• Wearables antigos Samsung Gear não vão funcionar com novos equipamentos em 2021

    6 Dezembro 2020 >Aparentemente alguns Wearables mais antigos da Samsung, não serão compatíveis com os novos smartphones da marca. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Bruno Xarope Android Geek »

  • iPhone 11 com DxOMark melhorado

    6 Dezembro 2020 >/>A DxOMark actualizou o seu padrão de testes, e um dos beneficiados foi o iPhone 11, que saltou dos 109 para os 119 pontos.>O iPhone 12 Pro e 12 Pro Max estão actualmente na 5ª e 4ª posições da tabela respectivamente com 128 e 130 pontos respectivamente, apenas atrás do Huawei Mate 40 Pro (136), Xiaomi Mi 10 Ultra (133), e P40 Pro (132); mas desta vez é o iPhone do ano passado que é motivo de notícia. O >iPhone 11 tinha obtido originalmente uma pontuação de 109 pontos, mas após ter sido reanalisado segundo a mais recente versão dos testes, conseguiu subir para uma pontuação de 119 ponto.Uma melhoria de resultados que o deixa a apenas um ponto do Pixel 5 (120 pontos), e não muito distante dos resultados do iPhone 12 (122), ou do iPhone 11 Pro Max (124) - demonstrando que, pelo menos pela parte da fotografia, poderá não fazer grande sentido trocar de um iPhone 11 para um deste modelos.Há muito que o DxOMark era criticado por não ter em consideração algumas das capacidades disponibilizadas pelos smartphones actuais, pelo que com esta 4ª versão do seu protocolo de testes se espera que os resultados possam servir como melhor indicação do que vale cada smartphone em termos de capacidades de fotografia e vídeo. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Apple: novos iPhone 12 apresentam alguns problemas de bateria

    5 Dezembro 2020 A nova gama de smartphones da Apple é composta por quatro modelos, o iPhone mini, iPhone 12, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max, com os últimos dois a serem as versões high-end e a colherem algumas queixas dos utilizadores no fórum de suporte da Apple. Em causa não está o controlo de qualidade da empresa nem o mesmo foi afetado pela pandemia COVID-19. O problema terá como causa primária o software, mais concretamente o iOS 14, apesar de não estarem excluídas outras possíveis fontes. Descarga anómala da bateria em stand-by O problema foi relatado por mais de mil utilizadores de iPhone 12 Pro no Fórum de Suporte da Apple, aludindo sempre ao mesmo problema na bateria. Segundo os testemunhos, há um decréscimo acentuado na autonomia sem causa aparente. Por outras palavras, mesmo quando o iPhone está em stand-by, algumas unidades estão a consumir bastante energia. A problemática é recorrente em dispositivos da marca, tendo acontecido no passado com outros modelos de iPhone. Note-se que a problemática não afeta todos os novos iPhone 12, mas há já um número significativo de queixas. Entretanto, a Apple já terá sido notificada da situação perante o acumular de queixas na sua plataforma oficial de suporte. O iPhone 12 Pro parece ser o mais afetado Alguns utilizadores do modelo iPhone 12 Pro partilharam capturas de ecrã que evidenciam o caso. Segundo os mesmos, sem atividade de background aparente - processos ativos em segundo plano - a autonomia de bateria sofre um sério revés. Sem processos em 2.º plano, a bateria decai rapidamente Ainda assim, para tentar remediar a situação, um dos queixos na plataforma, o utilizador "Master26A" desativou a conexão 5G, mas sem efeito aparente no problema de drenagem da bateria. Mesmo ligado apenas ao Wi-Fi, a situação manteve-se. O utilizador afirmou já ter tentado todos os processos ao seu alcance para conter a drenagem de bateria. Mesmo assim, com a mais recente versão do sistema operativo iOS instalado, a bateria do seu iPhone 12 Pro tem "desaparecido a olhos vistos". Aliás, perante os gráficos apresentados pelos utilizadores pode notar-se uma diminuição, a uma taxa de descarga de 4%, mesmo sem processos abertos em segundo plano. Esta factualidade está, naturalmente, a frustrar os utilizadores. Mais de 1000 utilizadores reportaram o mesmo problema na bateria À data de redação deste artigo e consultando o fórum da Apple, vemos mais de mil queixosos repartidos entre os iPhone 12 e iPhone 12 Pro na sua maioria. Algo está a descarregar a bateria dos seus dispositivos sem causa aparente. O culpado provável é o iOS 14.1 Em várias das publicações, os utilizadores atribuem esta drenagem rápida da bateria à atualização iOS 14.1. Este terá sido o ponto de viragem que, em algumas novidades de iPhone está a piorar consideravelmente a sua bateria. Outro dos queixosos, que já entrou em contacto com a assistência da Apple, afirma que todos os testes de diagnóstico foram feitos e que nenhum problema se tornou aparente. Dito isto, a problemática não residirá no hardware (componentes físicos), mas sim no iOS. Esta já não é a primeira instância em que uma atualização do sistema operativo vem trazer um consumo exacerbado de energia. A propósito, recordamos o caso do iPhone 4S, em 2013, que sofreu uma problemática similar com o iOS 6.1. Aguardamos agora por uma postura oficial da Apple e, sobretudo, por uma atualização rápida que venha melhorar a vida dos utilizadores. Editores 4gnews recomendam: Apple pode vir a substituir o ecrã do teu iPhone 11 Fortnite encerra a 4.ª temporada e derruba a Twitch e PS Network Segue a 4gnews no Google Notícias e mantém-te a par das últimas novidades 4gnews »

