duas versões do Defender Works V8 com uma distância entre eixos de 90 e 110 poderão ser adquiridas diretamente na Land Rover Classic com preços que começam nas 150.000 £ (cerca de 169 mil Euros) - (Na versão 90 Station Wagon no Reino Unido). De igual modo, a marca vai disponibilizar em breve um conjunto de aperfeiçoamentos de alto rendimento que inspiram o Defender Works V8, incluindo melhorias na potência do diesel TDCi, suspensão desportiva e kits de travões. A marca britânica informou ainda que todas as consultas de potenciais compradores do Defender Works V8 deverão ser enviadas à Land Rover Classic: info@classic.landrover.co.uk / +44 (0) 203 601 1255. >/> >CARATERÍSTICAS TÉCNICAS >LAND ROVER DEFENDER WORKS V8 – EDIÇÃO 70º ANIVERSÁRIO >MOTOR E TRANSMISSÃO > >Cilindrada (cc) >4.999 >Cilindros >Motor a gasolina atmosférico V8 (EU5) >Potência CV >405 @ 6.000 rpm >Binário Nm >515 @ 5.000 rpm >Transmissão >Automática de 8 velocidades com alavanca de mudança de velocidades tipo Jostick, tração às quatro rodas, caixa de transferência de duas velocidades, diferenciais dianteiros e traseiros de alta resistência, diferencial central com distribuição de binário. >CHASSIS > >Suspensão dianteira e traseira >Dianteira: eixo rígido, molas helicoidais, amortecedores telescópicos. Barra Panhard e eixos radias. Barra estabilizadora Traseira: eixo rígido, molas helicoidais, amortecedores telescópicos. Triângulo de suspensão e braço de reboque. Barra estabilizadora. >Travões dianteiros >Discos servo assistidos de 335 mm, pinças de quatro pistões >Travões traseiros >Discos servo assistidos de 300 mm, pinças de quatro pistões >Jantes e pneus >Jantes de liga leve de 18 polegadas de cor Sawtooth com polimento espelhado, pneus todo-o-terreno 265/65 R18 >Direção >Esferas recirculantes, assistida >PRESTAÇÕES E CONSUMO > >0-100 km (seg.) >5,6 (*90 Station Wagon)  >Velocidade máxima (km) >106 (limitado) Automonitor »

  • Globaldata cria campanha contra o aumento de preço das gráficas

    17 Janeiro 2018 >/>> A loucura das criptomoedas Um dos maiores entraves para a construção de um computador gaming é a compra da Placa Gráfica, afinal de contas é o componente mais importante se o seu maior objetivo é jogar ! Infelizmente em 2017 e agora também em 2018, o mercado das criptomoedas tem inflacionado em muitos euros o preço deste componente chave, tal como falámos ontem: Preço das Placas Gráfica dispara novamente ! A maior parte dos modelos mais populares estão esgotados, com o pouco stock que ainda existe a ter o seu preço demasiado alto para as carteiras dos consumidores. Aqui entra […]>A notícia >Globaldata cria campanha contra o aumento de preço das gráficas apareceu primeiro na >Leak. Leak »

  • “Portugal tem um peso residual no total do mercado de veículos novos na Europa”

    17 Janeiro 2018 i Online »

  • Mecanismo que monitoriza direitos de pessoas com deficiência terá novo modelo de financiamento

    16 Janeiro 2018 Novo modelo de financiamento permitirá contratar recursos humanos, para que o mecanismo nacional continue em funcionamento./> Público »

  • Sabia que a dieta mediterrânica pode ajudar a reduzir o risco de Alzheimer?

