• Nacon responde à Frogwares: "Estão a sabotar os nossos investimentos"

    4 Março 2021 />>A Nacom já respondeu às >acusações da Frogwares relativamente ao caso de The Sinking City.>Esta semana, o estúdio francês que desenvolveu The Sinking City acusou a editora de piratear, alterar e de distribuir ilegalmente o jogo no Steam. Agora, a editora responde, acusando o estúdio de sabotar o investimento realizado e afirmando estar inocente.>"A Nacon contribuiu para o financiamento da produção e pagamento de royalties da Frogwares com 8.9 milhões de euros até à data (incluindo o pagamento completo para uma versão Steam), tornando o investimento global bem acima de 10 milhões de euros se integrarmos os custos de marketing," disse a Nacon no >site oficial.>>Mais... Eurogamer »

  • Estúdio de The Sinking City acusa Nacon de hackear e piratear o seu jogo

    3 Março 2021 />>A Frogwares, que desenvolveu os jogos da série Sherlock Holmes e mais recentemente The Sinking City, está a acusar a Nacon, uma editora videojogos e fabricantes de acessórios como comandos, de hackear e piratear o seu jogo.>"A Nacon crackou, hackeou, mudou o código e conteúdos do nosso jogo, e fez um upload ilegal de The Sinking City para o Steam a 26 de Fevereiro de 2021 para comercializá-lo debaixo do seu nome sem o nosso conhecimento," acusa a Frogwares numa entrada do seu >blogue.>O texto publicado pelo estúdio explica que desde o lançamento de The Sinking City a 27 de Junho de 2019 que tiveram problemas contínuos com a Nacon. Embora o Steam seja uma das plataformas listadas no contrato entre as duas partes, "as acções ilegais da Nacon forçaram a Frogwares a defender a sua propriedade e a reagir perante as leis francesas por falta de pagamentos, tentativas de roubar a nossa propriedadade, entre outras coisas".>>Mais... Eurogamer »