• Mi 8 da Xiaomi pode vir com um clone dos Animojis

    29 Maio 2018 >/>Estamos a 2 dias da >apresentação oficial do Xiaomi Mi 8?mas os rumores sobre o mesmo não param se chegar, sendo que o último indica a presença de animojis que também tiram partido da sua câmara frontal 3D, ao estilo do que a Apple fez no iPhone X e a Samsung replicou no seu Galaxy S9 (mesmo sem câmara 3D).>Se há aspecto que não preocupa a marca chinesa, é o ser frequentemente acusada de copiar as ideias das marcas suas concorrentes. O Mi 8 poderá apresentar uma funcionalidade que foi buscar inspiração à Apple e Samsung, com a Xiaomi a apresentar a sua versão dos Animoji.>/>É certo que se tem que compreender que a Xiaomi deve estar bastante orgulhosa por ter conseguido replicar uma câmara frontal 3D menos de um ano após a Apple o ter feito no iPhone X - e quando alguns analistas estimavam que isso fosse demorar dois anos. Mas por outro lado, se por um lado é uma funcionalidade que consegue causar um forte impacto visual nas apresentações do produto, está bem longe de ser algo que venha a ser utilizado no dia a dia. Basta ver o que aconteceu com o iPhone X e Galaxy S9, onde depois de merecer grande destaque na apresentação, a verdade é que continua a ser pouco utilizado pelos utilizadores (mas pode ser daquelas coisas que até se venha a tornar cada vez mais comum, se houver equipamentos suficientes no mercado que os suportem).De qualquer forma, seria talvez mais interessante ver a Xiaomi a apostar em melhorias que pudessem ser mais úteis para todos os utilizadores em operações do dia a dia - nem que fosse dedicar parte destes esforços a criar versões Android One dos seus smartphones mais populares... Ou há dúvidas de que um Mi 8 Android One seria um (ainda maior) sucesso instantâneo? >> >> >> Aberto até de Madrugada » Correio da Manhã »

  • O futuro papel do papel

    29 Maio 2018 i Online »

  • Dois anos da carta por pontos. Resultados são ainda insuficientes

    28 Maio 2018 Mais de 150 condutores perderam a totalidade dos pontos da carta de condução desde junho de 2016. "É muito pouco", diz a Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados. Renascença »

  • RGPD: O que muda nas empresas

    28 Maio 2018 RGPD. Estas quatro letras têm sido capazes de provocar arrepios em qualquer pessoa que trabalhe no sector das tecnologias. De facto, o novo Regulamento Geral de Protecção de Dados que substitui o anterior enquadramento legal sobre protecção de dados pessoais, tem assustado toda a gente, principalmente quando se fala em penalizações e coimas. O valor Computerworld »

  • Carta por Pontos: 59 condutores já perderam a carta de condução

    28 Maio 2018 >/>Nos primeiros dois anos do sistema da Carta por Pontos 59 condutores ficaram sem carta de condução e 157 perderam a totalidade dos pontos, revelou hoje a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). >/> Numa resposta enviada à agência Lusa, a propósito da passagem dos dois anos da entrada em vigor, a 01 de junho, do sistema da Carta por Pontos, a ANSR revelou que 59 condutores ficaram com o título cassado (inibidos de conduzir durante dois anos). Segundo a ANSR, 157 condutores perderam a totalidade dos 12 pontos e 150 foram alvo de processo de cassação, existindo ainda a possibilidade de o automobilista recorrer judicialmente e de o processo ser impugnado. Após a subtração da totalidade dos pontos, o condutor só fica sem a carta de condução depois de ter sido instaurado um processo autónomo administrativo e de ter sido efetivada a notificação da cassação, desde que não seja impugnada judicialmente. A ANSR indica que oito condutores notificados para ficarem sem carta de condução recorreram ao tribunal, que deu razão a sete deles: "Impugnaram judicialmente a decisão de cassação do título de condução oito condutores. Houve uma decisão judicial, transitada em julgado, que manteve a decisão do presidente da ANSR de cassação do título de condução". Recorde-se que no sistema da Carta por Pontos são atribuídos ao condutor 12 pontos, que aumentam ou diminuem em função das infrações, ficando o automobilista sem a carta de condução, após ter perdido a totalidade dos pontos. Depois da cassação do título, estes automobilistas ficam inibidos de conduzir durante dois anos e têm de tirar novamente a carta. A ANSR refere também que 11 condutores frequentaram ações de formação de segurança rodoviária obrigatória, porque ficaram sem oito pontos no título. Já quando ficam apenas com três ou menos pontos, os automobilistas têm de realizar um novo exame de código, tendo sido seis os que foram notificados pela ANSR - um reprovou e dois faltaram ao exame. Como a prova não foi realizada no prazo de 90 dias contados da notificação de que tinham três ou menos pontos, a ANSR abriu um processo de cassação. No total, 20.340 condutores perderam pontos durante dois anos: 13 ficaram sem 10 pontos, um perdeu 9, 34 viram 8 pontos serem subtraídos do título de condução, dois ficaram sem 7 pontos, 6.784 perderam 6 pontos,  47 ficaram sem 5 pontos e 3.542 perderam 4. A ANSR indica ainda que, a 119 condutores, foram subtraídos três pontos e, a 9.641, dois pontos. >/> Como se perdem pontos? Segundo a ANSR, as contraordenações que têm mais tempo para a subtração de pontos são a condução com excesso de álcool, passagem no traço contínuo, falta de paragem no sinal vermelho dos semáforos e nos sinais STOP, circulação em sentido proibido, excesso de velocidade e utilização do telemóvel durante a condução. Neste sistema, os pontos vão diminuindo à medida que o automobilista vai cometendo contraordenações graves, muito graves ou crimes rodoviários, mas podem aumentar caso não existam infrações ao fim de três anos. No caso das contraordenações graves, os condutores perdem dois pontos e, nas muito graves, quatro, enquanto nos crimes rodoviários vão ser subtraídos seis pontos. No sistema da Carta por Pontos existe um regime próprio para as contraordenações graves nas situações de álcool, excesso de velocidade e ultrapassagem junto às passadeiras, sendo retirados três pontos. Nas contraordenações muito graves e, nos casos da condução sob efeito do álcool, substâncias psicotrópicas e excesso de velocidade, são retirados quatro pontos. (com Lusa) Automonitor »