    16 Janeiro 2018 i Online »

  • Mercedes-Benz revela novo Classe G em Detroit

    16 Janeiro 2018 >/>O novo Mercedes-Benz Classe G apresenta-se em excelente forma. Seja no asfalto ou em trilhos, e independentemente das condições climatéricas, o veículo de todo-o-terreno impressiona pelo seu desempenho, os seus inovadores sistemas de assistência, estabilidade excecional e segurança. Ao mesmo tempo, a nova suspensão, os modos de condução DYNAMIC SELECT, o "G-Mode" e os três bloqueios de diferencial a 100% reforçam não só o conforto de condução mas também a agilidade do modelo – em qualquer tipo de superfície. [caption id="attachment_92921" align="aligncenter" width="500"]>/> Apresentação do novo Classe G contou com a presença de Arnold Schwarzenegger.[/caption] O Classe G, o veículo todo-o-terreno de luxo da Mercedes-Benz, é considerado desde há muito tempo um ícone de design. A sua aparência externa não sofreu mudanças significativas desde 1979. Atualmente como no passado, os icónicos elementos continuam a servir fins extremamente específicos e a proporcionar ao Classe G a sua aparência única. Todas estas características continuam a ser encontradas no novo Classe G: os distintivos manípulos das portas e o som característico do fecho das mesmas, os robustos frisos de proteção exterior, a roda sobressalente armazenada na porta traseira e as salientes luzes de mudança de direção. São características extraordinárias como estas que, quando combinadas com as linhas angulares, definem o seu visual especial. O aperfeiçoado design do Classe G segue a filosofia Pureza Sensual e ao mesmo tempo permanece fiel ao carácter do original. Como resultado, as dobradiças das portas posicionadas no lado exterior e o capot montado à superfície, são características que continuam a ser implementadas também na nova geração. Com a última atualização, o ícone do todo-o-terreno - que foi continuamente aperfeiçoado a nível tecnológico ao longo de décadas mas que a nível visual praticamente não foi alterado - entra numa nova era – a nível tecnológico e dimensional. O novo Classe G é 53 mm mais comprido e 121 mm mais largo e portanto caracteriza-se com uma maior presença tanto em estrada como em todo-o-terreno. Mais do que nunca, o novo Classe G aparenta ser construído numa única peça. Todas as superfícies apresentam um design mais alongado e tenso, enquanto as superfícies evidenciam um nível de qualidade ainda maior. Isto resulta em folgas reduzidas e mais rigorosas entre painéis e em transições mais harmoniosas. Além disso, as cavas das rodas e os para-choques formam uma parte mais integral da carroçaria, marcando agora um elemento único. >/> Ícone autêntico Enquanto o exterior mantém o icónico visual clássico, o interior do Classe G sofreu uma remodelação com um design fundamentalmente moderno, que reinterpreta os genes deste veículo clássico para refletir o exterior. Com o seu carácter de todo-o-terreno e os elementos luxuosos de elevada qualidade, o Classe G sempre combinou dois extremos numa simbiose harmoniosa. Inconfundível ao primeiro olhar e logo desde o primeiro contacto, só são utilizados materiais de elevada qualidade. Todos os detalhes são acabados à mão com a máxima atenção ao detalhe. No interior, o Classe G revela que várias características de design do exterior foram transportadas para o interior. Por exemplo, a forma dos faróis redondos que é refletida nas saídas de ventilação de ar em ambos os lados. Ou o design das icónicas luzes de mudança de direção que é novamente encontrado na geometria dos altifalantes. As características do Classe G incluem a pega de apoio em frente à porta do passageiro dianteiro e os interruptores com revestimento cromado para os três bloqueios dos diferenciais. Ambos foram meticulosamente otimizados e mantidos como características marcantes. >/> O painel de instrumentos, claramente organizado e totalmente redesenhado, inclui de série os clássicos instrumentos analógicos tubulares. Por outras palavras, os admiradores dos clássicos instrumentos redondos não ficarão desiludidos com o novo Classe G. Tal como nos