  • Apple troca iPhones 11 com problemas no touchscreen

    5 Dezembro 2020 >/>A Apple lançou um programa de troca de iPhones 11 com problema de fabrico que pode causar problemas na detecção de toques no ecrã.>Se têm um iPhone 11 que não reconhece correctamente os toques no ecrã, poderão verificar se não será um dos modelos em que isso é causado por um problema de fabrico e está abrangido pelo >programa de trocas da Apple.>/>A Apple diz que o problema afecta "uma pequena percentagem" de iPhones 11, produzidos entre Novembro de 2019 e Maio de 2020, e que nem todos os iPhones deste período são afectados.Quem quiser ficar descansado, poderá introduzir o número de série do seu iPhone 11 na página disponibilizada pela Apple, e verificar se é um dos modelos afectados - podendo agendar a sua substituição num dos agentes autorizados. A Apple dá um prazo de dois anos após a data de compra (que por cá equivale à garantia obrigatória) para os clientes afectados poderem usufruir deste plano de troca. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • DxOMark revê pontuação da câmara do iPhone 11 e a Apple só tem a agradecer

    5 Dezembro 2020 A plataforma DxOMark reviu recentemente os seus protocolos de testagem às câmaras dos smartphones. Nesse sentido, ela tem, progressivamente, revisto alguns dos mais influentes dispositivos do mercado e o iPhone 11 foi o mais recente visado. Com esta renovada análise, o iPhone 11 recebe uma pontuação bem mais respeitável que a anterior. Obtendo agora 119 pontos gerais, o smartphone da Apple consegue mesmo superar alguns topos de gama Android lançados este ano. Tome-se como o Samsung Galaxy S20+ ou OnePlus 8 Pro que ficaram atrás do topo de gama da Apple de 2019. No entanto, importa referir que a pontuação do Galaxy S20+ reflete ainda os antigos padrões da DxOMark, logo, é possível que em breve também este smartphone veja a sua pontuação subir. iPhone 11 arrecada mais 10 pontos do que nos primeiros testes da DxOMark Publicada em janeiro de 2020, a primeira análise à câmara do iPhone 11 resultou em 109 pontos para o equipamento da Apple. Graças aos renovados padrões de teste da DxOMark, este mesmo equipamento vê essa pontuação subir para os 119 pontos. Neste novo resultado tiveram ainda influência as atualizações ao software que a tecnológica americana disponibilizou nos últimos meses. Pequenos ajustes que fazem da câmara um pouco melhor do que era quando chegou ao mercado. Dito isto, o iPhone 11 continua a capturar imagens com uma qualidade que não desilude. Temos uma boa preservação dos detalhes, boa reprodução de cores e uma grande angular de que poucos se podem orgulhar. O vídeo é previsivelmente outro dos pontos fortes deste equipamento, tal como a Apple já nos habituou. No entanto, continua a notar-se um efeito gelatina nas gravações realizadas enquanto andas. Para aqueles que já possuem um iPhone 11, esta reavaliação não irá modificar a tua experiência com a câmara do smartphone. Tudo o que a DxOMark avaliou agora já se encontra disponível no teu exemplar, porém, esta nova pontuação poderá convencer aspirantes ao uso do equipamento. Editores 4gnews recomendam: Apple pode vir a substituir o ecrã do teu iPhone 11 Problemas com carregamento wireless no iPhone 12? Apple prepara solução Apple: futuros MacBook podem receber nova cor há muito desejada 4gnews »