  • Acidente rodoviário faz um morto e três feridos em Mortágua

    28 Maio 2018 Colisão ocorreu entre dois veículos ligeiros. Correio da Manhã »

  • Volvo V60 chega às 400 mil unidades vendidas

    28 Maio 2018 >/>Numa altura em que a Volvo está prestes a estrear a segunda geração do V60, a primeira geração acaba de ultrapassar as 400.000 unidades vendidas em todo o Mundo. >/> Fazendo jus a uma histórica tradição de carrinhas Volvo, a 1ª geração Volvo V60 foi inicialmente apresentada em 2010, como uma referência de estilo e performance com um pack de segurança sem igual para a data. No seu avançado pack de segurança destacava-se a estreia mundial do Pedestrian Detection with full auto brake solução tecnológica avançada que permitia não só a deteção de peões que se atravessassem à frente do veículo, como também uma travagem automática caso o condutor fosse incapaz de travar a tempo. Adicionalmente a Volvo V60 apresentava: Collision Warning with Auto Brake; City Safety; Driver Alert Control;  Blind Spot Information System; Lane Departure Warning; Adaptive Cruise Control. Os objetivos iniciais de vendas apontavam para cerca de 50.000 unidades ano, de um modelo que seria predominantemente comercializado em solo europeu. Estes objetivos foram atingidos e reforçados, em 2015, com a chegada da versão V60 Cross Country. A marca sueca encontra-se atualmente em fase de lançamento da nova geração da Volvo V60, modelo que promete continuar a senda de sucesso do seu antecessor. Tendo por base a nova plataforma SPA da Volvo - Scalable Product Architecture, utilizada nos modelos da Série 90 e no Novo XC60, a nova Volvo V60 é sinónimo de elegância e versatilidade e constitui um novo capítulo na história de sucesso da marca no que toca ao design e ao desenvolvimento de carrinhas. >V60 – VENDAS MUNDIAIS ANUAIS >>/> Automonitor »

  • 59 condutores ficaram sem carta em dois anos

    28 Maio 2018 /> Nos últimos dois anos, 59 condutores ficaram sem carta. Castigos aplicados desde que começou a funcionar o novo sistema da carta por pontos. RTP »

