• Samsung Galaxy S21: estas serão as cores dos novos topos de gama

    23 Outubro 2020 Os próximos topos de gama da Samsung parecem estar mais próximos que o inicialmente previsto. Os dados sobre os Samsung Galaxy S21 proliferam, sobretudo no que respeita ao seu design. Desta feita, ficamos a saber em que cores os novos topos de gama da sul-coreana chegarão ao mercado. Dados provenientes do especialista em ecrãs Ross Young e partilhados no seu perfil no Twitter. Eis as cores dos Samsung Galaxy S21 Samsung Galaxy S21: branco, cinza, rosa e violeta Samsung Galaxy S21+ - preto e prata Samsung Galaxy S21 Ultra - preto, prata e violeta A Samsung não tem por hábito lançar os seus topos de gama em cores extravagantes. Essas colorações mais arrojadas são habitualmente direcionadas para os seus modelos de gamas mais baixas e parece que isso não mudará no próximo ano. Contudo, vale relembrar que, por vezes, a Samsung decide dar a exclusividade de algumas cores em mercados selecionados. Por isso, não seria de estranhar caso alguma destas acabasse por não chegar ao nosso mercado. É importante notar que esta é uma informação precoce e que poderá sofrer alterações até que os Galaxy S21 cheguem ao mercado. Aliás, como praticamente todos os rumores que se começam a saber. Samsung Galaxy S21 pode chegar já em janeiro Rumores indicam que a Samsung poderá antecipar, em um mês, a apresentação dos seus novos topos de gama. Habitualmente desvendados em fevereiro, 2021 poderá começar com importantes novidades no mercado Android. Relativamente ao que mais se sabe sobre os Samsung Galaxy S1, importa relembrar que o seu design não será drasticamente diferente dos modelos deste ano. Veremos um ecrã completo, com um pequeno orifício ao centro para a câmara frontal. A grande mudança poderá estar no módulo das câmaras traseiras. Para conseguir disfarçar a saliência que estas apresentam atualmente, a Samsung poderá colocar parte desse módulo na lateral dos Galaxy S21. Editores 4gnews recomendam: Samsung Galaxy S21 (S30): imagem confirma os módulos da câmara do smartphone topo de gama Samsung Galaxy S21 (S30): este é o nome da nova tecnologia de ecrã dos smartphones Samsung prepara mudanças na S Pen para que esta funcione no Galaxy Z Fold 3 4gnews »

  • Xiaomi poderá lançar um smartphone dobrável como nunca viste

    23 Outubro 2020 Já por várias vezes a Xiaomi deu indicações de que pretende entrar no mercado dos smartphones dobráveis. Nos últimos anos, temos visto várias patentes que nos vão deixando algumas pistas e hoje temos mais um caso do género. Tal como notado pela publicação Lets Go Digital, a Xiaomi submeteu uma nova patente para um smartphone dobrável com um ecrã deslizante. Um pequeno pormenor que ainda não vimos em nenhum dispositivo deste segmento. Xiaomi quer desenvolver um smartphone dobrável com um ecrã deslizante A patente em causa foi submetida junto das entidades competentes em abril deste ano, mas só agora foi aprovada. Nela vemos os esquemas de um equipamento com várias semelhanças com o Galaxy Z Fold 2, nomeadamente o seu ecrã exterior. É neste componente que a magia acontece. O ecrã exterior deste hipotético smartphone dobrável da Xiaomi poderá deslizar para baixo, para revelar o que aparenta ser o auscultador e uma câmara frontal dupla. Na parte interior temos um ecrã de grandes dimensões sem interrupções, nem mesmo para uma câmara frontal interior. Já na traseira temos uma câmara com quatro lentes, mas atenção que estes pormenores poderão não ser fielmente replicados num eventual produto comercializável. Dito isto, resta saber qual a vantagem que a Xiaomi vê neste conceito. Fazer o ecrã exterior deslizar para baixo apenas para revelar um auscultador e a câmara frontal não parece ser algo que vá mudar radicalmente a utilização do equipamento. Importa, em todo o caso, frisar que uma patente é apenas indicação de que a empresa está a desenvolver a ideia. Nada nos garante que a Xiaomi venha a lançar um produto para o mercado tal qual o vemos neste documento. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi Redmi Note 10 e 10 Pro: mais informações sobre os próximos smartphones Xiaomi prepara novo smartphone para confundir ainda mais os consumidores Xiaomi continua a apostar no mundo gaming com novo monitor. O preço não desilude! 4gnews » Correio da Manhã »

  • Samsung Galaxy S21 (S30): este é o nome da nova tecnologia de ecrã dos smartphones

    23 Outubro 2020 A Samsung está a preparar os seus novos smartphones. O Samsung Galaxy S21 (ou S30) prometem ser dispositivos que vão dar que falar no mercado. Aliás, todos os anos os Galaxy S trazem novidades relevantes. A Samsung acaba de registar um novo termo para a sua tecnologia de ecrã chamada "Blade Bezel". Este nome foi registado nas entidades oficiais da Corea do Sul e os rumores referem que será integrado nos novos Samsung Gaalxy S21. O que é o Blade Bezel nos Samsung Galaxy S21 (S30) Infelizmente a entidade reguladora não descreveu a tecnologia de forma concreta. Ou seja, continuamos sem menor ideia o que quer significar "Blade Bezel". Sabemos apenas que a Samsung está a trabalhar numa forma de reduzir ainda mais as margens dos smartphones. Aliás, nos últimos anos temos visto a empresa a fugir dos ecrãs curvos para nos dar telas espalmadas. O nome "Blade Bezel" (margem lâmina), poderá significar isso mesmo. Uma margem tão estreita quanto uma lâmina. Lembro que a Samsung é uma das repsonsáveis pelas pequenas margens (inferiores) dos iPhone. A Apple já desde o iPhone X que "dobra" o ecrã dentro do smartphone de forma a deduzir a margem inferior do smarpthone. Para já, nenhuma outra fabricante faz isso. O que esperar dos Samsung Galaxy S21 É mais que esperado que teremos (pelo menos) 3 novos modelos. Contudo, a Apple lançou 4 modelos este ano com um "mini". Ou seja, é de esperar que a Samsung venha a competir com este smartphone de alguma forma. Para já os ecrãs dos smartphones tem sido cada vez maiores, esperemos que a Samsung também nos queira dar um topo de gama com proporções menores. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi prepara novo smartphone para confundir ainda mais os consumidores Bateria do iPhone 12 "derrete" com o 5G ligado Epic Games acaba de tornar o teu Halloween muito especial. Jogos grátis e grandes promoções! 4gnews »

  • Samsung Galaxy S21 (S30): imagem confirma os módulos da câmara do smartphone topo de gama

    23 Outubro 2020 Já se falou que o Samsung Galaxy S21 (ou Samsung Galaxy S30) será revelado um pouco antes do esperado. O smartphone topo de gama promete ser o dispositivo a ponderar para o próximo ano. Com a revelação do iPhone 12 a Samsung tem pela frente concorrentes mais ferozes que nunca. A Apple quer chegar a segmentos de mercado novos e que são dominados pela Samsung. Eis os módulos da câmara do Samsung Galaxy S21 (S30) A imagem segue as informações que já tivemos sobre o smartphone. Os rumores indicam que este novo módulo de câmara será junto à margem do smartphone. Porém, não teremos uma pequena corcunda. Em vez disso, a Samsung "prolongará" a lateral para a câmara. Um truque de design que pode muito bem ser a próxima evolução nos smartphones. Samsung Galaxy S21 360° spinning view by @OnLeaks! Estas imagens não nos mostram muito, porém, referem aquilo que já acreditávamos e dá-nos mais razões para acreditar que o módulo da tripla câmara traseira será assim. Teremos dois lados circulares e dois lados em bico. Mais uma vez, um design que ainda não vimos nos smartphones até então. Como podemos ver nos vídeos que estão acima e abaixo, estes módulos encaixam perfeitamente nas informações lançadas pelo @OnLeaks. O leakster raramente falha e quando temos pormenores destes a esta altura do campeonato, significa que o smartphone pode muito bem estar aqui ao pé. Samsung Galaxy S21 Ultra 360° spinning view by @OnLeaks! Em suma, o tempo passará e acredito que mais informações chegarão. Os novos Samsung Galaxy S21 (S30) poderão chegar em janeiro. Se tal acontecer, é garantido que os próximos meses serão repletos de fugas de informação sobre as novas características dos smartphones. Editores 4gnews recomendam: Huawei Mate 30E Pro é oficial. Este pode vir a dar que falar Huawei surpreende fãs com novo smartwatch e headphones de luxo Vodafone e NOS preparam um ataque à MEO com nova parceria 4gnews »

  • WhatsApp para Android trará uma nova funcionalidade de segurança que vais gostar

    23 Outubro 2020 O WhatsApp continua a evoluir. A aplicação trará uma nova funcionalidade para utilizadores Android que promete melhorar (ainda mais) a segurança das suas conversas. De acordo com as mais recentes informações, está para chegar o reconhecimento facial para desbloquear a App no sistema Android. Esta já é uma funcionalidade que chegou ao iOS (muito porque a Apple foi removendo leitor de impressões digitais em prol do FaceID). WhatsApp para Android trará reconhecimento facial à aplicação Assim sendo, se és daqueles que tem um smartphone Android e prefere utilizar o reconhecimento facial em vez do leitor de impressões digitais, ficarás feliz ao saber que o poderás utilizar no WhatsApp em breve. Ainda não há datas para que os utilizadores recebam a novidade, porém, o WhatsApp já nos mostrou que está a trabalhar arduamente para nos dar novas funcionalidades. WhatsApp está a evoluir de forma considerável Durante muitos anos, principalmente depois da compra do Facebook, o WhatsApp pouco evoluiu. Contudo, isso tem mudado nos últimos tempos. O WhatsApp Web está mais completo e as funcionalidades (como o Dark Mode) já estão disponíveis para Android e iOS. Ou seja, a equipa de programadores está, efetivamente, a ouvir os seus utilizadores. Ainda assim, o WhatsApp tem muito a evoluir. Ainda que seja a plataforma de mensagens mais utilizada no mundo, continua a deixar a desejar nas chamadas de vídeo ou de voz. Onde outras Apps, como por exemplo o Google Duo, estão a anos luz. Principalmente no que toca à qualidade de imagem e som nas chamadas. Em suma, é bom ver o WhatsApp a evoluir. As implementações demoram o seu tempo, todavia, vemos uma maior vontade de evoluir uma aplicação que é das mais utilizadas no mundo. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi Redmi Note 10 e 10 Pro: mais informações sobre os próximos smartphones Xiaomi prepara novo smartphone para confundir ainda mais os consumidores Huawei surpreende fãs com novo smartwatch e headphones de luxo 4gnews »