  • Apple pode vir a substituir o ecrã do teu iPhone 11

    5 Dezembro 2020 Tens um Apple iPhone 11 produzido entre novembro de 2019 e maio de 2020? O ecrã do smartphone está a apresentar erros estranhos como glitches, não responde ao toque, ou apresenta algum comportamento anómalo similar? Então temos boas notícias! Após reconhecer que uma diminuta percentagem dos dispositivos fabricantes no intervalo temporal referido supra, a Apple deu a saber que trocará gratuitamente os ecrãs ( displays ) afetados. Há, segundo a fabricante, um problema no módulo de ecrã. O ecrã do teu iPhone 11 deixou de responder? Apesar de frisar que apenas uma pequena percentagem dos smartphones da linha iPhone 11 são afetados pelo problema encontrado, a gigante de Cupertino assegura assim os seus consumidores. Se o erro for detetado, o módulo de ecrã será então trocado. Reiteramos que o lote de dispositivos afetados são os iPhone 11 produzidos desde novembro de 2019 até maio de 2020. Dentro desta amostragem, uma percentagem diminuta de aparelhos está a causar frustrações aos respetivos utilizadores. Em Portugal foram reportados alguns casos através de grupos de apoio e suporte dedicados à gigante norte-americana e respetivos produtos. No entanto, a problemática é agora reconhecida pela marca que pretende solucionar a questão. Vê se o teu iPhone 11 é contemplado pela Apple A marca disponibilizou uma plataforma online onde o utilizador pode introduzir o número de série do seu iPhone 11 e apurar a sua elegibilidade para o processo de troca. A consulta pode ser feita através da plataforma para troca do módulo de display. Em caso afirmativo, o utilizador deverá seguir as instruções apresentadas na página da Apple, nomeadamente, levar o seu iPhone 11 a um centro de reparação, ou mais concretamente a um Centro de assistência autorizado da Apple. Atualmente a Apple não alarga este programa de substituição de ecrã a todas as regiões e mercados, devendo o utilizador aferir a sua disponibilidade. Como encontrar o número de série do iPhone Aceder às Definições do iPhone > Geral e tocar em Informações. Procura o número de série. Aqui também será apresentado o IMEI/MEID e o ICCID. Para copiar o número de série basta premir o mesmo, manter a pressão alguns instantes até que o número seja copiado para a área de transferência. Editores 4gnews recomendam: Razer Tomahawk: eis o PC modular para jogos por 2 400 dólares Segue a 4gnews no Google Notícias e mantém-te a par das últimas novidades Apple Watch é o smartwatch mais vendido, mas atenção à Xiaomi 4gnews »

  • Tens um smartwatch Samsung Gear? Temos más notícias para ti

    4 Dezembro 2020 Os smartwatches Samsung Gear lançados entre 2013 e 2014 deixarão de ser compatíveis com os smartphones da marca lançados a partir do próximo ano. A informação foi revelada através de uma notificação da aplicação Galaxy Wearable, onde é referido que alguns modelos deixarão de poder ser usados em conjunto com os novos smartphones da fabricante sul-coreana, graças à impossibilidade de manter a qualidade do serviço através de atualizações. Quais os smartwatches Samsung Gear afetados Samsung Gear 1 Samsung Gear 2 Samsung Gear 2 Neo Samsung Gear S Samsung Gear Fit Apesar da incompatibilidade com modelos de smartphones vindouros da Samsung, continuarás a poder usar os equipamentos em questão emparelhados com qualquer terminal lançado em 2020 ou anos anteriores. A notícia tem especial relevância se estás a considerar fazer um upgrade para, por exemplo, um Samsung Galaxy S21. Se for esse o caso, talvez esteja na hora de atualizares todo o ecossistema, de forma a garantires a maior compatibilidade possível. Samsung Galaxy S21 deve chegar em janeiro de 2021 O próximo smartphone da linha Galaxy deve ser apresentado já no próximo mês, com direito ao novíssimo processador Snapdragon 888 e 8GB de memória RAM. Ao que tudo indica, o terminal está pronto e a ser submetido aos últimos testes antes de se levantar o seu véu. Editores 4gnews recomendam: Samsung Galaxy S21 trará 8 GB de RAM e o Snapdragon 888 Samsung Galaxy S20 já começou a receber a desejada atualização para o Android 11 Samsung Galaxy Buds Pro: design é totalmente revelado antes do tempo 4gnews »

  • Nova gama Peugeot 308 já em Portugal desde os 25.050 €

    4 Dezembro 2020 A nova gama do Peugeot 308 inaugura uma nova estrutura dividida por três níveis de equipamento – Active, Allure e GT – cada um deles complementado pelos respetivos upgrades designados de “Pack”. Os preços iniciam-se nos 25.050 € para a berlina e nos 26.200 € para as variantes SW. Automonitor »