  • Nova Nissan e-NV200 já disponível com nova bateria 40 kWh

    28 Maio 2018 >/>Construída em Barcelona, a nova Nissan e-NV200 com nova bateria de 40 kWh vai começar a ser entregue a clientes em todo o mundo a partir deste mês. >/> As entregas aos clientes começam agora, com mais de 4.600 encomendas recebidas desde o início das vendas em janeiro - um reflexo, segundo a marca, da procura com níveis recorde que a Nissan está a registar também para o novo Nissan LEAF. A nova geração deste comercial ligeiro vem sublinhar o comprometimento da Nissan para a redução dos níveis de emissões no centro das cidades, tornando possível para negócios e condutores profissionais efetuar entregas 100% elétricas ao consumidor. "A mobilidade com zero emissões é o futuro da logística nos perímetros urbanos, nomeadamente com a entrega ao consumidor utilizando meios de transporte limpos e eficientes", afirmou Gareth Dunsmore, Diretor de Automóveis Elétricos na Nissan Europa. "A e-NV200 com a sua autonomia significativamente melhorada vai desempenhar um papel fundamental na concretização deste objetivo". A fábrica da Nissan em Barcelona tornou-se em 2014 a instalação de fabrico da Nissan a nível global para a e-NV200, que conquistou a posição de automóvel comercial ligeiro elétrico mais vendido na Europa no ano passado. Com mais de 18.000 unidades vendidas da versão original em todo o mundo, a nova versão da e-NV200 está agora a ser enviada para clientes na Europa e em Hong Kong, seguindo-se as entregas no Japão. [gallery type="slideshow" size="full" ids="103421,103420,103419,103418"] A sua nova bateria de 40 kWh aumentou a autonomia de condução, permitindo que os clientes conduzam 301 km (ciclo WLTP em cidade) com uma única carga. Isto representa um aumento de mais de 60% comparativamente à geração anterior, permitindo viagens ainda mais longas com o apoio da rede europeia de Carregamento Rápido CHAdeMO. Os clientes podem escolher entre três opções de carroçaria, o furgão e-NV200, o furgão de 5 lugares Combi5 e a versão de passageiros de 7 lugares e-NV200 Evalia - todas têm um interior versátil que permite que os utilizadores configurem as prateleiras, compartimentos e bancos mediante as suas necessidades. Com 4,2m³ de espaço de carga, o furgão tem espaço de carga suficiente para duas paletes Euro ou até 742kg de carga. Para empresas que pretendam transportar passageiros ou uma equipa alargada, a e-NV200 Evalia fornece a solução ideal para o transporte de pessoas. Com os seus bancos modulares engenhosos, permite adaptar na perfeição as necessidades de lotação e espaço para bagagem ou ferramentas; e uma vez que se trata do único comercial ligeiro 100% elétrico com sete lugares disponível na Europa, é também a solução perfeita para negócios de táxis ou transporte profissional de pessoas. >/> A fábrica da Nissan em Barcelona é responsável não só pelo fabrico da e-NV200 mas também pela montagem dos novos conjuntos de baterias de 40kWh, em instalações especializadas. Automonitor »

  • Carros novos poderão ficar mais caros em Setembro

    28 Maio 2018 A entrada em vigor de uma nova norma de medição das emissões poluentes poderá significar um aumento no imposto sobre veículos, e consequente subida no preço final de um carro novo./> Público »

  • Mais de 150 condutores já perderam todos os pontos da carta de condução

    28 Maio 2018 Outros 59 ficaram sem a licença de condução. A Carta por Pontos entrou em vigor há dois anos. Renascença » Correio da Manhã »

  • Carta por pontos excluiu 59 condutores em dois anos

    28 Maio 2018 No total, 20.340 condutores perderam pontos durante dois anos./> Público »

  • Cinquenta e nove condutores ficaram sem carta em dois anos da Carta por Pontos

    28 Maio 2018 /> Cinquenta e nove condutores ficaram sem carta de condução nos primeiros dois anos do sistema da Carta por Pontos, e 157 perderam a totalidade dos pontos, revelou hoje a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). RTP »

  • Secure Quick Reliable Login (SQRL) que ser alternativa a usernames e passwords

    27 Maio 2018 >/>E se em vez de escrevermos um nome e password para entrar num site bastasse clicar num código QR ou tirar-lhe uma foto com o smartphone? É isso que propõe o SQRL como alternativa aos sistemas existente e prometendo maior segurança.>O mundo digital moderno está repleto da necessidade de se fazer o login em grande parte dos sites que se visitam, o que implica preencher campos como o nome de utilizador e password, ou que mesmo usando-se um gestor de ficheiros, obrigará a manter a password desse mesmo gestor. Nalguns casos, temos sistemas "sem password" que nos enviam um link de utilização única para o email... Mas este >SQRL (Secure Quick Reliable Login) vai ainda mais longe querendo dispensar por completo as passwords (e gestores de passwords) e até a autenticação 2-factor.A sequência de utilização indicada é a seguinte: chegamos a um site que use este sistema SQRL e vemos um código QR, no qual poderemos clicar (se estivermos a usar o smartphone), ou apontar a câmara do smartphone para ele (se estivermos a usar um PC). Isso irá lançar a app SQRL, que apresentará o nome do site que está a pedir o login; e após a verificação do utilizador, basta dizer que permite fazer a autenticação.O sistema recorre a métodos criptográficos para garantir a identidade de cada utilizador de forma segura, sem nunca precisar ou pedir que seja criada uma password ou email; com a vantagem adicional de que automaticamente cada utilizador terá uma identificação diferente em todos os sites que usem o SQRL, impossibilitando qualquer tentativa de cruzamento de informação - e, uma vez que o utilizador nem sequer toca no teclado, este sistema é também imune a keyloggers.Parece-me que é um sistema com vantagens suficientes para merecer ser explorado, mesmo que não venha a ser uma alternativa total ao sistema de usarname e password; e que seria uma excelente forma para evitar registos em coisas mais "corriqueiras", como no acesso a fóruns, para fazer comentários num site, etc. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Despiste faz um morto e um ferido grave