  • Xiaomi Redmi Note 10 e 10 Pro: mais informações sobre os próximos smartphones

    23 Outubro 2020 A submarca da Xiaomi, Redmi, está a preparar mais dois smartphones para o mercado. O Xiaomi Redmi Note 10 e Redmi Note 10 Pro deverão chegar em breve. Os rumores referem que os terminais vão surpreender em muitos aspetos e hoje temos novas informações que compravam isso mesmo. Carregamento rápido em smartphones de gama média A Xiaomi cansou-se de oferecer lentidão no carregamento de smartphones. Assim sendo, estes novos Xiaomi Redmi Note 10 e Redmi Note 10 Pro chegarão com carregamento rápido. A certificação na TENAA (Entidade reguladora mobile na China), confirma que um destes modelos deverá chegar com um carregamento rápido de 25W e o outro com 33W. Escusado será dizer que o modelo Pro deverá ser aquele que trará mais potência de carregamento. Alegado design do Xiaomi Redmi Note 10 Esta imagem mostra aquilo que esperar do design dos próximos smartphones. Neste caso estamos a olhar para o Redmi Note 10, porém, o modelo Pro não deverá fugir muito a este design. Teremos uma tripla câmara traseira e ainda um pequeno buraco no ecrã para a câmara frontal. Resta-nos saber a tecnologia de ecrã. Se for AMOLED ou OLED, é muito possível que tenhamos sensor biométrico embutido. Lembro que a Samsung começa a oferecer este tipo de ecrã e tecnologia biométrica nos seus smartphones intermediários. Depois da Huawei sair da corrida, a Samsung é a grande concorrente da Xiaomi e Redmi. Por fim, os rumores referem que os terminais chegarão com uma câmara de 108MP. Caso tal aconteça, acreditamos que este sensor será exclusivo do modelo "Pro". Plausível imaginar o Redmi Note 10 com 64MP ou 48MP de câmara principal. Ainda não temos informações sobre quando será a sua chegada, porém, com esta certificação, temos a certeza que não demorará muito. Editores 4gnews recomendam: Huawei surpreende fãs com novo smartwatch e headphones de luxo Xiaomi prepara novo smartphone para confundir ainda mais os consumidores Bateria do iPhone 12 "derrete" com o 5G ligado 4gnews »

  • Samsung Galaxy S20 FE recebe nova atualização com melhorias no ecrã

    23 Outubro 2020 >A atualização inclui várias otimizações em conjunto com melhorias na capacidade de resposta do ecrã sensível ao toque. A versão do firmware G78xxXXU1ATJ5 está a ser vista em ambas as variantes do Galaxy S20 FE LTE (SM-G780F) e 5G (SM-G781B). >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Huawei Freebuds Studio auscultadores premium com cancelamento de ruído

    22 Outubro 2020 >em conjunto com o seu novo telefone topo de gama, o Mate 40 Pro, a marca apresentou os seus novos fones de ouvido, os Huawei Freebuds Studio. Estes fones de ouvido foram mencionados anteriormente, mas foi hoje que pudemos conhecê-los oficialmente. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Alguns Galaxy Note 20 já podem registar-se para o One UI 3.0 beta

    22 Outubro 2020 >0 está agora aberto para proprietários da Samsung Galaxy Note 20 Series. Os utilizadores do Galaxy S20 podem testar o novo One UI 3. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Twitter para Android: agora vais poder partilhar tweets como sempre desejaste!

    22 Outubro 2020 Apesar de não estar tantas vezes no centro das atenções, o Twitter continua a ser uma das mais populares redes sociais, mantendo um crescimento bastante estável ao longo dos seus longos anos de existência. Para que os utilizadores continuem entusiasmados com a plataforma, é importante que continuem a ser implementadas novas funcionalidades recentemente. No entanto, para desespero de muitos utilizadores Android, estas novas funcionalidades chegam na maioria das vezes muito mais cedo à aplicação para iOS. O novo menu de partilha de tweets é o mais recente exemplo, tendo ficado disponível para iOS no início de agosto. Agora, mais de 2 meses passados, o Twitter confirmou que a nova implementação está finalmente a ser testada na versão para Android. Partilhar tweets nos smartphones Android ficará mais fácil e muito mais versátil Utilizando a sua publicação original do lançamento da funcionalidade para iOS, a equipa de programadores do Twitter revelou que os seus "amigos no Android" já começaram a receber a nova funcionalidade, que está agora em fase de testes. Ainda que o anúncio oficial já tenha sido feito, não se espera que a novidade seja disponibilizada para todos os utilizadores de imediato. Hey, friends on Android. This new share menu is now testing on your devices for a faster way to share Tweets to other apps. If you see it, give it a try. — Twitter Support (@TwitterSupport) 21 de outubro de 2020 Relembro que no caso do iOS, demorou mais de 1 mês até que passassem da fase de testes, para uma disponibilização global. Visto que já passaram por este processo na aplicação para iOS, esperemos que no caso do Android o processo possa ser um pouco mais rápido. De qualquer forma, o novo menu de partilha ficará disponível para todos até ao final do ano, isso deverá ser garantido. Este menu chega com o objetivo de facilitar e agilizar a partilha de conteúdos da plataforma do Twitter, seja na re-partilha dentro da App, ou para outras aplicações externas ao Twitter. Através de um novo menu pop-up, os utilizadores passarão a ter à disposição uma lista dos seus contactos mais frequentes no Twitter, envio do tweet através de mensagem direta, link, WhatsApp, ou qualquer outra aplicação que tenhas instalada no teu smartphone. Editores 4gnews recomendam: WhatsApp: versão web prepara-se para receber uma das mais desejadas funcionalidades! WhatsApp vai passar a oferecer um suporte muito mais prático e eficaz. Descobre como Facebook Messenger vai mudar novamente. Conhece as novidades 4gnews »

  • Xiaomi prepara novo smartphone para confundir ainda mais os consumidores

    21 Outubro 2020 Já várias vezes criticamos a política de lançamentos da Xiaomi e das suas sub-marcas Redmi e Poco. Em causa, está o facto de as três lançarem constantemente os mesmos equipamentos, mas com designações diferentes. Infelizmente, esse cenário vai repetir-se brevemente com o lançamento do Xiaomi Redmi K30S. Além de ser mais um membro para esta linha de equipamentos, este modelo não mais será que um Xiaomi Mi 10T com um nome diferente. Xiaomi Redmi K30S e Xiaomi Mi 10T serão o mesmo produto em mercados diferentes A Xiaomi lançou há poucas semanas a nova linha Mi 10T. Alguns deles vêm com especificações de topo de gama, porém, o seu preço será concorrência direta para vários modelos de gama média. Neste espectro incluiu-se o Xiaomi Mi 10T com um processador Snapdragon 865, ecrã com taxa de atualização de 144Hz e uma câmara tripla. Um conjunto que será também o coração do novo Redmi K30S. Outro pormenor interessante acerca deste Redmi K30S chega-nos por intermédio do conhecido leaker Digital Chat Station. Segundo ele, o novo equipamento custará menos que o Redmi K30 Ultra, ou seja, pouco mais de 200€. Looking at the price you guessed before, the price of K30S is much lower than you think. Those who can't buy the K30U and like to play large-scale mobile games can squat a bit, and the sustained performance of the Snapdragon 865 is still better than Tianji. — Digital Chat Station (@StationChat) 21 de outubro de 2020 A parte menos boa desta história é o facto de o Redmi K30S ser destinado apenas para a China. Ou seja, na Europa teremos o Xiaomi Mi 10T, enquanto na China será vendido o Redmi K30S, mas são ambos o mesmo smartphone. Confuso? Então já percebeste onde quero chegar. Tudo isto faria mais sentido se a Xiaomi e as suas sub-marcas definissem um objetivo. Ou seja, a Xiaomi poderia ser a marca direcionada para o mercado europeu, ao passo que a Redmi poderia focar a sua atenção em mercados emergentes, como a Índia. O problema é que as duas marcas estão presentes em ambos os mercados, não havendo um padrão. Embora possas comprar vários modelos Redmi em Portugal e na Europa, existe um punhado deles que não chega ao nosso mercado. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi revela toda a verdade sobre o ecrã LCD nos Mi 10T Xiaomi volta a fazer troça da Apple com a sua mais recente medida Xiaomi Mi Box 4S é oficial: sabe preço e especificações 4gnews »

  • Asus lança atualização para Zenfone 7 e 7 Pro com um hotfix urgente para a câmara

    21 Outubro 2020 >A atualização de firmware mais recente para o Asus Zenfone 7 e Zenfone 7 Pro está a ser lançada a partir de hoje, a versão é 29.13.7.44. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Amazfit GTS 2 e GTR 2: preço global pode ter sido revelado (vais gostar)

    21 Outubro 2020 Depois de um grande sucesso na sua primeira geração, a parceira da Xiaomi apresentou no mês de setembro os Amazfit GTS 2 e Amazfit GTR 2. Estes são dois smartwatches para já apenas apresentados oficialmente na China, mas cujo preço da versão global poderá ter sido revelado. O site Xiaomi Today revela que os preços terão sido partilhados pelo distribuidor da marca em Itália. E segundo esta fonte mostra em duas imagens, os Amazfit GTS 2 e Amazfit GTR 2 terão um preço de 179,90€ globalmente. Amazfit GTS 2 É bom recordar que o Amazfit GTS chegou a Portugal com um preço em torno os 129€. Isto significa que, a confirmar-se esta fuga de informação, o preço ira subir pelos menos uns 50€. Mas este é agora um smartwatch mais completo. Além do que já tinha no anterior modelo, conta com 4GB de armazenamento interno para colocar músicas, e medição de oxigénio no sangue. Permite realizar e receber chamadas no próprio relógio, e pode chegar à Europa com suporte para a Amazon Alexa. Já o Amazfit GTR chegou à Europa por 139€, pelo que temos um incremento de preço também no novo modelo (a confirmar-se). Mas este tem agora um design mais sóbrio, pode ter o ecrã sempre ligado e também tem armazenamento interno de 4GB. Amazfit GTR 2 À semelhança do seu “irmão”, permite ao utilizador realizar e receber chamadas no próprio relógio. O suporte para a Amazon Alexa também é uma possibilidade, e também permite medir os níveis de oxigénio no sangue. Deves ter em conta que estes ainda não são preços oficiais dos smartwatches a nível global. Ainda não foi revelado pela Huami quando serão apresentados, mas estes valores são um bom aperitivo. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi Mi Box 4S é oficial: sabe preço e especificações Xiaomi volta a fazer troça da Apple com a sua mais recente medida Xiaomi revela toda a verdade sobre o ecrã LCD nos Mi 10T 4gnews »