  • iPhone 12: utilizadores queixam-se de problemas na rede móvel 4G e 5G

    3 Dezembro 2020 A Apple lançou os novos iPhone 12 este mês de outubro. E como qualquer novo dispositivo, este não se salva de apresentar problemas. Por esta altura, vários utilizadores se têm queixado de falhas com as redes móveis. iPhone 12 com quedas de sinal injustificadas de 4G e 5G O problema parece estar, para já, a afetar utilizadores das operadoras Verizon, AT&T e T-Mobile nos Estados Unidos. E as várias queixas falam em queda de sinal tanto em ligações 4G como 5G. Tal como revela o GSMArena, o problema já foi difundido em fóruns da Apple e no Reddit. Em ambos os casos, os donos de modelos diferentes do iPhone 12, dizem que o problema é mais proeminente quando viajam de carro. Aparentemente o sinal de rede móvel vai abaixo sem razão que o justifique. Primeiramente a rede apresenta zero barras, e depois o sinal cai por completo. Apenas após um minutos o sinal é recuperado, ou então com um reinício com recurso ao "modo avião". Apple já esta a par do problema, e prepara solução Um dos utilizadores terá contactado a Apple e a Verizon, que já estarão a par dos problemas citados. Contudo, a falha ainda continua por resolver (à data de escrita deste artigo), como podes ver pela publicação atualizada no Reddit. Acredita-se que pode ser algo que a Apple pode resolver com uma atualização. Contudo, os utilizadores afetados terão de esperar até que a empresa de Cupertino avance com essa resolução. Por enquanto não parecem registar-se estes problemas em utilizadores de outros regiões do globo. Editores 4gnews recomendam: iPhone 12 Pro Max leva coça do OnePlus 8T em "competição cega" de fotografia! Apple coloca site a vermelho (RED) e junta-se à luta contra a COVID-19 Apple MagSafe Duo à venda: preço ridículo e sem adaptador de corrente 4gnews »

  • Nokia também lançará um smartphone com Snapdragon 888, mas vai desiludir os fãs

    2 Dezembro 2020 Com a apresentação do Snapdragon 888, as empresas já pensam nos seus próximos equipamentos com este novo processador. Depois de várias confirmações, é agora tempo de surgirem notícias semelhantes direcionadas à Nokia. A informação ainda não é oficial, mas provém de uma fonte bastante credível no que diz respeito à marca finlandesa. Segundo Nokia anew, a Nokia já está a trabalhar num smartphone com o processador Snapdragon 888. A Nokia device powered by the Snapdragon 888/888+ exists and will not be released until the end of 2021. #Nokia10 (aka 9 Sirocco) https://t.co/jWKD3fNg5x #nokiamobile #nokia #snapdragon #qualcomm #hmd #Snapdragon888plus #exclusive pic.twitter.com/Bu5gbgLpb1 — Nokia anew ?????????? (@nokia_anew) 2 de dezembro de 2020 Este novo modelo ficará conhecido como Nokia 10 ou Nokia 9 Sirocco. A designação deste topo de gama ainda não está bem definida, mas já foi referido que a safira fará parte dos seus materiais de construção. Possível Nokia 10 só será lançado no final de 2021 Ora aqui está o ponto onde, uma vez mais, a Nokia vai ficar bem atrás da concorrência direta. Se aquilo que a fonte refere se confirmar, não veremos o possível Nokia 10 antes do final do próximo ano. Ou seja, estamos sensivelmente a um ano do lançamento deste equipamento de topo, quando uma Samsung deverá fazer algo semelhante já no próximo mês. Uma estratégia que não é surpresa na Nokia, mas que continua a ser triste de se ver. A primeira vez que vimos esta questionável estratégia foi com o lançamento do Nokia 9 PureView. Este conta com o Snapdragon 845, lançado em finais de 2017, mas o topo de gama da finlandesa só foi anunciado em fevereiro de 2019. Espera-se ainda que marca europeia apresente o Nokia 9.3 PureView antes do final de 2020, com o processador Snapdragon 865. O mesmo SoC que vimos nos principais topos de gama ao longo deste ano. Há uma forma de a Nokia ser bem sucedida com esta abordagem Todos questionamos o facto de a Nokia apresentar topos de gama com processadores do ano anterior, porque estes são vendidos a preço de topo de gama. No entanto, um ajuste no valor de venda do equipamento poderia mudar tudo. Seria uma jogada de génio se a Nokia imitasse o OnePlus X. Ou seja, um equipamento com preço de gama média, mas com um processador topo de gama que lhe garantia um excelente desempenho. Assim sendo, pensa num Nokia 9.3 PureView, com Snapdragon 865, mas com um preço a rondar os 400€. Isso seria um negócio fantástico, mas infelizmente é pouco provável que aconteça. Editores 4gnews recomendam: Snapdragon 888: os primeiros três smartphones com o novo SoC Qualcomm Lenovo, Meizu e Nubia na corrida pelos smartphones com Snapdragon 888 Xiaomi Redmi K40 Pro a caminho? Snapdragon 888 confirmado em novo smartphone 4gnews »