    27 Maio 2018 Vítima mortal tinha 24 anos e era o passageiro do automóvel. Condutor ficou em estado grave./> Público »

  • Tesla expande rede Supercharger em 2019

    27 Maio 2018 >/>Para além dos seus automóveis a Tesla também tem apostado na criação de uma rede de postos de carregamento Supercharger que aos poucos vão cobrindo a Europa, e já no próximo ano a marca passará a contar com uma rede bastante completa.>Actualmente, a >rede de postos Supercharger em Portugal é bastante reduzida (com apenas três postos em funcionamento: Guarda, Fátima e Montemor-o-novo - sendo que o da Guarda me parece que será um Destination Charger, pois é dada a indicação de que está instalado num Hotel) mas a expansão já está em curso, com vários outros postos que irão abrir ainda este ano, como o de Braga, Vila Real e Castro Verde, e outros no próximo ano, como Castelo Branco e Lagos.>/>Claro que se considerarmos todos os "Destination Chargers" o número de locais onde se podem recarregar os Tesla aumenta drasticamente, mas consistindo quase todos eles num único posto de carregamento instalado em hotéis, hospedarias e outros locais de pernoite (embora seja melhor que nada).>/>O que é certo é que olhando-se para o panorama Europeu, a Tesla ficará já a partir do próximo ano com uma rede bastante distribuída e que permitirá que os possuidores de Teslas possam percorrer praticamente todo o seu território apenas com recurso aos Superchargers (para além de também poderem recarregar o carro nos postos "genéricos").Quanto a centros de serviço, é que continuamos a contar apenas com um em Lisboa... mas não nos podemos queixar muito, em Espanha também só existe um em Madrid e outro em Barcelona; e até que o volume de veículos o justifique, não me parece que a Tesla tenha como prioridade abrir centros mais distribuídos... Felizmente, a >manutenção de um automóvel eléctrico é muito menos complicada que a de um automóvel com motor de combustão, pelo que isso não deverá ser demasiado incómodo (nesta fase). >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Acidente entre veículo ligeiro e mota faz um morto em Sintra

    27 Maio 2018 Homem ainda foi assistido no local, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. Correio da Manhã »

  • Apple bloqueia iPad sem motivo aparente - deixa jovem sem a sua "vida digital"

    26 Maio 2018 >/>Estamos habituados a pensar que os nossos dados digitais estão mais seguros que os nossos pertences físicos, mas infelizmente também esses podem desaparecer de um momento para o outro sem explicação lógica... e sem grandes hipóteses de os conseguirmos recuperar.>O caricato - mas assustador - caso aconteceu com uma jovem que usava um iPad mini usado que lhe tinha sido oferecido por uns amigos dos seus pais. Era o seu tablet principal, onde acumulava todas as suas fotos e demais informações digitais, mas que de um momento para o outro se tornou num intransigente bloco de vidro e metal, >bloqueado sem qualquer explicação ou motivo aparente.A Apple bloqueou o acesso ao iPad e à conta iCloud da jovem, mesmo esta sabendo o seu username e password; sendo que aquilo que não sabe são as respostas às perguntas de recuperação (que na altura em que criou a conta, em 2010, tinha sido recomendado pela mãe que usasse valores "inventados"), e o email que tinha associado à conta também já caducou. Embora se possa argumentar que deveria ter tido o cuidado de actualizar o email... a verdade é que a Apple nunca a impediu de fazer login com toda a normalidade, durante anos e anos... até agora, do nada, bloquear tudo e sem disponibilizar qualquer forma de recuperar o acesso à sua conta e iPad.Embora seja ridículo que, de um instante para o outro, se possa transformar um equipamento funcional num pisa papéis bloqueado sem hipótese de ser reutilizado com uma nova conta; mais ridículo é que se deixe de ter acesso à conta iCloud com todos os seus dados - mesmo tendo o username e password correctos!... No mínimo, dá que pensar quanto à confiança que se deve ter (ou não) nos equipamentos que pensamos estar sob nosso controlo, não? E isto que aqui aconteceu por motivos "inexplicáveis", pode muito mais facilmente acontecer por motivos de acidente e morte de um membro da família, etc. e de um momento para o outro bloqueando o acesso a equipamentos e contas na cloud.P.S. Mesmo com o caso a ter atraído a atenção da Apple e a merecer acompanhamento especial, parece que >não há mesmo forma de desbloquear a situação... >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Regulamento de proteção de dados pode aumentar preços

    26 Maio 2018 Para se adaptarem às novas regras europeias, empresas incorrem em custos extra para os seus orçamentos. Correio da Manhã »