  • Amazfit PowerBuds Review: auriculares Bluetooth que 'ouvem' o teu coração

    20 Outubro 2020 O desaparecimento da entrada de jack 3,5 mm de muitos dispositivos trouxe um aumento da qualidade nas soluções sem fios como estes Amazfit PowerBuds testados pela 4gnews. Mas, num mercado sobrelotado de auriculares Bluetooth, são os pequenos pormenores que podem fazer a diferença. É nesse sentido que vemos os Amazfit PowerBuds. Uns auriculares Bluetooth que, à partida seriam apenas mais uma solução satisfatória no mercado, mas que se destacam por terem um sensor de batimentos cardíacos embutido. Vantagens dos Amazfit PowerBuds: Qualidade de som fiável para o preço Sensor de batimentos cardíacos embutido Autonomia da bateria impressiona Personalização de som através da app Desvantagens dos Amazfit PowerBuds: Som com graves pouco pronunciados Qualidade de chamadas podia ser melhor Dados dos batimentos cardíacos ficam ‘presos’ à App da Amazfit App mudou de nome, mas não vem indicação nas instruções Assim que os retiras da caixa, percebes imediatamente o seu propósito: desporto. O design e cor maioritariamente preta, faz com que sejam bastante discretos na orelha. E o tom vermelho dá-lhe um toque que me agradou bastante. Posso dizer-te que ficam confortáveis na orelha, face a outros que já testei anteriormente. Numa volta de bicicleta, só ao fim de cerca de 1h15 m começaram a incomodar. Além de quatro medidas de borrachas para adaptares à tua conveniência, tens também uns ganchos. Estes podem acoplar-se facilmente de forma magnética. Pela minha experiência, nunca senti, fosse com ou sem os ganchos, que os auriculares estivessem em perigo de cair. Mas, poder acoplar os ganchos de maneira mais fixa seria certamente algo a pensar num próximo modelo. O design dos Amazfit PowerBuds foi concebido para conter os sensores capazes de monitorizar os teus batimentos cardíacos durante o exercício. Contudo, há um pequeno senão. Em primeiro lugar, vais querer instalar a app da Amazfit para tirar partido das funcionalidades de exercício e personalização dos auriculares. Ao consultar o manual de instruções, vemos um QR Code que dá erro. Amazfit PowerBuds têm sensor de batimentos cardíacos incorporado Isto acontece porque a app da Amazfit foi substituída pela app Zepp. E o utilizador menos atento pensará que o problema pode ser seu. Depois de instalar a referida app Zepp, dei uma volta de bicicleta e o sensor de batimentos cardíacos pareceu-me funcionar como o esperado. Quando comparados os dados da minha Mi Band 5, os resultados apresentaram-se bastante semelhantes, sem grande margem de erro. Infelizmente estes não podem ser transferidos para qualquer lado. Isto significa que se não estás dentro do ecossistema da Amazfit, não é a solução ideal não poder transferir os dados para outras apps (a não ser que seja manualmente). Mesmo com uma vertente desportiva, o mais importante nuns auriculares não deixa de ser a qualidade de som. Esta não desilude para o seu preço, mas não esperes uns graves pujantes. As vozes são satisfatoriamente audíveis, e existe uma clareza competente nos instrumentos. São os agudos e os médios que se destacam neste produto, com uns baixos menos pronunciados. De referir que através da app podes aceder ao equalizador, e mexer no som para algo que seja mais do teu agrado. É também na app que podes configurar os gestos que te permitem pausar a música, passar para a faixa anterior ou seguinte, chamar a assistente virtual ou ativar o modo de som ambiente. Ainda assim é bom referir que nem sempre se revelam responsivos à primeira tentativa. Autonomia dos Amazfit PowerBuds impressiona pela positiva Nestes auriculares, a Amazfit promete uma excelente autonomia de oito horas em cada auricular e até 24 horas com a caixa. E posso dizer-te que durante a minha utilização andou muito perto destes números. Até porque, com raras exceções, quem ouve oito horas de música seguida? É bom referir que têm certificação IP55. Este confere-lhe resistência contra chuva, poeira ou suor. E será com este último que não terás de te preocupar durante treinos mais intensivos… e suados. Amazfit PowerBuds são auriculares a ter em conta para desporto A utilização tanto em Android como em iOS foi feita sem problemas, desde a conexão rápida à audição com qualidade e sem notáveis arrastos na reprodução de vídeo. No entanto, devia ser atualizado o manual de instruções para abarcar a nova app. Para uns auriculares Bluetooth virados para desporto, entregam um som equilibrado para o seu preço de 89,99 € na Mi Store Portugal. Não é difícil aconselhá-los por este valor, mas deves ter em conta se os prós e contras que verifiquei são, ou não, um entrave para a tua utilização. Antes de ires, vê a lista dos melhores auriculares Bluetooth para desporto, com sugestões de várias marcas e para diversos orçamentos. 4gnews »

  • WhatsApp: versão web prepara-se para receber uma das mais desejadas funcionalidades!

    20 Outubro 2020 O WhatsApp continua a apresentar-se como uma das plataformas de mensagens mais populares de sempre, sendo utilizado globalmente por largos milhões de utilizadores todos os dias. Além da sua aplicação para iOS e Android, está também disponível numa versão Web que, evoluiu a olhos vistos durante os últimos meses. Depois de receber algumas das mais populares funcionalidade disponíveis para as Apps, novas informações descobertas pela equipa do WABetaInfo apontam para a chegada iminente de uma das mais desejadas funcionalidades, chamadas de voz e vídeo. Com a adição do suporte para víde-chamadas e chamadas de voz, a versão web do WhatsApp passará a apresentar-se muito mais completa, fazendo com que os utilizadores não precisem de pegar no seu smartphone sempre que estejam a utilizar o PC. Como vai funcionar a nova funcionalidade na versão web do WhatsApp Antes de mais, é importante realçar que esta funcionalidade ainda não está disponível, estando ainda em fase de desenvolvimento. No entanto, já foi possível aceder a algumas imagens de como irá funcionar, deixando-nos ainda mais entusiasmados com a sua eventual implementação. De acordo com as imagens publicadas pelo WABetaInfo, serão implementados dois botões para chamadas (vídeo e voz) no canto superior direito da janela do chat, à semelhança do que acontece na versão para Android e iOS. Assim que esta funcionalidade for implementada, sempre que receberes uma chamada de voz/vídeo, vai ser apresentada uma nova janela pop-up onde vais poder rejeitar, ou aceitar a chamada diretamente no teu browser. Assim que for estabelecida a ligação, vai ficar sempre presente uma pequena janela com o status da chamada e os vários botões para interagir com a mesma. Ainda que não tenha sido confirmado nas mais recentes descobertas, tudo indica que a equipa de programadores estará também a trabalhar no suporte para chamadas de grupo. Especialmente durante tempos de pandemia, esta seria uma adição crucial para que os utilizadores começassem a utilizar cada vez mais a versão web do WhatsApp. Editores 4gnews recomendam: WhatsApp vai passar a oferecer um suporte muito mais prático e eficaz. Descobre como Facebook Messenger vai mudar novamente. Conhece as novidades Instagram tem um segredo de aniversário para ti. Sabe como ativar 4gnews »