  • Samsung apostará em smartphones dobráveis mais finos e leves

    1 Dezembro 2020 A Samsung é a fabricante líder de mercado, responsável pelos smartphones Android mais utilizados no mundo. No entanto, perante um "mercado saturado", a pioneira dos dispositivos dobráveis apostará cada vez mais neste formato para continuar a crescer. Foi pela mão da Samsung, e em seguida pela Huawei, que ficamos a conhecer os primeiros smartphones dobráveis, um nicho ainda a dar os seus primeiros passos. Ainda assim, será neste campo completamente novo que a fabricante sul-coreana mais apostará. Os smartphones dobráveis são o futuro da Samsung O segmento de mercado que a Samsung ajudou a criar, carece ainda de muito trabalho, mas será um dos principais vetores de aposta. Com novos equipamentos já delineados, a prioridade será dar resposta às exigências dos consumidores. Este é o corolário da Samsung Eletronics 2020 Investor Forum, uma conferência virtual que reuniu vários dos mais importantes acionistas e dirigentes da empresa, além de Lee Jong-Min, o atual diretor-executivo da empresa sul-coreana. Outra das temáticas vernaculares prendeu-se com o futuro da empresa, a sua posição no mercado mobile e o futuro deste. Face ao atual estado de saturação, com ténues sinais de recuperação, a Samsung colocará mais smartphones dobráveis nas lojas. Face a um mercado saturado, a aposta será nos smartphones dobráveis Objetivos traçados pela Samsung no Electronics’ 2020 Investors Forum Tomando a palavra, Lee Jong-Min afirmou que os smartphones dobráveis permitirão à Samsung continuar a crescer, mesmo com o "mercado saturado dos smartphones". O responsável pela fabricante foi claro, o futuro passará por este novo formato. "Os smartphones dobráveis não são meramente uma expansão dos telefones atuais, mas sim um setor inteiramente distinto", afirmou Jong-Min durante a conferência com investidores e acionistas. Os esforços da marca passarão assim pela solidificação da gama Z como um dos produtos mais populares, enraizando esta gama na mente dos consumidores. Algo que conseguirão ao sustentar-se também nos avanços em outras áreas e gamas de produtos. Ir ao encontro dos consumidores Dados revelados pela Samsung no Electronics’ 2020 Investors Forum Ainda que possa parecer óbvio, os próximos smartphones dobráveis deverão ser mais finos e mais leves. Este ponto foi bastante enfatizado, mesmo que a mais recente iteração do Galaxy Fold, seja mais pesado e grosso que o primeiro dessa gama. Revelando também vários dos desejos dos consumidores, a Samsung quer assim dar resposta a estas necessidades. Focando-se na produtividade com os Fold, o tamanho de ecrã continuará a ser a principal mais-valia, aliada ao formato dobrável. A isto junta-se a portabilidade e comodidade de ter um grande ecrã, num formato futuramente mais compacto. Por outras palavras, os Fold darão ao consumidor a área grande de ecrã que carateriza e valoriza os tablets, mas num produto fácil de transportar. Entretanto, a Samsung está a ultimar a linha Galaxy S21, com apresentação provável em fevereiro de 2021. Aí poderemos também ficar a conhecer um novo dispositivo dobrável, refletindo já esta nova direção e esforços coordenados da empresa. Editores 4gnews recomendam: Amazfit Pop Pro é oficial: smartwatch de baixo custo com GPS OnePlus Buds estão a frustrar utilizadores. Só um deles parece funcionar! Apple enfrenta multa milionária devido à resistência à água dos iPhone 4gnews »