  • António Costa diz que acabou o mito de que só a direita sabe gerir contas públicas

    26 Maio 2018 /> António Costa diz que acabou o mito de que só a direita sabe gerir as finanças públicas. No discurso de abertura do Congresso do PS, o Secretário-geral sublinhou que é possível estar no euro e virar a página da austeridade. RTP »

  • Alegre adverte que viragem à direita representaria risco de morte do partido

    26 Maio 2018 O dirigente histórico socialista Manuel Alegre afirmou hoje que uma viragem à direita representaria "um risco de morte" para o PS, que deve pedir maioria absoluta nas próximas eleições, mas mantendo a convergência de esquerda. RTP »

  • Xiaomi Mi 8 pode vir com Quick Charge 4.0

    26 Maio 2018 >/>O Xiaomi Mi 8 está aí ao virar da esquina e a acreditar numa imagem que supostamente teve origem no site da Qualcomm, o novo smartphone da marca chinesa vai suportar o QuickCharge 4.0.>Hoje em dia quase todas as marcas disponibilizam um sistema de carregamento rápido para os seus smartphones. Fabricantes como a Huawei ou a OnePlus, preferem trabalhar no desenvolvimento de tecnologias próprias para este fim, mas a grande maioria das marcas opta pelo Quick Charge da Qualcomm. Tendo em conta os dados agora vindos a público, o Xiaomi Mi 8 poderá suportar a >mais recente versão deste sistema de carregamento.>/>>/>Se forem agora ao site da Qualcomm, o Mi 8 já não faz parte da lista de equipamentos que suporta esta tecnologia, pelo que alguém poderá ter detectado a fuga de informação e removido a informaçao; ou, por outro lado, tratar-se apenas de um trabalho de Photoshop. Mas saberemos a resposta já no >dia 31 deste mês?- incluindo a parte da >traseira translúcida.Curiosamente, apesar de frequentemente utilizar a plataforma Qualcomm Snapdragon, a Xiaomi raramente disponibiliza o QuickCharge nos seus smartphones. Não são conhecidas razões oficiais para sustentar esta decisão, há contudo quem avance com questões de patentes e respectivos custos, para explicar a decisão da Xiaomi.No caso da Huawei, como tivemos oportunidade de testar, o >SuperCharge é uma boa opção para o carregamento dos smartphones com processador HiSilicon Kirin, tendo este sistema de carregamento batido aos pontos o DashCharge da OnePlus. É certo que este último é capaz de permitir um carregamento rápido, mas acaba por não conseguir superar a concorrência. A OnePlus bem poderia dedicar o seu tempo de investigação a outros assuntos e utilizar o QuickCharge da Qualcomm, tirando partido do facto de utilizar o Snapdragon 845 no seu OnePlus 6. Infelizmente e como tem sido habitual, a decisão acabou por recair na manutenção do DashCharge,A Xiaomi também tem vindo a trabalhar no >desenvolvimento do Surge, podendo mesmo apresentar em breve a segunda versão deste processador. Enquanto este CPU não chega a um nível de desempenho capaz de se bater coma? concorrência, a marca chinesa vai utilizando dois fabricantes de processadores, para equipar os seus smartphones: MediaTek e Qualcomm. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Apple sabia que iPhone 6 dobrava facilmente - embora dissesse o contrário publicamente

    26 Maio 2018 >/>O fantasma do famoso "bendgate" regressa para assombrar a Apple, desta vez com a revelação de documentos internos que comprovam que a Apple tinha conhecimento dessa fragilidade nos iPhones 6 e 6 Plus, embora publicamente sempre tenha negado que havia um problema estrutural de origem.>A posição da Apple relativamente ao bendgate sempre foi negar, negar, negar; mas para além de ser um problema que foi facilmente comprovado acidentalmente comprovado por milhares de utilizadores que descobriam um iPhone "empenado" ao tirá-lo do bolso, acabou por angustiar muitos mais quando, ao fim de vários meses, e mesmo sem "empenos" aparentes, começavam a apresentar problemas no ecrã e touchscreen, em virtude da flexão sofrida internamente - num problema que foi baptizado de "touch disease".Agora, em resultado do processo contra a Apple que está a decorrer nos tribunais, foram revelados alguns excertos de documentos internos da Apple que confirmam que >sabia que estes iPhones iam dobrar com facilidade. Segundo estes documentos referentes aos próprios testes feitos pela Apple, a conclusão foi a de que o iPhone 6 tinha uma probabilidade de dobrar 3.3 vezes superior ao iPhone 5S; e a de que o iPhone 6 Plus poderia dobrar com 7.2 vezes mais facilidade!>/>Só quase um ano mais tarde é que a Apple, sem dar qualquer satisfação ou explicação, fez alterações no iPhone 6 para o tornar mais resistente, e reduziu o preço da reparação / troca dos iPhones afectados por estes problemas de $349 para $149 - que já na altura poderia ser interpretado como uma "admissão de culpa" silenciosa.Pois... mas agora comprova-se que realmente não só tinha culpa como sabia que a tinha, mesmo enquanto publicamente dizia o contrário; e mesmo os clientes que pagaram o valor "reduzido" de $149 para corrigir este problema têm todos os motivos para se sentirem enganados, ao serem obrigados a pagar para resolver um problema que a Apple já sabia que ia acontecer.Que uma marca erre, é chato mas é daquelas coisas que pode acontecer a qualquer uma; que uma marca erre, saiba que errou, mas tente fazer dos seus clientes parvos ao mentir descaradamente... isso já me parece bastante mais difícil de aceitar - e torna-se ainda mais preocupante quando se tratam de situações recorrentes (como no caso da lentidão por conta das baterias gastas)... >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Costa e o mito de que só a direita sabe gerir finanças públicas