  • A raiz de todos os males

    20 Outubro 2020 O Portugal melhor fica adiado até haver dinheiro. Correio da Manhã »

  • 5 razões para comprar o Samsung Galaxy Note 20 Ultra em Portugal

    19 Outubro 2020 A Samsung tem na gama Note 20 alguns dos melhores telemóveis do mercado, sobretudo para quem valoriza a produtividade. Em especial o telemóvel Samsung Galaxy Note20 Ultra tem excelentes caraterísticas técnicas e muito a oferecer. Apresentamos-te 5 bons motivos para comprar este smartphone Samsung em Portugal. Ficarás a conhecer os maiores destaques do telemóvel Android, as principais novidades e fatores de relevo que o tornam num bom smartphone a comprar. 1. A versatilidade do ecossistema Samsung O melhor do ecossistema SAMSUNG em 2020: review O Galaxy Note 20 Ultra é o melhor telemóvel da Samsung Portugal com o sistema operativo Android 10 e a interface One UI 2.5, visualmente familiar aos utilizadores e repleta de funções que aumentam a produtividade do smartphone. Acima vemos o melhor do ecossistema Samsung, com vários telemóveis e os mais recentes acessórios inteligentes que compõem esta família de produtos. Entre si, partilham o foco na produtividade e versatilidade, sendo indicados para utilizadores exigentes. Mais ainda, além da caneta da Samsung, a S-Pen presente nos dois Galaxy Note 20, também o tablet inclui a stylus. Este "extra" é perfeito para desenhar, ou tirar notas no telemóvel e no tablet, sendo grandes trunfos dos telemóveis Samsung. 2. O ecrã brilhante dos Samsung Galaxy Note 20 Ultra O ecrã dos smartphones Samsung Galaxy Note 20 Ultra é um dos destaques imediatos. Com 6,9 polegadas de diagonal, resolução Quad-HD+ (1440 × 3088 pixeis) e uma taxa de atualização até 120 Hz (em Full-HD+), são dos melhores no mercado. É fluído na apresentação de conteúdos é ligeiramente curvo nas laterais e tem uma alta densidade de pixeis por polegada - 496 ppp. Conta ainda com a certificação HDR10+ para coroar o display Dynamic AMOLED 2X da Samsung. A quem procura o melhor ecrã em telemóveis Samsung, a 4gnews recomenda o Galaxy Note 20 Ultra como melhor escolha para comprar em Portugal. Para jogar, ver filmes, fotografias, ou escrever com a caneta Samsung, este é o melhor telemóvel. 3. É um dos melhores telemóveis para fotografia A DxOMark atribuiu uma pontuação geral de 121 pontos ao Samsung Galaxy Note 20 Ultra, atualmente na 10.ª posição entre os melhores telemóveis para fotografia. Parcialmente recebeu 130 pontos para fotografia e 101 na gravação de vídeo. A câmara principal, traseira, é composta por três sensores. O primeiro tem 108 MP com lente grande angular, o segundo tem um sensor de 12 MP e lente telefoto capaz de ampliar até 5 vezes. O terceiro tem 12 MP e lente ultra-grande angular. Para gravar vídeo o Note 20 Ultra permite eternizar momentos em 8K (4320 p) a 24 fps, 4K (2160 p) até 60 fps. Além da estabilização da imagem temos vários modos para captar diferentes cenários, além do modo Pro para maior controlo criativo. Por fim, a câmara frontal de 10 MP com abertura de f/2,2 e lente grande angular equivalente a 26 mm, permite captar boas selfies, fotografias, além de gravar vídeo até 4K a 60 fps. 4. A produtividade da caneta Samsung, a S-Pen A linha de telemóveis Samsung Galaxy Note distingue-se pela presença da sua stylus, a S-Pen. Esta caneta Samsung permite tirar apontamentos rápidos, desenhar, escrever e controlar alguns aspetos e funções destes telemóveis de topo. Agora com os Samsung Galaxy Note 20 temos a S-Pen mais poderosa. Sensível a diferentes níveis de pressão, com mais leveza no toque o traço será fino, ao passo que mais força se traduzirá num traço mais grosso a ser representado no ecrã. A S-Pen liga-se aos smartphones Samsung via Bluetooth, com apenas 9 ms de latência, sendo o melhor gadget para os Note 20 em Portugal, sobretudo para utilizadores exigentes. Pode até servir para controlar remotamente a câmara fotográfica. A caneta Samsung está guardada dentro da estrutura do telemóvel, onde também carrega automaticamente. Destaca-se ainda pelo controlo por gestos, a escrita no ecrã, as notas mesmo com ecrã desligado, ou a PENUP para artistas. 5. As especificações do Samsung Galaxy Note 20 Ultra O Samsung Galaxy Note 20 Ultra é um topo de gama e um dos melhores smartphones no mercado. Isto deve-se às caraterísticas técnicas de excelência que se traduzem num desempenho sempre fluído independentemente do cenário. Este telemóvel Samsung terá direito a 3 anos de atualizações oficiais do sistema operativo Android, algo que a par das suas especificações aumenta consideravelmente o seu tempo de vida útil. Principais caraterísticas do Note 20 Ultra: Ecrã de 6,9 polegadas com resolução Quad-HD+ (1440 × 3088 p) e 496 ppp Display Dynamic AMOLED com taxa de atualização até 120 Hz Sensor biométrico embutido no ecrã Câmaras principais de 108MP (normal) + 12MP (zoom 5x ótico) + 12MP (grande angular) Câmara frontal de 10MP Processador Exynos 990 da Samsung (7nm+) 8 GB de memória RAM 256 GB ou 512 GB de armazenamento interno Bateria de 4500 mAh - carregamento reversível até 4,5 W Carregamento rápido de 25 W (cabo) Carregamento sem fios de 15 W Resistência a água e poeiras IP68 Peso: 208 gramas Conexão Bluetooth 5.0, NFC e WiFi6 Sistema de pagamentos contactless Samsung Pay Dimensões: 164,8 × 77,2 × 8,1 mm (altura x largura x espessura) Em síntese, temos nos Galaxy Note 20 Ultra um dos melhores telemóveis no mercado. A construção em vidro e metal é requintada e robusta, com excelentes caraterísticas técnicas e a certeza de três anos de atualizações oficiais desenvolvidas pela marca. O resultado é uma das melhores compras em Portugal, com o preço a começar nos 1028 € na Amazon.ES. Alternativamente, o Note 20 na sua versão base também é uma opção a considerar, partilhando vários dos trunfos da versão Ultra. Antes de ires, descobre o melhor do ecossistema Samsung, com mais informações no ensaio criterioso da 4gnews. Além disso, vê a lista dos melhores telemóveis para fotografia, com opções para vários orçamentos e necessidades. 4gnews »

  • Galaxy S20 recebe mais uma atualização de firmware com melhorias na câmara

    19 Outubro 2020 >A atualização está a ser lançada em alguns países europeus, mas por incrível que pareça, a versão difere em alguns mercados. Por exemplo, a série Galaxy S20 nos Países Baixos está a receber a versão de firmware G98xxXXU5BTJ1, enquanto na Alemanha a mesma atualização traz a versão do firmware G98xxXXU5BTJ3. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Oppo lança novos fones de ouvido, relógio e smart TVs

    19 Outubro 2020 >A marca ampliou hoje o leque de produtos que já tem no mercado com novos aparelhos, como novos fones de ouvido, televisores e um novo relógio. O evento foi realizado na China, onde apresentaram estes novos produtos. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Smartphones: Xiaomi e Samsung sobem com a queda da Huawei

    19 Outubro 2020 Os analistas de mercado da CounterPoint mostraram as suas análises dos últimos meses e as coisas não estão boas para a Huawei. Por sua vez, a Samsung e Xiaomi estão a crescer. Com a situação da Huawei a piorar, os consumidores estão a olhar para outras fabricantes como uma melhor opção. A Xiaomi e Samsung cresceram nas análises da CounterPoint, enquanto que a Huawei teve uma queda dura. Xiaomi foi a que mais subiu, Samsung logo depois Este gráfico mostra-nos a cota de mercado mundial de smartphones. Do lado esquerdo temos as cotas de abril de 2020, do outro lado de agosto. Podemos ver que um crescimento de 3 pontos percentuais da Xiaomi. Uma subida considerável. A isto deve-se no forte investimento na Europa e Ásia. Se na China, por exemplo, a Xiaomi já é de uma marcas mais conceituadas, cada vez mais ganha destaque no Continente europeu. A Samsung também subiu 2 pontos percentuais. A Samsung é uma das alternativas mais viáveis para a maior parte dos consumidores que adoravam a Huawei. Nos últimos tempos a Samsung tem investido forte nos smartphones intermediários e mostrado que também deve ser posta em conta. Mesmos quando não se trata de smartphones topo de gama. Huawei teve uma dura queda Já a Huawei teve uma bruta queda de 5 pontos percentuais. Uma queda esperada, mas triste de se ver. Isto porque a Huawei estava num caminho fantástico e só esta proibição dos EUA é que a fizeram abrandar nas vendas. Ainda assim, temos de dar valor à marca por não desistir. Editores 4gnews recomendam: MEO, Vodafone, NOS ou NOWO? Esta é a operadora com melhor rede e internet móvel Xiaomi perde o primeiro lugar (3 anos depois) no segundo maior mercado do mundo! iPhone 12: eis 7 segredos que a Apple não te contou sobre os novos iPhones 4gnews »

  • Já conhecem o SmartWatch desportivo K21? Pode ser vosso por menos de 20€

    19 Outubro 2020 >O smartwatch perfeito deve trabalhar de forma fácil, oferecendo um conjunto de características sem se tornar complexo. A sincronização com o smartphone é importante para nos mantermos par dos nosso compromissos de forma discreta. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Fernando Marques Android Geek »

  • Xiaomi revela carregamento sem fios de 80W que deixa qualquer um surpreendido (vídeo)

    19 Outubro 2020 A velocidade de carregamento continua a ser uma das maiores guerras que alimenta a indústria móvel. E se com fios a Xiaomi já conseguiu atingir uns impressionantes 120W com o Mi 10 Ultra, agora deu a conhecer o seu carregamento sem fios de 80W. Como podes ver no curto vídeo abaixo, este é um carregamento com números que impressionam qualquer um. Em apenas oito minutos o equipamento alcança 50 por cento de uma bateria de 4000mAh, chegando aos cem por cento nuns meros 19 minutos. 80W Mi Wireless Charging Technology O smartphone usado neste teste é um Mi 10 Pro modificado. Embora o Mi 10 Ultra, que carrega com fios a 120W, já consiga alcançar os 50W sem fios. Isso faz com que desta forma consiga carregar a sua bateria de 4500mAh em apenas 40 minutos. Smartphone Xiaomi com carregamento sem fios de 80W pode chegar em 2021 Deves ter em conta que, por agora, a Xiaomi apenas quis mostrar aquilo que pode fazer. A fabricante não tem um produto propriamente pronto com esta tecnologia, mas conhecendo as aspirações da fabricante, não teremos de esperar muito tempo. É interessante ver a luta das fabricantes chinesas pela velocidade de carregamento. Isto numa altura em que a Apple apresentou o MagSafe, que "apenas" carrega sem fios a 15W os novos iPhone 12 agora lançados. O próximo ano promete assim ser palco de velocidades de carregamento nunca antes atingidas nos smartphones. E a Xiaomi parece querer tomar a dianteira nesse sentido, mas esperemos que não deixe de zelar pela durabilidade destas baterias. Editores 4gnews recomendam: Xiaomi perde o primeiro lugar (3 anos depois) no segundo maior mercado do mundo! Xiaomi Mi 11: Já sabemos um dos pormenores (importantes) do próximo smartphone topo de gama OnePlus 8T: teardown revela como funcionam as misteriosas baterias! 4gnews »

  • Como saber se um smartphone Android é compatível com apps Google Camera

    19 Outubro 2020 >/>Há uma pequena app que ajuda a descobrir se se pode usar a app da câmara da Google num smartphone Android sem suporte oficial: a Camera2 API Probe.>As câmaras são um dos elementos a que mais valor se dá num smartphone, e acaba por ser um pouco frustrante que muitas vezes o resultado deixe a desejar não pelas câmaras que o smartphone tem, mas sim pelo facto do fabricante não se preocupar em tirar o máximo proveito delas. Daí que existe uma imensa procura pela app Gcam (Google Camera) usada nos Pixel, mas modificada para funcionar noutros smartphones. Com ela, os resultados podem transformar-se por completo, e situações em que os resultados na app de câmara oficial do smartphone seriam inutilizáveis, podem tornar-se numa grande surpresa para melhor, especialmente quando se pode ver coisas como o modo nocturno da Google em acção.Há imensas variedade de apps Gcam modificadas para um grande número de smartphones, mas para que a app possa funcionar há um elemento crítico que o smartphone deve suportar: o acesso à API Camera2. E para ajudar a tirar as dúvidas, é precisamente isso que nos diz esta app >Camera2 API Probe.Se app indicar que o smartphone tem a API acessível, há boas probabilidades que possam correr uma das apps disponíveis - mesmo que não tenha sido feita especificamente para o vosso modelo de smartphone, desde que escolham uma que se aproxime o mais possível do hardware do mesmo (chipset, câmaras). E provavelmente também é indicador de que deverá ser apenas uma questão de tempo para que surja uma app para ele. Por outro lado, se app indicar que a API está indisponível, as coisas complicam-se. Na maioria dos casos será preciso ter acesso root para activar a API, mas há smartphones em que é possível activar a Camera2 API sem root (como acontecia o caso do >Xiaomi Mi A2). Seja como for, preparam-se para ter mais trabalho. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Xiaomi bate novo recorde de carregamento sem fio Xiaomi a 80W