  • Os 5 smartphones Samsung mais vendidos no mercado

    1 Dezembro 2020 A Samsung é líder indiscutível no mercado de smartphones e dispositivos móveis, com a Apple e Xiaomi a ocuparem os demais lugar no pódio durante o terceiro trimestre de 2020. Agora, graças aos dados da agência Canalys temos novas e cativantes métricas. Estes são os smartphones Samsung mais vendidos entre o início de agosto e o final de outubro de 2020. São um reflexo da retração de mercado sentida neste setor, bem como uma tendência para a poupança na hora de comprar um novo telefone. 1. Samsung Galaxy A21s O Galaxy A21s chegou ao mercado em junho de 2020. O Samsung Galaxy A21s é um smartphone Android de gama média-baixa, destacando-se pela capacidade de bateria (5000 mAh) e boa autonomia. Tem o processador Exynos 850, bem como um grande ecrã de 6,5 polegadas, tecnologia PLS TFT. A câmara traseira quádrupla coloca-o a par das tendências de 2020, com um módulo principal de 48 MP, ao passo que a câmara frontal tem 13 MP de resolução. Conta com até 6 GB de memória RAM e até 128 GB de armazenamento interno. O smartphone Samsung está disponível em vários esquemas de cor, desde 169 € na Amazon.ES. 2. Samsung Galaxy A11 O Galaxy A11 chegou ao mercado em maio de 2020. O Galaxy A11 é um dos smartphones mais baratos da Samsung, inserido na gama de entrada. O design é moderno, com o ecrã completo, perfurado pela câmara frontal e cantos arredondados. A traseira é caraterizada pela câmara tripla e linhas simples. Tem uma bateria de alta capacidade com 4 000 mAh, com 2 ou 3 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno. O ecrã tem 6,4 polegadas, tecnologia PLS TFT e resolução HD+, com o processador Snapdragon 450 da Qualcomm. Este Samsung Galaxy A11 está disponível em vários tons de cor, desde 145 € na Amazon.ES. 3. Samsung Galaxy A51 O Galaxy A51 chegou ao mercado em dezembro de 2019. O Samsung Galaxy A51 é um bom smartphone de gama média da fabricante sul-coreana, destacando-se pelo ecrã Super AMOLED de 6,5 polegadas com resolução Full-HD+. Tem uma bateria com 4 000 mAh de capacidade, com como carga rápida a 15 W. Apresenta um design moderno, com linhas discretas e cantos arredondados. Usa o processador Exynos 9611 da Samsung, com até 128 GB de armazenamento interno e 8 GB de memória RAM, além de câmara principal quádrupla com sensor de 48 MP. Este bom smartphone Samsung está disponível em vários esquemas de cor, desde 249 € na Amazon.ES. 4. Samsung Galaxy A31 O Galaxy A31 chegou ao mercado em abril de 2020. O Galaxy A31 é um dos smartphones Samsung mais vendidos, inserindo-se no segmento de gama média. Apresenta um ecrã de 6,4 polegadas, Super AMOLED com resolução Full-HD+, além do processador Helio P65 da MediaTek a 12 nanómetros. A câmara principal é quádrupla, com sensor principal de 48 MP e câmara fotográfica frontal de 20 MP. A bateria tem 5 000 mAh de capacidade e carregamento rápido a 15 W. Conta ainda com o leitor de impressões digitais embutido no ecrã. O smartphone Samsung está disponível em vários tons de cor, desde 213 € na Amazon.ES. 5. Samsung Galaxy A01 Core O Samsung Galaxy A01 Core chegou ao mercado em agosto de 2020. Por fim temos o smartphone mais barato da Samsung. Tem 1 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento interno, além de uma bateria com 3 000 mAh de capacidade, câmara traseira de 8 MP, bem como uma câmara frontal de 5 MP na margem superior. O design é convencional, construído em plástico e equipado com o processador MT6739 da MediaTek. Usa a versão otimizada do Android para telemóveis baratos, o Android Go Edition e conta com ecrã de 5,3 polegadas, TFT e resolução HD+. O smartphone está disponível em vários tons de cor, desde 129 € na Amazon.ES. O Top 10 de smartphones no 3.º trimestre de 2020 A lista acima indica-nos os cinco smartphones Samsung mais vendidos durante este período, entre o total de dez contabilizados pela agência Canalys. Com base nos seus dados podemos aferir a popularidade dos smartphones Apple iPhone 11 e SE, sendo os dispositivos mais caros da lista. Por outro lado, a Samsung e Xiaomi dividem os oito lugares remanescentes, com três smartphones da Xiaomi e os cinco smartphones Samsung acima listados. Note-se a prevalência dos dispositivos móveis mais baratos, tendencialmente de gama média / baixa durante o período em questão. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi: Lei Jun desmente 3 mitos sobre a fabricante de smartphones Amazfit Pop Pro é oficial: smartwatch de baixo custo com GPS Xiaomi afasta Apple do pódio das vendas de smartphones a nível mudial 4gnews »