    26 Maio 2018 /> No discurso de abertura do Congresso do PS, o secretário-geral sublinhou que é possível estar no euro e virar a página da austeridade. Para além das críticas à direita, António Costa demarcou-se também de algumas propostas dos partidos que apoiam o Governo. RTP »

  • Procura de emprego facilitada aos refugiados através de plataforma digital

    25 Maio 2018 Plataforma online RefuJobs facilita procura de emprego a refugiados./> Público »

  • Centeno diz que acordo para reduzir riscos da União Bancária permite dar passos decisivos

    25 Maio 2018 /> O ministro das Finanças, Mário Centeno, saudou hoje o acordo sobre um pacote de medidas para reduzir os riscos da União Bancária, considerando que, em Junho, poderão ser dados passos decisivos para que seja completada. RTP » Correio da Manhã »

  • Vigilância sem registo

    25 Maio 2018 /> A nova lei de dados prevê que a partir de hoje a instalação de sistemas de videovigilância passe a ser livre. Ainda há assim, há regras definidas na lei. Estão previstas multas que podem chegar aos 20 milhões de euros para quem não cumprir o regulamento europeu. RTP »

  • Facebook parece querer levar a segurança a sério (finalmente)

    25 Maio 2018 /> >Os últimos meses não foram fáceis para o Facebook, mas Mark Zuckerburg garante ao público que a sua empresa está a fazer o seu melhor para corrigir os problemas. A principal rede social anunciou novos recursos e melhorias. Oferece agora proteção contra “uploads de imagens íntimas não consensuais” >O conteúdo >Facebook parece querer levar a segurança a sério (finalmente) aparece primeiro em >AndroidGeek. Android Geek »

  • Emma, o robô sexual que se confunde com uma mulher real

    25 Maio 2018 Dispositivo tem como medidas de segurança evitar choques elétricos ou risco de incêndio. Correio da Manhã »

  • PORTUGAL BANCA - Cajamar apresenta oferta de compra pelo Banco Caixa Geral

    25 Maio 2018 EFE »

  • Chrome tem um gerador de passwords seguras

    25 Maio 2018 >/>Para além do >serviço de detecção de malware o Chrome tem outra capacidade menos conhecida que permite gerar passwords seguras directamente nos formulários de criação de contas.>Esta funcionalidade de >criação de passwords no Chrome?não é muito conhecida por ainda se tratar de uma função experimental que se esconde atrás de uma opção que tem que ser activada manualmente, mas é já suficientemente funcional para merecer a sua activação - especialmente por quem não utiliza um gestor dedicado de passwords e costuma fazer esta tarefa manualmente - por exemplo, visitando o random.org para gerar uma password aleatória.Primeiro, será necessário activar a sincronização de passwords Smart Lock no Chrome, fazendo-se login no Chrome; depois, visitar as?chrome://flags e activar a funcionalidade experimental "Password generation". Depois de se reiniciar o Chrome, passaremos a ter uma nova opção de "gerar password" quando se clica com o botão direito do rato num campo de passwords.>/>A gestão das passwords geradas automaticamente, continuará a ser feita do mesmo modo que as que são geradas manualmente, tanto através do Chrome em?chrome://settings/passwords como na web em?>https://passwords.google.com.Embora o sistema não seja tão versátil quanto um serviço dedicado de gestão de passwords... poderá ser suficiente para que muitos utilizadores evitem utilizar passwords vulneráveis. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Portátil Chuwi LapBook 12.3 a €247