    19 Outubro 2020 >Hoje, o carregamento sem fio da Xiaomi cruzou a marca de 80 watts pela primeira vez, batendo o recorde global de carregamento sem fio de smartphones. Demonstração de carregamento sem fio Xiaomi 80w Na manhã de 19 de outubro, a Xiaomi anunciou oficialmente um novo recorde global para carregamento sem fio de smartphones e cruzou a marca de 80 W pela primeira vez. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Reino Unido vai (finalmente) proibir uso de telemóveis ao volante

    18 Outubro 2020 >/>O Reino Unido vai finalmente fechar a porta ao uso do telemóvel enquanto se conduz, e que era possível devido à proibição demasiado específica referente a "comunicações interactivas".>No Reino Unido é proibido pegar num smartphone para fazer chamadas ou enviar mensagens enquanto se conduz, mas era legal pegar no smartphone para tudo o resto: tirar fotografias ou selfies, ver o estado do tempo, visitar websites, ou tudo o mais que pudessem desejar fazer, desde que não fossem "comnunicações interactivas". Um efeito indesejado de uma lei demasiado específica, mas que vai ser corrigida no próximo ano.Assim, passará a ser >proibido pegar no smartphone enquanto se conduz, seja qual for o motivo, com uma única excepção a ser feita para efeitos de pagamento com o veículo parado - contemplando situações como o pagamento em serviços drive-thru.Continuará a ser permitido o uso do telemóvel, mas apenas em modo "sem-mãos", que deverá ser devidamente configurado antes de se iniciar a marcha. Algo que contrariou as intenções de alguns proponentes da proibição total do uso de telemóveis / smartphones enquanto se conduz, já que o factor de distracção continua a ser elevado mesmo quando se fazem chamadas em modo mãos livres. Algo que acho que todos podem comprovar isso, pois muitas vezes quando se desliga a chamada e se volta ao mundo real somos confrontados com o pensamento "ui, já cheguei aqui?", mesmo sem se ter noção de como se foi a conduzir até lá. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Samsung recupera a liderança no mercado global de smartphones, Xiaomi em ascensão

    18 Outubro 2020 >A Samsung está de volta ao topo. Em abril de 2020, a Counterpoint relatou que a Huawei conquistou mais de 21 por cento do mercado e finalmente ultrapassou a Samsung na primeira posição do mercado global de smartphones. Isso ocorreu principalmente por causa do declínio do gigante coreano nos principais mercados da Índia e da Europa. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Browser Vivaldi ganha jogo Vivaldia

    18 Outubro 2020 >/>O browser Vivaldi passa a ter um jogo integrado, chamado Vivaldia, para quem quiser passar um pouco de tempo.>Não querendo ficar atrás do Chrome, com o seu >jogo do dinossauro, também o Vivaldi passa a contar com um jogo do mesmo estilo, mas com gráficos bastante mais elaborados. O >Vivaldia é também um jogo de scrolling lateral, mas bastante mais elaborado.>Por outro lado, ao contrário do que acontece no Chrome, onde o jogo do dinossauro aparece automaticamente quando não temos ligação à internet, neste caso temos que o lançar especificamente, quer através dos links na home page, ou escrevendo "vivaldi://game" na barra de endereços.O jogo está disponível tanto na versão desktop como na versão Android. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Realme Watch S Pro recebe a certificação IMDA, será lançado em breve

    18 Outubro 2020 >A gama que compreende dispositivos como smartwatches, smart bands e os novos fones de ouvido True Wireless que são a tendência deste ano. Apesar das contingências do COVID-19 que afetaram fortemente as vendas de smartphones nos primeiros trimestres do ano, a gama de wearables conseguiu chegar a bons números neste ano. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Xiaomi perde o primeiro lugar (3 anos depois) no segundo maior mercado do mundo!

    18 Outubro 2020 A Xiaomi perdeu o primeiro lugar depois de 3 anos na liderança no segundo maior mercado do mundo. A Índia, ainda que longe de Portugal, é um bom reflexo daquilo que é o nosso mercado. Aliás, as empresas asiáticas de smartphones experimentam várias táticas de vendas que mais tarde implementam na Europa. De acordo com a CounterPoint, a Xiaomi perdeu o primeiro lugar pela primeira vez em 3 anos, quando se apoderou do primeiro posto. A Samsung foi a responsável por tal feito. Xiaomi perde para a Samsung por culpa própria Porém, vamos analisar o mercado como ele é. Principalmente o mercado indiano que é seriamente parecido com o mercado português. Temos uma Samsung a crescer, isto porque nos dá equipamentos de gama média e de entrada de qualidade a bom preço. Enquanto isso, temos visto os preços dos smartphones da Xiaomi a subir consideravelmente. Pior do que isso, temos uma confusão danada nas escolhas. Temos smartphones Xiaomi, Redmi e POCO. Às vezes (mais do que deveria), temos smartphones POCO que são os mesmos da Redmi mas com um nome diferente. Na minha opinião, este tipo de decisão não deixa os utilizadores felizes. Muito pelo contrário. Chegou a uma altura que já não sabemos ao certo o que comprar. Por sua vez, a Samsung tem trabalhado bem. Melhorou a sua gama "A". Os intermediários contam com ecrãs OLED e sensores biométricos no ecrã. Temos câmaras decentes e designs elegantes. O preço é muito competitivo e perfeitamente capaz de combater os smartphones da Xiaomi. Por fim, neste gráfico vimos também os smartphones da Vivo, Realme e OPPO a marcarem presença. Estas 3 fabricantes fazem parte do grupo BBK Eectronics. A OPPO atacou agora o mercado português com smartphones em lojas físicas enquanto que a Realme continua a dar que falar pela sua excelente relação qualidade / preço. Em suma, a Xiaomi terá de mudar algo nos seus smartphones para continuar relevante como no passado. Ainda que seja só um mês sem a liderança, percebemos que a Xiaomi tem aspetos a melhorar. Editores 4gnews recomendam: Google Maps será melhor que a aplicação StayAwayCovid com esta novidade! Xiaomi Mi 11: Já sabemos um dos pormenores (importantes) do smartphone próximo topo de gama Smartwatch: nem a Google parece acreditar no WearOS 4gnews »

  • Renders Galaxy S21 Ultra confirmam quatro câmaras traseiras

    18 Outubro 2020 >Há algumas horas, vimos renders do Galaxy S21 e, agora, renders do Galaxy S21 Ultra também surgiram online. Naturalmente, a linguagem de design é semelhante em ambos os telefones, mas o que é interessante sobre as imagens do S21 Ultra é que confirmam quatro câmaras na parte traseira. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Android 11 arruina sincronização no Google Photos

    17 Outubro 2020 >/>A maior protecção de acesso a ficheiros no Android 11 está a resultar em trabalho adicional que a maioria dos utilizadores não irá apreciar.>Quem tiver um smartphone com Android 11 arrisca-se a enfrentar um trabalho inglório caso tenha por hábito fazer alterações em fotos noutros equipamentos e ter tudo sincronizado via Google Photos, já que o dispositivo Android 11 irá >chateá-lo constantemente com pedidos de autorização para fazer essas alterações.>/>Na origem do problema está o novo Scoped Storage estreado no Android 11, que visa limitar o acesso das apps aos conteúdos. O problema é que a Google parece não ter contemplado a necessidade de se querer dar acesso permanente a certas apps, pelo menos, não com a versatilidade desejada. O Android 11 permite que a app de galeria de fotos do sistema tenha acesso permanente às fotos, mas não dá qualquer opção para que o utilizador possa querer que essa gestão seja feita por outra app - ou melhor dizendo, todas os fabricantes que pré-instalarem as suas próprias apps de galeria de fotos estarão a impedir que o Google Photos possa ter acesso (como acontece nos Pixel).O resultado poderá passar despercebido a quem só der uso ao Google Photos para manter um backup das suas fotos, mas revela-se incrivelmente irritante para quem fizer coisas como editar as fotos e albuns do Google Photos num tablet e depois as queira ver no smartphone.Será preciso que a Google contemple esta necessidade de que certas apps, como as de galerias de fotos, precisarão de ter acesso especial, para que a experiência de utilização de um dispositivo Android 11 não seja um retrocesso face às versões anteriores. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Relógio LED invisível atrás de madeira

    17 Outubro 2020 >/>Quem procurar um relógio diferente, capaz de passar despercebido numa decoração clássica em madeira, vai gostar deste projecto ArClock.>Não faltam projectos que nos mostram como fazer relógios com displays LED RGB, capazes de não só apresentarem o tempo como também mostrarem mensagens e gerararem todo o tipo de efeitos luminosos que se possam desejar. No entanto, este >ArClock tem a particularidade de usar uma apresentação um pouco diferente. Em vez de expor os LEDs directamente, fica escondido atrás de um folheado de madeira, o que lhe dá um aspecto único.Enquanto permanece desligado, parecerá um simples bloco decorativo de madeira; mas quando o ligamos, adquire toda uma nova vida. E uma vez que se usa um micro-controlador com WiFi, podemos controlá-lo remotamente a partir de um smartphone; ou eventualmente expandir de forma a que ele possa ser integrado como módulo adicional de uma casa inteligente, facilitando o processo de poder mostrar alertas ou mensagens relevantes, ou simplesmente mostrar o relógio, ou ainda criar um ambiente luminoso especial.>O custo do projecto é de cerca de 30 euros, para quem tiver acesso a uma impressora 3D. Mas, nada nos impede de pegar na ideia e o adaptar, podendo aplicando a outros objectos, por exemplo, tampos de secretárias, portas de armários, etc. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Aparentemente, a Samsung está pronta para dar aos Chipsets Exynos desempenho gráfico ao nível da Qualcomm

    17 Outubro 2020 >A empresa tem feito algumas mudanças significativas nas suas operações de fabrico de Chipsets, e os esforços aparentemente vão dar resultado. Várias informações implicam que o Exynos 2100 de 5 nm que fornecerá poder de fogo às variantes europeias, sul-coreanas e do Médio Oriente do Galaxy S21 oferecerá melhor desempenho do que o Snapdragon 875, que servirá de base para os modelos destinados aos EUA e China. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Portimonense soma primeiro triunfo na I Liga frente ao Marítimo

    17 Outubro 2020 Equipa algarvia esteve a perder, mas acabou por dar a volta ao resultado. Correio da Manhã »

  • Menina de dois anos envia fotografias da mãe nua para lista de contactos

    17 Outubro 2020 Emily descobriu quando recebeu uma mensagem de um colega de trabalho a agradecer o envio da foto. Correio da Manhã »

  • Sony Xperia 5 II foi despido de segredos e as câmaras revelaram um detalhe interessante!