novos Classe E e Classe S, estão disponíveis como opção, um painel de instrumentos na forma de ecrã de grandes dimensões, que apresenta instrumentos virtuais no campo de visão direto do condutor, e um ecrã central acima da consola central. Neste caso, dois ecrãs de 12.3 polegadas combinam visualmente para formar um ecrã largo no tablier atrás de um revestimento partilhado em vidro. Os condutores poderão escolher entre três diferentes painéis de instrumentos – "Classic", "Sport" e "Progressive" – e selecionar também a informação relevante apresentada de acordo com as suas necessidades individuais. Graças aos impulsos táteis e aos sinais sonoros dos altifalantes, os condutores podem utilizar o touchpad com o painel de controlo na consola central sem desviar a sua atenção da estrada. Para realizar tarefas frequentes, as opções de seleção de menus e funções são complementadas por teclas de atalho em frente ao painel de controlo, enquanto para aceder aos sistemas de assistência à condução, está disponível um painel de controlo opcional acima do interruptor rotativo dos faróis. A posição de condução está próxima do para-brisas e permite ao condutor desfrutar de uma boa visibilidade panorâmica ao volante. >/> Mais espaço As dimensões revistas do agora ampliado Classe G, não só beneficiam o condutor e o passageiro dianteiro, mas também os passageiros do banco traseiro. Os bancos traseiros podem ser rebatidos na proporção de 60%, 40% ou 100%. Os bancos no Classe G estão equipados de série com várias funções de conforto que juntamente com a sua geometria ergonómica fornecem um melhor conforto e apoio lateral. As características incluem a função de memória da posição do banco do condutor, aquecimento dos bancos dianteiros e traseiros, assim como apoios de cabeça de luxo nos bancos dianteiros. Este conforto de condução pode ser opcionalmente aperfeiçoado com o Pack Active Multicontour Seat. Além disso dos especiais bancos multicontorno, este pack inclui características como a vasta gama de funções de massagem, controlo da climatização e aquecimento rápido dos bancos. Esta versão também disponibiliza regulação elétrica dos apoios lombares nos bancos do condutor e do passageiro dianteiro. As secções laterais das almofadas dos encostos dos bancos Active Multicontour integram câmaras de ar que enchem ou esvaziam continuamente em função da dinâmica de condução, proporcionando desta forma o melhor apoio às posições do condutor e do passageiro dianteiro e, por exemplo, fornecendo um maior apoio lateral durante a realização de curvas. Os bancos dianteiros do Pack Active Multicontour Seat são recomendados por especialistas da organização Alemã para a saúde da coluna vertebral "Aktion Gesunder Rücken e.V.". >/> A lenda que se supera a si própria O objetivo principal do desenvolvimento do modelo consistiu em redefinir a qualidade do comportamento de condução tanto em estrada como fora de estrada. Este objetivo foi atingido: fora de estrada, o novo Classe G apresenta um desempenho ainda melhor, enquanto em estrada é significativamente mais ágil, dinâmico e confortável do que o seu antecessor. Desta forma, o Classe G mantém-se fiel aos seus genes – graças ao chassis de longarinas, aos três bloqueios de diferencial a 100% e à caixa de redutoras LOW RANGE para a condução fora de estrada. A nova suspensão foi concebida com a colaboração entre a Mercedes-Benz G GmbH e a Mercedes-AMG GmbH. O resultado é uma suspensão independente no eixo dianteiro de duplo triângulo em combinação com um eixo rígido traseiro. Como parte do trabalho de ambas as empresas, os engenheiros tiveram a tarefa de ganhar todos os milímetros, pois a capacidade de utilização fora de estrada também é revelada pela máxima altura ao solo. A elevação dos eixos contribuiu significativamente para esta característica, sendo desta forma necessária a instalação de um suporte da torre da suspensão no compartimento do motor para alcançar os objetivos de robustez. Os componentes do eixo dianteiro de duplo triângulo estão diretamente montados no chassis sem uma subestrutura. Os pontos de aplicação do