    25 Maio 2018 >/>A moda dos netbooks pode já ter passado, mas felizmente continuam a existir portáteis que nos oferecem uma experiência ainda mais completa a preços comparáveis aos mini-portáteis de outros tempos, como é o caso do LapBook 12.3 da Chuwi.>A Chuwi é uma marca que já bem conhecemos por conta dos seus tablets a preços bastante atractivos, mas que também conta no seu catálogo com portáteis que mantêm o mesmo nível de preço competitivo. Este?>LapBook 12.3?é um portátil que se destaca por ter um design inspirado em modelos de uma certa marca bastante popular (MacBooks), e que vem equipado com um ecrã de 12.3" com uma interessante resolução de 2736x1824.>/>O?Chuwi LapBook 12.3 tem um CPU?Intel Celeron N3450 a 2.2GHz, com 6GB de RAM DDR3 e 64GB de eMMC, podendo essa capacidade ser expandida usando-se um SSD M.2 de maior capacidade. Temos ainda uma câmara frontal de 0.3MP, Bluetooth 4.0, WiFi dual band 2.4GHz / 5.0GHz, HDMI output que permite usar um monitor externo como monitor primário ou em modo dual-screen, bateria de 36.48Wh, autonomia para 7 a 8 horas, e Windows 10 Home de 64 bits.Está actualmente disponível por >247.73 euros, com envio Spain Express por apenas mais 46 cêntimos; tornando-se numa proposta tentadora para quem procurar um portátil compacto a custo reduzido. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • EMPRESAS EDP - EDP mantém a sua visão estratégica para os seus ativos na Europa

    25 Maio 2018 EFE »

  • Seguradoras deviam eliminar dados de saúde dos clientes, mas não o vão fazer

    25 Maio 2018 Em causa está um vazio no regulamento europeu que não permite às seguradoras tratar dados de saúde dos clientes. Lei que adapta diploma à realidade nacional pode vir a resolver a questão, mas ainda não foi aprovada./> Público »

  • Na fila para líder do PS

    25 Maio 2018 Numa altura em que António Costa acaba de ser reeleito para mais um mandato como secretário-geral e a sua liderança se anuncia longa, o PÚBLICO faz o retrato dos que, na geração seguinte, estão na linha da frente para um dia liderarem o partido./> Público »

  • Canadá. Explosão em restaurante faz 15 feridos, 3 estão em estado grave

    25 Maio 2018 i Online »

  • Governo permite bancos de horas fora da contratação colectiva

    24 Maio 2018 Os bancos de horas por acordo individual acabam, mas o executivo abre a porta à criação de bancos de horas fora da contratação colectiva, desde que 65% dos trabalhadores votem favoravelmente./> Público »

  • PornHub lança serviço de VPN gratuito VPNhub

    24 Maio 2018 Se de um lado temos serviços VPN a encerrar - como recentemente aconteceu com o >Opera VPN - por outro temos novos serviços VPN gratuitos a surgirem de empresas das quais não se estariam à espera.>/>>O Pornhub quer tirar partido da confiança que já detém dos seus visitantes, e acaba de lançar um serviço de VPN que, sem grandes surpresas, se chama >VPNhub.A utilização de um serviço de VPN é, cada vez mais, indispensável; mas simultaneamente coloca-nos perante a questão de saber em que serviço se deve confiar, já que todo o nosso tráfego passará através do mesmo. Daí a excelente ideia do Pornhub, que acha que, se os seus utilizadores e clientes já confiam em si para visitarem o seu site de conteúdos para adultos, também deverão confiar o suficiente para possam manter o resto do seu tráfego privado.Este serviço de VPN está disponível para Windows, Mac, Android e iOS, e disponibiliza tráfego ilimitado gratuitamente mas com apresentação de publicidade. Quem se quiser ver livre da publicidade, ter velocidades mais rápidas e a possibilidade de escolher o país de acesso, tem uma modalidade premium à disposição por $12.99 por mês (podem experimentar o serviço gratuitamente durante 7 dias.) >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Cascais e Lisboa vão ter sistema de alerta de tsunami

    24 Maio 2018 Câmara de Setúbal contesta ter sido excluída do processo, mas poderá ser integrada mais à frente. Correio da Manhã »