    17 Outubro 2020 Sony Xperia 5 II foi apresentado no mês passado, começando desde cedo a conquistar a atenção de muitos utilizadores, graças ao seu design muito compacto e câmaras fotográficas impressionantes. Este é o mais recente topo de gama da fabricante japonesa, sendo também o seu primeiro smartphone a chegar com um painel AMOLED com suporte para uma taxa de atualização de 120Hz. Agora, graças ao canal PCB Review no YouTube, tempos acesso ao primeiro vídeo teardown do Xperia 5 II onde acaba por ficar despido de qualquer segredo. Já se sabia que seria bastante curioso, como é que a fabricante teria organizado o hardware para conseguir obter um formato tão compacto neste smartphone, mas essa não seria a única surpresa. Ao desmontar o módulo fotográfico principal, foi revelado que ao contrário do que é habitual, também as suas câmaras chegam cobertas com uma camada de grafite, para que seja dissipada qualquer acumulação de calor nesta área. Habitualmente, esta camada de grafite está apenas presente na zona da bateria. Sony Xperia 5 II Disassembly Teardown Repair Video Review Ainda para controlar de forma mais eficaz a temperatura do smartphone, a Sony decidiu implementar fita de cobre por trás do ecrã, um pequeno (mas valioso) truque que permite ao Sony Xperia 5 II manter uma temperatura amena em qualquer situação. Especificações do Sony Xperia 5 II Ecrã AMOLED de 6,1" polegadas com uma resolução Full HD+ Taxa de atualização de 120Hz 8GB de memória RAM 128GB / 256GB de memória interna, expansível através de cartão microSD Tripla câmara traseira: 12MP + 12MP (telefoto, 3x zoom ótico) + 12MP (ultrawide) Câmara frontal de 8 megapixels Leitor de impressão digital lateral Bateria de 4,000mAh com suporte para carregamento rápido a 21W Android 10 Editores 4gnews recomendam: Samsung é a marca com mais smartphones 5G vendidos na Europa Huawei pretende expandir o seu negócio e entrar no ramo automóvel O melhor do ecossistema Samsung em 2020: Review 4gnews »

  • Sporting-FC Porto: um clássico de experiências e riscos

    17 Outubro 2020 Alvalade recebe neste sábado um confronto entre duas equipas que ainda estão longe de ser um produto acabado, mas que já têm muito a perder neste início de época./> Público »