triângulo inferior da suspensão no chassis na direção Z estão posicionados à máxima altura possível. Esta configuração assegura um bom comportamento do modelo fora de estrada. Especificamente para o Classe G, a nova suspensão dianteira foi concebida com um nível de robustez de tal forma elevada, que o desempenho e a capacidade fora de estrada do seu antecessor foram mantidos e até de certa forma superadas. >/> Equipado desta forma e com uma altura ao solo de 270 mm medida no diferencial do eixo dianteiro, o Classe G fornece um grande potencial para a máxima firmeza e prazer de condução fora de estrada. Os valores falam por si: Gradiente máximo de subida de até 100% em superfícies adequadas Altura ao solo entre os eixos aumentada em 6 mm para os 24.1 cm A altura máxima de passagem a vau é agora de 70 cm, mais 10 cm do que o seu antecessor Estabilidade em ângulos de inclinação de 35°, mais 7° Ângulo de saída: 30°, ângulo de aproximação: 31°, mais 1° Ângulo ventral: 26°, mais 1° >/> Graças à suspensão independente dianteira, foi possível melhorar a rigidez da secção dianteira da carroçaria. Uma barra de reforço das torres da suspensão, conhecida como barra anti aproximação, liga agora as torres da suspensão dianteira e permite aumentar a rigidez torsional do chassis em escada. Na traseira, contrariamente ao seu antecessor, o novo eixo rígido é controlado por quatro barras em cada lado e uma barra Panhard. Isto torna a condução normal em estrada ainda mais confortável. Fora de estrada, o curso de ressalto de 82 mm e o curso de retorno de 142 mm da mola traseira, mais a altura ao solo de 241 mm medida no diferencial do eixo traseiro, ajudam a assegurar uma condução segura mesmo em situações extremas. "Comfort", "Sport", "Individual" ou "Eco" O DYNAMIC SELECT equipado no Classe G está agora disponível com até cinco modos de condução. Este sistema permite ajustar as características do veículo em apenas alguns segundos com o simples pressionar de um botão, pois o sistema modifica as características de funcionamento do motor, da caixa de velocidades, da suspensão, da direção e dos sistemas de assistência a pedido do condutor. Os quatro programas "Comfort", "Sport", "Eco" e "Individual" podem implementados confortavelmente através do interruptor de seleção do DYNAMIC SELECT. Por exemplo, no modo "ECO", o sistema adapta as características para um estilo de condução de baixo consumo. Por outro lado, no modo "Sport", os pontos de passagem de mudanças da caixa de velocidades automática, a resposta do motor às solicitações no pedal do acelerador e os parâmetros da direção elétrica e da borboleta de escape são modificados. O modo "Individual" permite aos condutores configurarem as suas próprias definições preferidas do veículo. >/> O DYNAMIC SELECT fornece várias opções em combinação com a nova suspensão com o opcional Adaptive Damping System. O condutor poderá então modificar as características de amortecimento do veículo nos modos Sport e Comfort utilizando o interruptor de seleção do DYNAMIC SELECT. Em suma, o Classe G deteta a condição da estrada em análise e define as características de amortecimento adequadas por forma a que, por exemplo, o amortecimento durante a condução fora de estrada tenha uma configuração rígida. Por outro lado, no modo Sport, o Classe G evidencia uma resposta mais ágil durante a condução em estrada. >/> Novo "G-Mode" Um dos pré-requisitos para a melhoria das características de comportamento fora de estrada é o novo "G-Mode". O Classe G passa para o modo "G" independentemente do modo de condução selecionado, assim que um dos três bloqueios de diferencial tiver sido ativado ou quando a caixa de redutoras LOW RANGE tiver sido engrenada. Este modo para condução fora de estrada adapta o amortecimento ajustável do chassis, a direção e a característica do acelerador, evitando passagens de caixa desnecessárias e assegurando desta forma o ótimo controlo e a máxima capacidade de condução fora de estrada. No painel de instrumentos é ligada discretamente uma luz indicadora com o ícone "G". O "G" devora os exigentes terrenos com tão