  • Apple tem ideia 'fora da caixa' para melhorar a autonomia do Apple Watch

    1 Dezembro 2020 O Apple Watch é um produto fantástico, mas tal como muitos dos seus semelhantes possui uma grande desvantagem: autonomia. Quem o tem já estará habituado a ter de o carregar diariamente, mas seria bem melhor se isso fosse alterado. Com isso em mente, a Apple submeteu uma nova patente que poderá ajudar a solucionar o problema da autonomia do Apple Watch. Neste caso, o objetivo passaria por colocar baterias na bracelete do smartwatch. Apple Watch poderá receber bracelete com pequenas baterias Os documentos submetidos pela Apple retratam uma bracelete com uma moldura interna que poderá ser usada para colocar pequenas baterias no interior. Cada uma delas será isolada das restantes e poderá ser facilmente substituída. O processo de carregamento destas células extra será também feito por indução, ou seja, carregamento sem fios. Isso indicia que o carregador que já tens para o Apple Watch possa servir igualmente para carregar a sua bracelete. A conexão desta irreverente bracelete ao smartwatch será feita através de pins. Embora a patente refira uma bracelete em borracha como veículo para o conceito, acredita-se que este possa igualmente ser aplicado em braceletes de metal como o devido isolamento. Observados estes documentos, é impossível não os ligar a uma tentativa de melhorar a autonomia do Apple Watch. Não vejo outro objetivo que não esse para a inclusão de pequenas baterias numa bracelete. Desta forma, a Apple não teria de sacrificar a estrutura do seu gadget para lhe colocar uma bateria maior. Poderia manter a célula que usa atualmente e complementá-la com esta abordagem diferente. Como sempre referimos quando nos debruçamos sobre uma patente, nada nos garante que ela se materialize. Sabemos que a Apple está a trabalhar na ideia, mas nada a obriga a ter de colocar esta tecnologia no mercado. Editores 4gnews recomendam: Apple enfrenta multa milionária devido à resistência à água dos iPhone iPhone 13 pode ter uma das melhores características do Samsung Galaxy Note 20 Ultra Xiaomi afasta Apple do pódio das vendas de smartphones a nível mudial 4gnews »

  • Melhores smartphones 2020: a compra ideal para cada utilizador!