  • O melhor do ecossistema Samsung em 2020: Review

    16 Outubro 2020 O último Unpacked Event da Samsung trouxe para o mercado aqueles que são alguns dos melhores produtos que a marca tem para oferecer aos consumidores. Aqui vamos descortinar algumas das melhores qualidades, possíveis defeitos destes equipamentos, e essencialmente perceber quão bem podem funcionar em conjunto no ecossistema Samsung. Quem não gosta de receber uma caixa mágica com quase 4000€ em produtos tecnológicos? A Samsung enviou-nos o Galaxy Note 20 e o seu irmão Note 20 Ultra. Mas também o Galaxy Watch 3, os Galaxy Buds Live, também conhecidos cá por casa como feijões que dão música e ainda o poderoso Galaxy Tab S7+. Podes ver a análise no vídeo abaixo, ou ler a mesma neste artigo. O melhor do ecossistema SAMSUNG em 2020 Samsung Galaxy Tab S7+: o melhor tablet Android... de longe É por este último que podemos começar. A melhor forma de o descrever o Galaxy Tab S7+ é como o tablet Android mais poderoso alguma vez concebido, e o primeiro que é finalmente capaz de fazer frente ao iPad Pro. Eu nem queria falar de especificações, mas torna-se complicado. É um ecrã com 12.4 polegadas Super AMOLED com HDR 10+ e uma taxa de atualização de 120Hz. Isto significa que não só as cores neste equipamento são fantásticas, como vais ficar maravilhado com a fluidez de navegação. E o que seria melhor para combinar com este ecrã de excelência? Quatro altifalantes, dois de cada lado, que te providenciam um som espacial de grande qualidade. Este é um produto que podes usar não só para trabalho, mas para consumo multimédia de grande qualidade, como os vídeos da 4gnews ou a tua série preferida na Netflix. A Samsung fez algo neste tablet que devia repetir nos seus smartphones. Colocou-lhe o Snapdragon 865+, independentemente da região onde o vende. Isto significa que tens performance para dar e vender. Tens ainda o modo DeX, que te permite ficar com uma interface de autêntico computador. Se lhe ligares um teclado e rato, a experiência sobe certamente para outro nível, e até podes liga-lo a um monitor externo. Quando quiseres desbloquear o equipamento, podes fazê-lo por reconhecimento facial, mas também por sensor biométrico no ecrã. Além disso, a bateria de 10090mAh é tão grande que simplesmente te vais esquecer que tens de o carregar. Mas também com carregamento rápido de 45W, as preocupações nesse sentido serão poucas. As câmaras traseiras estão lá, e podes usá-las se fores "esse tipo de pessoa". Além do sensor principal de 13MP, tens uma grande angular de 5MP, que proporcionam resultados satisfatórios. A câmara frontal é sim importante se usares o equipamento para vídeochamadas na escola ou no trabalho. E embora esta lente de 8MP não seja de destacar, tem uma qualidade que não desidude e há uma boa entrada de luz. É importante referir a S Pen. Este é um traço característico deste produto, e vem incluída de forma totalmente gratuita na caixa (ao contrário do que outras marcas fazem). Se a tua praia for tirar notas com o tablet, ou simplesmente desenhar, este é um acessório a que vais dar muito valor. Samsung Galaxy Note 20 Ultra: um 'monstro' em tamanho... e versatilidade O que também não te vai desiludir, é o equipamento que mais usei deste pack enviado pela Samsung – o Galaxy Note 20 Ultra. Este é provavelmente o Android mais premium da atualidade, e sentes isso no toque, na construção e na navegação. Assim que o tiras da caixa, a cor 'Bronze Místico', grita premium. O ecrã é curvo na medida certa, a lateral é em aço inoxidável e atrás e à frente temos o poderoso vidro com Gorilla Glass Victus (o mais resistente da atualidade). Há dois pontos negativos que queria referir à priori – em primeiro lugar tens aqui o processador Exynos 990. Embora não tenha sentido quaisquer problemas de performance, saber que nos Estados Unidos os utilizadores recebem o mesmo equipamento com o Snapdragon 865+ mais poderoso, desiludir-me-ia enquanto utilizador. Outro pormenor, que já se verificava no Galaxy S20 Ultra, é o facto de só poderes usar o ecrã de 120Hz em conjunto com a resolução Full-HD. Isto significa que se quiseres tirar total proveito da resolução deste ecrã e ativar o Quad-HD, ficas limitado a 60Hz. Não há hipótese. Embora sacrifique um pouco a bateria, optei pelos 120Hz. O aumento de fluidez é notório neste ecrã de 6.9 polegadas, que não é para qualquer mão nem para qualquer bolso. O pequeno ‘punch hole’ da câmara frontal não me incomodou minimamente. Este é o smartphone ideal para consumires conteúdo, já que o Dynamic AMOLED concebido pelo Samsung tem umas cores simplesmente fantásticas. A jogar, que no meu caso é Pokémon GO, tenho direito a 60Hz. Isto porque a própria Niantic limita a taxa de atualização a metade do que o equipamento suporta. E num jogo que é tão simples, pequenas mecânicas como abrir ou fechar coisas ou fazer batalhas torna-se muito mais agradável. Na hora de testar as câmaras, podes crer que não te vai faltar versatilidade. Tens aqui o conhecido sensor principal de 108MP, que é acompanhado por uma grande angular de 12MP e uma telefoto periscópica também de 12MP. No vídeo, podes filmar até 8K a 24fps. Fotografia captada com a lente periscópica (zoom de 5x) do Samsung Galaxy Note 20 Ultra No que é que isto se traduz? Tens aqui fotografias com excelentes cores e também com alto alcance dinâmico. Tens bom detalhe, mas é bom referir que em certas condições é notável o grão. Fotografia captada à noite com a lente periscópica do Samsung Galaxy Note 20 Ultra Trocar entre as várias lentes é bastante simples, tanto em fotografia como em vídeo. Como podes ver nos vídeos gravados na bela praia da Nazaré, o autofoco demora apenas um pouco a habituar-se à lente para a qual alternaste. O facto de termos aqui uma lente periscópica telefoto, faz com que tenhamos um zoom de 5x com bom detalhe e bastante usável. Tudo o que vai daí para a frente até chegar ao zoom de 50x tem uma qualidade discutível. Fotografias captadas com o Galaxy Note 20 Ultra. Grande angular (esq.), principal (centro) e zoom de 5x (dir.) O vídeo capturado por este equipamento, onde decidi apenas ficar-me pelo Full-HD tem não só boas cores, como verifiquei uma estabilização satisfatória. Isto porque nos vídeos feitos com o equipamento, todos foram capturados à mão sem qualquer acessório. Vê aqui fotografias e vídeos capturados com o Note 20 Ultra na sua qualidade original Por um preço superior a 1300 €, este é um equipamento que considero de grande qualidade, mas caro. É não só pesado, como é pouco amigos dos bolsos das minhas calças. Além disso, este bump da câmara frontal dá bastante nas vistas. Ainda assim, sem olhar a preço, tens aqui um smartphone bastante completo. Samsung Galaxy Note 20: um smartphone que faz pouco sentido Também neste pack da Samsung, testei o Galaxy Note 20. Mas sendo um equipamento que não me deslumbrou (tirando a cor verde que é fantástica), falar-te-ei menos dele. Samsung Galaxy Note 20 (em baixo) e Samsung Galaxy Note 20 Ultra (em cima) A verdade é que se estás à procura de um smartphone onde possas usar uma S Pen por um preço mais baixo (989€ na versão 4G), este é o equipamento a comprar favorecendo a qualidade. Embora com um setup mais modesto, também não vais ficar nada desiludido com estas câmaras. Há certos pontos difíceis de ignorar num equipamento que pode ascender os 1000€ se quiseres adquirir a versão com 5G. A parte de trás é de plástico, ou “Glasstic”, como a Samsung lhe chama. Ao olhar para este equipamento, esse plástico não afeta a sua estética e não terás grandes gastos caso seja necessária reparação. Mas parece ultrajante colocar plástico em algo deste preço. Outro ponto negativo é que, embora tenhas aqui um ecrã Super AMOLED Plus, estás limitado a resolução Full-HD e a apenas 60Hz. Nesta faixa de preço parece já proibitivo não ter pelo menos 90Hz. Este mesmo ecrã não tem qualquer curvatura nas margens, o que para alguns utilizadores pode ser um ponto a favor. A câmara traseira não tem as lentes pronunciadas, o que faz com que este seja um smartphone bem mais discreto, embora com 6.7 polegadas. Aqui tens um sensor principal de 12 MP, acompanhado por uma grande angular de 12 MP e ainda uma telefoto de 64 MP. Podes também gravar vídeo em 8K a 24 fps, e os resultados fotográficos não desiludem. Vê aqui fotografias e vídeos capturados com o Note 20 na sua qualidade original Fotografia capturada com a câmara principal do Samsung Galaxy Note 20 Samsung Galaxy Watch 3: o melhor smartwatch Android Quem também não desilude, é o Galaxy Watch 3 quando usado em conjunto com um smartphone Samsung. Esta é, aliás, a forma de tirares melhor partido deste smartwatch. Embora seja o mais interessante smartwatch Android, só com este ecossistema terás acesso a todas as suas potencialidades. O melhor elogio que se pode fazer a este produto é que não parece um smartwatch até ligares o seu ecrã. O seu design clássico faz com que seja um relógio inteligente ideal para qualquer ocasião. Esta versão que testei é de 45mm, e tem um ecrã AMOLED de 1.4 polegadas. Adapta-se bem a quaisquer condições de luz. Embora com sol a bater de frente, seja apenas competente. A bracelete em pele e a construção em aço inoxidável conferem-lhe uma robustez e sentimento premium. Os dois botões laterais auxiliam na navegação, mas a coroa rotativa é aquilo que mais vais gostar. Pela minha experiência, a bateria durou-me facilmente dois dias. Mesmo sempre ligado ao smartphone e a receber notificações e chamadas ocasionais, bem como a fazer algum uso de GPS numa volta de bicicleta. E se esta faltar, podes carrega-lo com o seu carregador magnético ou ao Note 20 (Ultra) com carregamento inverso. E embora possas parecer um Power Ranger a atender chamadas, principalmente ao volante, é algo a que vais dar muito valor neste smartwatch. A qualidade do altifalante é satisfatória, como podes ver no vídeo do início do artigo, e do outro lado também consegues ser ouvido com clareza. Escrever uma mensagem através do smartwatch necessita de um processo de aprendizagem, dadas as dimensões do ecrã. Mas se for uma mensagem curta, não é muito difícil habituares-te ao teclado T9 disponível mais do que esperavas. Se desporto e monitorização de saúde são a tua praia, tens aqui cerca de 40 modos desportivos, um sensor para medir oxigénio no sangue ou a possibilidade de monitorizar o teu sono com grande precisão. Se tiveres ativado, o relógio também vai avisar-te frequentemente de que deves mexer-te. Na Galaxy Store não tens a possibilidade de ter tantas Apps como no Apple Watch. Mas o facto de teres acesso ao Spotify offline se fores cliente premium é uma grande vantagem. Isto significa que podes sair para uma corrida apenas com o relógio e ligar os teus auriculares Bluetooth ao relógio e ouvir a tua música preferida. Samsung Galaxy Buds Live: inovadores e repletos de classe E essa música pode muito bem ser ouvida nos Galaxy Buds Live. Estes novos auriculares Bluetooth da Samsung surpreendem mal os tiras do estojo de carregamento pelo seu aspeto que mais parece um feijão. Aquilo que vais notar imediatamente (principalmente com esta cor) é que são extremamente refletivos. Mesmo ficando discretos na orelha devido ao tamanho, vão sempre saltar à vista. O tamanho e formato é algo que me agradou bastante. Encaixam perfeitamente na minha orelha, e esqueço-me que os estou a usar. Mas isso vai variar de utilizador para utilizador. O som vai diretamente para o teu canal auditivo, não havendo borrachas que tenhas de empurrar para lá. E essa qualidade de som é bastante equilibrada, sendo que até podes ter uns baixos mais pronunciados, se assim desejares, com a personalização na app. Podes controlar a tua música por toque: reproduzir ou pausar com um, passar à faixa seguinte com dois ou voltar atrás com três e personalizar o “tocar sem soltar” através das definições. Estes toques requerem, claro, uma curva de aprendizagem. Eles carregam por USB-C, mas se tiveres por casa um carregador sem fios será ainda mais cómodo carrega-los. E graças ao carregamento inverso do teu smartphone Samsung, também é fácil conseguir algum sumo através deste. Podes ligar o cancelamento de ruído ativo nas definições, mas deves ter em conta que este só vai eliminar algumas frequências baixas (tipo uma ventoinha). Se procuras uns auriculares para evitar ruídos de vozes no trabalho ou em viagens, estes não são os mais indicados. Como acabei por desligar este cancelamento de ruído, posso dizer-te que consegui facilmente oito horas de bateria o que é muito satisfatório. Se contares com a caixa, a autonomia sobe facilmente para umas 27/28 horas no total sem voltar à “ficha”. Deves ter em conta que têm apenas certificação IPX2, e isso significa que se suares bastante a fazer desporto os podes danificar. Mas também não me parece que seja esse o público alvo da Samsung. Chuva com eles é que é para esquecer. O modo de ligação de auriculares perfeito é o que queremos num produto de um ecossistema em pleno funcionamento. Isto faz com que possas alternar rapidamente entre dispositivos sem ser necessário re-emparelhar os auriculares. Mesmo que nunca tenhas emparelhado com o teu Galaxy Note 20 Ultra, se tiveres lá a conta Samsung ligada, os auriculares vão funcionar à primeira sem problemas. Em conclusão: ecossistema da Samsung continua a crescer Samsung acertou em cheio no ecrã e som do Galaxy Tab S7+; A performance torna-o ideal para consumo multimédia, gaming e trabalho; Samsung Galaxy Note 20 Ultra é o smartphone Android mais premium do mercado; Câmaras do Samsung Galaxy Note 20 Ultra são de grande qualidade e muito versáteis; Samsung devia colocar processadores Qualcomm independentemente da região; Samsung Galaxy Note 20 em plástico é um grande ponto negativo para o preço; A falta de taxa de atualização acima de 60Hz é outra grande falha do Note 20; Galaxy Watch 3 reafirma-se como o melhor smartwatch Android; Design clássico conquista, e a coroa rotativa é a melhor parte; App do Spotify no Galaxy Watch 3 não é muito estável; Galaxy Buds Live conquistam pelo design diferente; Cancelamento de ruído é quase inexistente nestes auriculares; Bateria e qualidade de som são ajustadas para um produto de primeira geração; O que podes retirar desta breve análise aos novos produtos da Samsung é o esforço que a marca continua a fazer por inovar com produtos como os Buds Live. Ou em oferecer-nos excelência com o Tab S7+ ou o Note 20 Ultra. E se o Galaxy Watch 3 é um produto de continuidade, mas onde não vemos nada de propriamente revolucionário, o Note 20 parece ser um dos smartphones que menos faz sentido em 2020. Este foi a minha experiência com estes produtos que agradecemos à Samsung ter cedido. Podes ver a análise no vídeo colocado acima do nosso canal de Youtube. 4gnews »

  • Galaxy Note 9 da Samsung recebe atualização que marca o fim

    16 Outubro 2020 >O Galaxy Note 9 não está obviamente  11 gerações atrás dos dois Note 20 deste ano. Mas isso não quer dizer que tenha uma longa vida pela frente, antes pelo contrário. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Samsung lança atualização One UI 2.5 para Galaxy A71

    16 Outubro 2020 >O aparelho teve um desempenho de vendas tão bom que a empresa prometeu três gerações de actualizações do Android para isso. A gigante da tecnologia sul-coreana até lançou alguns Recursos do Galaxy S20 para este telefone e também para o Galaxy A51. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Sony lança app Apple TV em smart TVs selecionadas

    15 Outubro 2020 >A app Apple TV está disponível a partir de hoje na Europa nos modelos da série XH90 da Sony, através de uma atualização de software, e estará disponível em mais de 100 outros países e regiões brevemente. A app Apple TV reúne todas as formas de ver programas e filmes num único lugar. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Redação Android Geek »

  • WhatsApp vai passar a oferecer um suporte muito mais prático e eficaz. Descobre como

    15 Outubro 2020 O WhatsApp continua a impressionar com a quantidade de novas funcionalidades que continua a receber, melhorando constantemente a experiência de utilização de milhões de utilizadores. Agora, graças à equipa do WABetaInfo, ficámos a saber que uma nova funcionalidade está prestes a ser implementada. Numa das suas próximas atualizações, o WhatsApp passará a apresentar suporte dentro da aplicação, sendo possível entrar em contacto com a equipa do WhatsApp diretamente através de uma simples mensagem. Além disso, vai também ser possível incluir detalhes técnicos sobre o teu smartphone com apenas um clique, o que tornará todo o processo bastante mais eficaz. Como vai funcionar a nova funcionalidade de suporte no WhatsApp Tal como acontece em tantas outras aplicações atualmente, também no WhatsApp não vais precisar de enviar um email, ou aguardar que um email te seja enviado em forma de resposta. Sempre que precisares de suporte com qualquer problema que possa surgir com a aplicação, vais poder enviar uma mensagem de texto dentro do WhatsApp, diretamente para a equipa de suporte. De forma a facilitar todo o processo, a resposta será apresentada na forma de um tradicional chat na App, sendo depois marcada respetivamente assim que o problema tenha sido resolvido. Este é mais um importante passo na evolução do WhatsApp, que cada vez mais consegue oferecer uma mais completa e evoluída experiência de utilização para os seus utilizadores. A mais desejada funcionalidade no WhatsApp está ainda por chegar! Novas funcionalidades são sempre recebidas de braços abertos e, enquanto esta possa ser uma interessante novidade, os utilizadores do WhatsApp continua à espera de novidades sobre a mais desejada funcionalidade de sempre. Já há largos meses que se fala na implementação de suporte para múltiplos dispositivos, mas esta novidade "teima" em não chegar. A sua implementação vai representar o final da maior limitação do serviço de mensagens, que é não permitir que um utilizador esteja com a sessão iniciada em mais do que um dispositivo. Editores 4gnews recomendam: Facebook Messenger vai mudar novamente. Conhece as novidades Instagram tem um segredo de aniversário para ti. Sabe como ativar YouTube apresenta uma funcionalidade que o Instagram tem de copiar para as suas Stories 4gnews »

  • Análise Samsung Galaxy Note 20. Menor é melhor?