extrema facilidade que o condutor poderá desfrutar das manobras perfeitas nos terrenos mais íngremes e receber uma excelente resposta sobre a capacidade de aderência da superfície. Em estrada: ágil, confortável, superior As características do Classe G não só incluem solidez e superioridade fora de estrada, mas também uma maior dinâmica de condução e conforto em estrada pavimentada. Graças ao novo design do eixo dianteiro, o desempenho em estrada do Classe G foi ao mesmo tempo reforçado. Em estrada, o "G" é tão ágil como confortável e permite ao condutor sentir ainda mais a direção. O Classe G mantém a sua trajetória de forma ainda mais sólida e entretanto é ágil e dedicado fora de estrada. Utilizando um protótipo digital, os engenheiros de desenvolvimento simularam o ciclo de vida dos componentes individuais e dos sistemas fechados para determinar onde seria possível utilizar materiais mais leves. A dieta funcionou pois o Classe G viu o seu peso reduzir em cerca de 170 kg. A receita para o sucesso: uma nova combinação de materiais que inclui aços de elevada resistência e de resistência ultraelevada e o alumínio, assim como os aperfeiçoados processos de produção na fábrica de Magna Steyr na Áustria. A carroçaria rígida é agora construída com recurso a uma variedade de aços, enquanto os guarda-lamas, o capot e as portas são construídos em alumínio. >/> Por forma a manter as dobradiças e os manípulos das portas com uma configuração igual à dos anteriores modelos Classe G, os engenheiros de desenvolvimento modificaram estes componentes para se adequarem ao novo design em alumínio. Os pilares A e B são construídos em aço de elevada resistência devido às suas funções de suporte de carga. Contudo, o menor peso de nenhuma forma se traduz em menor estabilidade – pelo contrário, foi possível aumentar a rigidez torsional do chassis, da carroçaria e dos apoios da carroçaria em cerca de 55%, de 6537 para 10,162 Nm/º. Além das melhorias da dinâmica e do conforto durante a condução normal, isto também resulta numa maior qualidade no que diz respeito, entre outros, aos níveis de ruído. Desta forma, o ruído e as vibrações durante a condução são sentidos a um nível bastante inferior no interior do veículo. Potente e eficiente No novo G 500 (consumo de combustível em ciclo combinado: 11.1 l/100 km; emissões de CO2 em ciclo combinado: 263 g/km) um motor V8 de 4.0 litros a gasolina, de elevadas prestações, assegura uma propulsão poderosa. O novo biturbo produz uma potência de 310 kW (422 CV) e um binário máximo de 610 Nm entre as 2000 e as 4750 rpm. Para a transferência de potência, a caixa de velocidades automática 9G TRONIC com conversor de binário foi especificamente adaptada para satisfazer as necessidades do icónico todo-o-terreno. Os engenheiros de desenvolvimento conseguiram reduzir os tempos de engrenamento e de resposta da caixa de 9 velocidades através de uma aplicação de software específica. A elevada relação de transmissão não só torna a condução mais silenciosa e confortável especialmente a baixa rotação do motor, como também contribui para a redução do consumo de combustível. ? [gallery type="slideshow" size="full" ids="92945,92943,92942,92941,92938,92934,92935,92932,92928,92930,92925,92923,92922,92919,92918,92916,92915"] O Classe G está agora equipado de série com uma direção eletromecânica de pinhão e cremalheira e portanto permite agora a implementação de sistemas de assistência à condução como o Parking Assist. Além disso, a direção eletromecânica consome menos energia do que um sistema de direção hidráulica. Em função do modo de condução, é implementado um dos três programas de características da direção, designadamente Comfort, Sport e Off-road. Isto permite sentir uma direção confortável ou desportiva e também uma resposta direta e precisa em estradas não pavimentadas e em terrenos exigentes - sempre associada a uma suficiente assistência à direção. Em suma: tão direta quanto possível, tão indireta quando necessário. Mais forte que o tempo O Classe G é o top model entre os veículos todo-o-terreno de luxo. Além de ser claramente o