    30 Novembro 2020 Em pleno final de 2020 selecionamos agora os melhores smartphones do ano. Aqueles que surpreenderam a equipa 4gnews, desde o melhor smartphone custo benefício, melhor Android do mercado e até o melhor dos telemóveis que podes comprar. Entre os fatores preponderantes para as escolhas da 4gnews indicamos as caraterísticas de cada smartphone, as tendências de mercado, feedback dos utilizadores, preço médio e relação preço qualidade. Eis os melhores smartphones do ano. Apple iPhone 12: smartphone completo para utilizadores iOS Os iPhone 12 da Apple foram anunciados em outubro de 2020. Ecrã: 6,1 polegadas Plataforma: iOS Preço: desde 929 € O iPhone 12 da Apple é um bom smartphone para quem procura uma plataforma segura, estável e com até cinco anos de atualizações de software. A par dos iPhone 12 Pro, este telemóvel Apple tem o novo processador A14 Bionic, câmaras duplas que agradarão à maioria dos utilizadores. Sem esquecer o carregamento sem-fios "MagSage" e até o suporte para redes 5G. Para os utilizadores e fãs mais exigentes, o iPhone 12 Pro Max é uma boa compra para quem dá prioridade à qualidade fotográfica, sobretudo para foto e vídeo noturno. Além disso, tem a melhor autonomia de bateria entre os novos telemóveis Apple. Samsung Galaxy S20: opção segura para utilizadores Android O Galaxy S20 da Samsung foi anunciado em fevereiro de 2020. Ecrã: 6,2 polegadas Plataforma: Android (OneUI) Preço: desde 699 € na Amazon.ES O melhor smartphone Samsung em 2020, para o consumidor comum, é o Galaxy S20 na sua versão standard. O excelente ecrã AMOLED de 6,2 polegadas, a taxa de atualização até 120 Hz, resistência à água e belíssima qualidade de construção são os maiores destaques. Além disso, é um dos smartphones com os melhores processadores, garantindo um excelente desempenho e velocidade. Aos consumidores mais exigentes, ou que procurem um smartphone Android de maiores dimensões podemos recomendar as versões Galaxy S20+, ou inclusive o Galaxy S20 Ultra. São maiores e com câmaras fotográficas ainda mais versáteis. OnePlus 8 Pro: campeão do custo-benefício em 2020 O OnePlus 8 Pro foi anunciado em abril de 2020. Ecrã: 6,78 polegadas Plataforma: Android (Oxygen OS) Preço: desde 829 € na Amazon.ES A OnePlus lançou vários smartphones em 2020, mas o OnePlus 8 Pro é o topo de gama com melhor relação preço / qualidade no segmento Android, além de se contar entre os smartphones com os melhores processadores do mercado, neste caso o Snapdragon 865 da Qualcomm. Destaca-se ainda pelo grande ecrã AMOLED com atualização a 120 Hz e pela resistência à água. Aos consumidores que procurem os melhores smartphones na relação custo-benefício em 2020 podemos recomendar o OnePlus 8T, ou mesmo o OnePlus 8. Em ambos os casos ficarão com um produto de topo que garantirá ótimo desempenho por vários anos. Samsung Galaxy Note 20 Ultra: o melhor do Android O Note 20 Ultra da Samsung foi anunciado em agosto de 2020. Ecrã: 6,9 polegadas Plataforma: Android (OneUI) Preço: desde 969 € na Amazon.ES A fabricante líder de mercado tem no Note20 Ultra o melhor Android do mercado. Este smartphone premium é o resultado de anos de inovação, surpreendendo pelo grande ecrã de 6,9 polegadas AMOLED com alta taxa de atualização até 120 Hz e forte brilho. A icónica S-Pen é a mais-valia para quem coloca a produtividade entre as prioridades, brilhando também na câmara fotográfica. Caso o orçamento não seja impedimento, este é o melhor smartphone para utilizadores exigentes. Por outro lado, caso procurem algo mais barato, mas com o mesmo formato, a versão base deste produto, o Samsung Galaxy Note 20 é uma alternativa válida. OnePlus Nord: premium, poderoso e acessível O OnePlus Nord foi anunciado em julho de 2020. Ecrã: 6,54 polegadas Plataforma: Android (Oxygen OS) Preço: desde 399 € na Amazon.ES O OnePlus Nord é o smartphone Android com melhor relação qualidade/preço em 2020, colocando-se no segmento de gama média-alta. O vidro reveste o painel traseiro e frontal, conferindo-lhe um toque premium, apesar de ter estrutura interna em plástico. O processador Snadpragon 765G entrega potência suficiente para a maioria dos utilizadores e até a câmara é uma boa surpresa. Em alternativa, na secção custo-benefício, há uma nota de louvor a ser dada ao Redmi Note 9 Pro da Xiaomi. É um bom smartphone que conquista pelo ecrã completo, bem como pela autonomia de bateria e desempenho mais que suficiente. POCO X3 NFC: melhor smartphone de gama média em 2020 O POCO X3 da Xiaomi foi anunciado em setembro de 2020. Ecrã: 6,67 polegadas Plataforma: Android (MIUI) Preço: desde 229 € na Amazon.ES O POCO X3 NFC integra o ecossistema Xiaomi e é o melhor smartphone que podes comprar em 2020 por menos de 250 euros. O ecrã completo, o processador Snapdragon 732G, enorme bateria com 5160 mAh de capacidade e grande autonomia fazem dele a escolha certa na gama média. O supra-sumo do custo-benefício, com câmara quádrupla e carregamento rápido a 33 W. Em segundo lugar nesta categoria destacamos o smartphone Xiaomi Mi 10T Lite 5G. Similar ao POCO X3 NFC, com processador melhorado, o Snapdragon 750G e suporte para 5G. A construção em vidro dá-lhe um toque premium, com cores muito cativantes. Xiaomi Redmi 9C: smartphone barato e bom O Xiaomi Redmi 9C foi anunciado em junho de 2020. Ecrã: 6,53 polegadas Plataforma: Android (MIUI) Preço: desde 129 € na Amazon.ES Quando a questão é qual o melhor smartphone para comprar até 100 euros, as escolhas são poucas, mas há um dispositivo que merece destaque, o Redmi 9C da Xiaomi. O smartphone Android mais barato e competente, com ecrã grande e completo, câmara tripla e um processador competente da MediaTek, o Helio G35. Tem boa autonomia e duas cores vibrantes. Na gama de entrada, com smartphones até 100 euros, deixamos uma nota de louvor ao Realme C11. Um dos melhores smartphones do mercado neste escalão de telefones baratos, também ele com o Helio 35 da MediaTek e um grande ecrã de 6,52 polegadas. Nokia 800 Tough: o melhor telemóvel para trabalho e não só! O Nokia 800 Tough foi anunciado em setembro de 2020. Ecrã: 2,4 polegadas Plataforma: KaiOS Preço: desde 154 € na Amazon.ES A Nokia tem o melhor telemóvel do mundo, ou pelo menos o melhor telemóvel no mercado europeu. O novo Nokia 800 Tough tem resistência IP68, cumpre os parâmetros MIL-STD-810G, com autonomia até 43 dias em stand-by, ou para vários dias de uso normal. A isto junta-se o acesso ao WhatsApp e Facebook com ambas as apps instaladas, ecrã a cores e botões físicos. Quem estiver à procura do melhor telemóvel para trabalho, compacto, fácil de transportar, mas verdadeiramente durável, recomendamos este telemóvel Nokia. É, em 2020, um dos melhores telefones básicos no mercado pela sua durabilidade. A quem estiver à procura de algo mais económico, recomendamos os melhores smartphones até 300 euros, ou ainda, os melhores telefones até 400 euros, com várias sugestões. De qualquer modo, vê como escolher um smartphone, com dicas rápidas e úteis para garantir uma boa compra! 4gnews »