    14 Outubro 2020 >O primeiro passo para olhar para este Note 20 com o mindset correcto é pensar e refletir sobre o que desejam de um equipamento com estas características -  o Note 20 traz as vantagens da caneta S Pen que define esta série, a um preço inferior ao do Note 20 Ultra por causa da sua câmara mais modesta e ecrã e especificações não tão exuberantes. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »

  • Como localizar o telemóvel Android e iPhone? Eis as melhores opções!

    13 Outubro 2020 Por lapso, esquecimento, furto ou roubo, perder o smartphone é uma das piores sensações, mas felizmente existem várias formas de localizar telemóvel Android e iOS. Aqui tens as maneiras mais eficazes de localizar o teu dispositivo, grátis e rápidas. Caso queiras ativar o toque de alerta, ver a localização do dispositivo, ou bloquear o acesso ao mesmo e apagar os dados (sobretudo em caso de furto/roubo), a Google, Apple, Samsung e outras fabricantes disponibilizam meios adequados para tal. Como localizar telemóvel Android Serviço "Localizar o meu dispositivo" da Google no computador. Após sair de casa sem o smartphone, liguei o computador e pude localizar o meu dispositivo de forma grátis com o serviço Localizar o meu dispositivo, da Google. Esta ferramenta fornece a localização de um telemóvel Android e três ações de controlo: Reproduzir Som - O dispositivo toca durante 5 minutos, mesmo que esteja no modo silencioso. Proteger Dispositivo - Bloquear o dispositivo e terminar sessão na conta Google. Apagar Dispositivo - Apagar todo o conteúdo do dispositivo. 1. A primeira opção pode ser usada para encontrar o telefone caso esteja perdido em casa, ativando o toque de chamada independentemente do perfil de som. Remotamente é possível ativar o toque de alerta e parar de fazer tocar. 2. A segunda opção bloqueia o telemóvel e termina a sessão nas contas Google do utilizador. Adicionalmente podemos definir uma mensagem ou número de telefone que aparecerá no ecrã de bloqueio do telemóvel perdido. 3. A terceira opção apaga todo o conteúdo do dispositivo. Medida mais radical que, depois de concluída, impossibilita a localização do telemóvel. O seu uso deve ser evitado, sendo um último recurso e esgotadas as opções anteriores. Disponível no computador ou app Android A ferramenta de localização e controlo da Google está disponível para computadores e para dispositivos móveis Android. É uma boa forma de localizar o telemóvel, grátis e com bons resultados desde que o dispositivo móvel esteja ligado. Podemos assim localizar um tablet, smartwatch ou outro smartphone Android, desde que esteja registado com uma conta Google ativa. No entanto, caso acabe a bateria, esteja desligado e/ou sem acesso à Internet, não será possível usar estas opções. O serviço "Localizar o telemóvel" da Google está disponível através do computador, além da app dedicada, a " Localizar o meu dispositivo da Google ", gratuita na Play Store. Localizar telemóvel Samsung O serviço "Find my Mobile" da Samsung está disponível para computador e via app. A Samsung é a maior fabricante a adotar o Android como sistema operativo dos seus smartphones, tendo uma plataforma própria para localizar os seus produtos. É gratuita e está disponível via computador e dispositivos móveis Samsung. O serviço "Localizar o Meu Telemóvel" da Samsung permite executar as seguintes ações: Localizar o telemóvel Samsung - rastreia a localização aproximada e a rota do dispositivo perdido. Bloquear o ecrã. Bloqueia o telemóvel Samsung e impede o uso do Samsung Pay no dispositivo móvel perdido. Fazer o dispositivo móvel tocar. O telemóvel tocará, no volume máximo, durante 1 minuto. Fazer cópia de segurança dos dados. A cópia de segurança do dispositivo é feita na Samsung Cloud. O "Find my Mobile" está disponível para computadores, além de se encontrar presente nas definições dos smartphones Samsung Galaxy e demais dispositivos móveis da gigante sul-coreana. Além das opções listadas acima, o utilizador também pode desbloquear o ecrã dos seus dispositivos Samsung caso, por exemplo, se tenha esquecido da palavra-passe, PIN, impressões digitais, padrão e íris. Como usar o Find my Mobile da Samsung Aceder a Definições no Samsung Galaxy Aceder ao menu "Dados biométricos e segurança" Tocar e entrar em "Localizar o meu telemóvel" (Find my Mobile) Selecionar o interruptor e ligar o serviço (On) Introduzir os detalhes da conta Samsung Também pode entrar na conta Samsung a partir do computador A Samsung vai mais além e disponibiliza o "Offline Finding" que permite encontrar um Samsung Galaxy perdido com recurso aos "ajudantes", outros dispositivos Samsung que ajudarão a partilhar a localização do telefone perdido. Como localizar iPhone O serviço encontrar iPhone está disponível através do browser para computadores. A Apple disponibiliza uma ferramenta própria para localizar o telemóvel iOS, bem como outros dispositivos da gigante de Cupertino, desde que devidamente registados. Basta ter as credenciais da conta Apple para usar a plataforma. Através da app para iOS e serviço "Encontrar iPhone" pelo browser é possível tomar as seguintes ações: Localizar o iPhone. A localização aproximada do telemóvel Apple é apresentada no mapa. Emitir um alerta. O iPhone tocará um tom de alerta para o ajudar a localizar o dispositivo caso estes esteja próximo. Marcar como perdido. O iPhone apresentará um contacto telefónico definido pelo utilizador para que, se alguém o encontrar, saber a quem ligar. O dispositivo passará a estar remotamente bloqueado. Apagar remotamente. Apaga remotamente todos os dados do iPhone, formatando-o. 1. É nos apresentada a localização do iPhone no mapa, funcionando também para outros dispositivos Apple. Aconselhamos a que mantenha ativada a opção "localização offline", pois, desse modo, mesmo que o telemóvel não tenha ligação Wi-Fi ou dados, o mesmo poderá ser encontrado. 2. O alerta sonoro pode ser útil para encontrar um iPhone perdido em casa, ou esquecido dentro de alguma gaveta. Independentemente do perfil de som do equipamento, será reproduzido um alerta para o ajudar a localizar o smartphone. 3. Caso suspeite de furto, tenha sofrido um roubo, ou efetivamente perdido o iPhone, este modo vai bloquear o telefone. No ecrã será apresentado o número de segurança, para que um eventual benfeitor saiba quem contactar. Este modo impede que o sistema Apple Pay seja usado, além de restringir o acesso ao dispositivo móvel, blindando as suas informações pessoais. 4. Em última instância pode apagar o dispositivo remotamente. Isto vai garantir que os dados são eliminados do iPhone, sendo a forma inexorável de impedir o acesso indevido aos seus dados, desde as fotos na galeria aos cartões do Apple Pay. Disponível no computador ou app iOS A ferramenta de localização e controlo da Apple está disponível para computadores e para dispositivos móveis iOS. O seu uso é grátis, permitindo encontrar os dispositivos associados à conta Apple pelo browser ou através de outro iPhone, por exemplo. Para usar esta ferramenta Apple basta seguir os passos indicados: Aceder pelo browser ao site iCloud e iniciar sessão. Selecionar a opção "Encontrar iPhone" e escolher o dispositivo pretendido A partir daí pode socorrer-se das opções listadas mais acima, ou localizar outro dispositivo que esteja ligado à sua conta Apple. Note-se que além dos telemóveis também é possível, por exemplo, localizar os computadores Mac. 3 apps úteis para localizar telemóvel 1. Localizar o meu dispositivo da Google. A aplicação ajuda-o a localizar o telemóvel Android, esteja debaixo de uma almofada, ou perdido na rua. O tratamento de dados, privacidade e funções de segurança são os maiores trunfos da aplicação grátis. 2. Rastreador GPS da minha Família. Graças à localização GPS, a app para Android e iOS podemos verificar a posição em tempo real de cada smartphone onde esteja instalada. Tem protocolos seguros e pode ser usada para localizar um telefone perdido. 3. Life360 - Localizador Familiar e Celula r. O rastreamento por GPS é o maior trunfo da app para dispositivos Android, podendo ser usada para localizar um telefone perdido, ou roubado. Tem uma interface simples e intuitiva, sendo focada na família. Alertamos para o facto de existirem milhares de aplicações a prometer localizar o telemóvel, mas poucas garantem a privacidade e respeito pelos dados do utilizador. Posto isto, destacamos as apps selecionadas após verificar a sua política de privacidade. A importância do IMEI O IMEI é o código digital único, associado a cada dispositivo móvel. Trata-se de um conjunto de 15 números que identificam cada telemóvel, sendo por isso um código que deve ser registado e guardado pelo utilizador par referência futura. Apesar de não ser possível localizar um telemóvel através do IMEI, podemos saber se um dispositivo já teve algum dono, ou se este o deu como perdido. Podes encontrar o IMEI na caixa do smartphone e no próprio dispositivo, em Definições. Antes de ires, descobre os melhores gadgets a comprar atualmente, com produtos para várias necessidades. Além disso, vê como escolher um smartwatch, para que faças uma boa e informada compra. 4gnews »

  • Análise Samsung Galaxy Watch 3. Um Wearable de luxo

    13 Outubro 2020 >O Galaxy Watch 3 tem como objetivo oferecer aos consumidores um wearable multifuncional que pode ser usado para tudo, desde rastreio de condição física até ao controlo de tecnologia doméstica inteligente. O dispositivo foi revelado ao lado do Galaxy Note 20 e Galaxy Buds Live em agosto. Venham conhecê-lo em pormenor. >Publicado primeiro em >AndroidGeek - O maior site de Android em Português escrito por >Joao Bonell Android Geek »