modelo ligeiro de passageiros com o maior ciclo de produção na história da Mercedes-Benz, é também o ancestral de todos os SUVs que ostentam a estrela de três pontas – é por esta razão que todos os modelos todo-o-terreno da Mercedes incluem no seu nome a letra maiúscula G. Aquilo que foi iniciado em 1972 com um acordo de cooperação entre a então Daimler-Benz AG e a Steyr-Daimler-Puch na cidade Austríaca de Graz, é agora uma história recheada de adjetivos superlativos e marcos históricos. O primeiro conceito desenvolvido já era diferente. Os engenheiros projetaram um veículo que impressionou com uma superior capacidade de todo-o-terreno, que ao mesmo tempo seduzia os clientes como um veículo completo e seguro, adequado para fins recreativos. O sistema de tração integral e os bloqueios de diferencial a 100% também têm acompanhado o Classe G desde o início, tal como o robusto chassis em escada. Na altura do seu lançamento de mercado na primavera de 1979, o modelo estava disponível com uma seleção de quatro versões de motor, com potências desde 53 kW/72 CV a 115 kW/156 CV. Os clientes podiam optar por uma versão Cabriolet com curta distância entre-eixos ou pelas versões Station Wagon com curta ou longa distância entre-eixos. Em 1989, os veículos da série de modelo 463 marcaram o início de um processo evolutivo para o Classe G que não abrangia apenas o aperfeiçoamento tecnológico. Tratava-se de uma evolução que também trouxe uma base de admiradores constantemente em crescimento e que destacou o seu carácter de veículo exclusivo para qualquer ocasião. Em 1993, o modelo recebeu o nome oficial que é utilizado até à atualidade: o Classe G. Os modelos Classe G utilizados para o "Papamóvel" são conhecidos em todo o mundo. O todo-o-terreno Mercedes-Benz 230 G pintado em madrepérola e com uma carroçaria especial transparente, acompanhou o Papa João Paulo II em inúmeras viagens desde 1980. O 25º aniversário do Classe G foi marcado pela chegada ao mercado de um modelo muito especial, desenvolvido pela Mercedes-AMG: o G 55 AMG Kompressor. O seu motor de oito cilindros (350 kW/476 CV, 700 Nm de binário) deu ao robusto todo-o-terreno um nível inédito de prestações e demonstrou o tremendo potencial do Classe G. O G 500 4x4² de 2015 não só acrescentou um interior luxoso à equação, mas também uma altura ao solo de 45 centímetros e um impressionante desempenho em estrada. Desde 2015, a gama do fabricante designo tem sido disponibilizada como opção para os clientes individualizarem os seus Classe G – com versões de equipamento exclusivo perfeitamente coordenadas entre si. Graças ao Mercedes-Maybach G 650 Landaulet, o icónico Classe G reinventou-se mais uma vez em 2017. Com um poderoso motor V12 (consumo de combustível em ciclo combinado: 17.0 l/100 km, emissões de CO2 em ciclo combinado: 397 g/km), eixos pórticos, capota elétrica e equipamento exclusivo no compartimento traseiro, este veículo especial de todo-o-terreno, que está limitado a 99 unidades, cumpre as expetativas dos clientes que procuram os mais elevados padrões de qualidade nos seus veículos. Provavelmente a forma mais exclusiva de desfrutar o prazer de uma condução com a capota aberta. O verão de 2017 testemunhou a saída do Classe G número 300,000 da linha de montagem de Graz – um Mercedes-Benz G 500 em azul metalizado Mauritius designo com bancos em pele preta e pespontos contrastantes em branco (consumo de combustível em ciclo combinado: 12.3 l/100 km; emissões de CO2 em ciclo combinado: 289 g/km). Equipado com uma vasta gama de características de todo-o-terreno, incluindo pneus todo-o-terreno montados em jantes pretas de 16 polegadas e robustas barras longitudinais do tejadilho, o veículo de aniversário embarcou este verão em novas aventuras. Os admiradores do Classe G em todo o mundo determinaram as especificações do veículo através da votação nos seus equipamentos e elementos preferidos na página oficial do Classe G no Facebook. Também poderá acompanhar as futuras viagens em estrada do Classe G número 300,000 nas redes sociais. [embed]https://youtu.be/7iGFH5HbWGM[/embed] Automonitor »