  • Tudo o que precisa saber sobre o novo Citroën C5 Aircross

    24 Maio 2018 >/>A Citroën desvendou esta quinta-feira a versão europeia do seu novo C5 Aircross: um SUV de nova geração, inspirado pelas expetativas dos clientes, e que dispõe de uma oferta de personalização inédita com 30 combinações exteriores possíveis. >/> "Estou muito orgulhosa de poder apresentar o novo SUV C5 Aircross na sua versão europeia, um SUV de última geração que oferece o melhor do savoir-faire Citroën em termos de conforto a bordo, fruto das suspensões de Batente Hidráulico Progressivo e dos bancos Advanced Confort. Adaptados às expectativas dos clientes em redor do mundo, o C5 Aircross é um veículo fundamental na estratégia internacional da Citroën", afirmou Linda Jackson, Diretora Geral da Citroën. O novo SUV Citroën C5 Aircross conta com uma morfologia e dimensões (comprimento: 4500 mm, largura: 1840 mm, altura: 1670 mm, distância ao solo: 230 mm) que o posicionam no centro dos SUV do segmento C. Dotado de rodas com 720 mm de diâmetro, dispõe de uma gama de jantes de 17’’, 18’’ e 19’’, com design elaborado e dinâmico. A frente possui toda a identidade Citroën com a integração dos chevrons e da assinatura luminosa tecnológica Full LED de dois níveis numa grelha expressiva e imponente. As óticas superiores, que compreendem as luzes diurnas e os indicadores de direção, associam-se às óticas inferiores, alinhados pela grelha e seguindo o mesmo movimento. O capô longo e alto apresenta formas pronunciadas, realçando a robustez e a firmeza deste modelo aventureiro, enquanto que a largura do veículo é reforçada pelas “guelras” laterais. As inserções coloridas animam a expressão dianteira e sublinham o seu carácter, à imagem dos mais recentes modelos Citroën C3, C3 Aircross, C4 Cactus ou Berlingo. O perfil lateral revela um tejadilho flutuante graças ao encadeamento a 360° das superfícies vidradas, fruto do desenho dos pilares do para-brisas, das portas em preto brilhante e das janelas traseiras. Esta cintura vidrada contínua é reforçada por uma assinatura cromada em “C” que é demonstrativa do espaço a bordo, enquanto as barras de tejadilho, estilizadas e bicolor, conferem toda a originalidade ao perfil e reforçam o requinte e pureza do tejadilho flutuante. A traseira sugere a ampla habitabilidade e a generosidade do volume da bagageira. As óticas em relevo, dotadas de quatro módulos 3D a LED de ambos os lados do veículo, constituem uma assinatura luminosa inédita, tecnológica e gráfica. Por fim, o para-choques traseiro é enriquecido por duas grandes saídas de escape cromadas (uma em cada lado). No interior, posição de condução elevada para dar primazia ao condutor, tabliê amplo que se estende ao longo de toda a largura do automóvel e faixas coloridas no topo das costas dos bancos. >/> No lugar do condutor, o painel de instrumentos, embutido na superfície macia do tabliê, é composto por um painel digital TFT parametrizável de 12,3’’ que oferece uma gama de 3 formatos gráficos diferentes e apresenta as informações de condução selecionadas no campo de visão do condutor, melhorando o conforto e a segurança. O volante, com uma boa espessura e comandos integrados, apresenta uma decoração exclusiva em preto brilhante e cromado acetinado; em algumas versões, é revestido a cabedal plena flor bicolor. Ao centro do tabliê, as saídas da ventilação e o ecrã tátil capacitivo de 8’’, dotado de uma barra de comando tátil, formam um bloco único e totalmente integrado, reforçando ainda mais a robustez percebida e a modernidade do tabliê. A consola inclui um generoso apoio de braços com abertura tipo borboleta e compartimento refrigerado, dois suportes para copos retroiluminados e um zona dedicada à recarga sem fios de smartphones. O novo SUV C5 Aircross oferece uma ampla escolha de materiais, dos tecidos ao couro Nappa, para um ambiente personalizado em função das preferências dos clientes, sejam elas informais ou mais refinadas. A confeção dos bancos Advanced Comfort apela a materiais delicados e acolhedores. 30 combinações exteriores, 5 ambientes O novo C5 Aircross aposta fortemente na personalização, com um total de 30 combinações exteriores, à semelhança dos recentes C3 Aircross, C4 Cactus ou Berlingo, de forma a permitir aos clientes criar um automóvel à sua imagem: § A palete de 7 cores de carroçaria realça a sua personalidade com nuances não apenas intemporais (Branco Banquise, Preto Perla Nera, Cinza Platinium e Cinza Acier), mas também frescas (Vermelho Volcano), ou mais refinadas (Azul Tijuca, Branco Nacarado). Estas cores podem ser combinadas com um tejadilho Preto Perla Nera, para maior dinamismo e diferenciação. § Estão disponíveis 3 Packs de Cores que proporcionam maior personalização e elegância: Silver, White e Red. Estes toques de cores anodizadas, meticulosamente doseadas, contrastam com a carroçaria, destacando subtilmente os Airbump  na zona inferior das portas dianteiras e do para-choques dianteiro e por baixo das barras de tejadilho. § Para levar ainda mais longe a personalização, é possível optar por um dos 4 conjuntos de jantes de liga leve com desenho e acabamento gráfico topo de gama: 17’’ ELLIPSE, 18’’ SWIRL diamantadas bi-color Black, 19’’ ART diamantadas bi-tom Black, ou 19’’ ART BLACK. A personalização estende-se ao habitáculo com 5 ambientes selecionados especificamente segundo as necessidades dos clientes europeus: § Ambiente de série: simples e apurado, com bancos em Tecido Cinzento Mica, com uma banda cinza clara no topo dos encostos, sendo também cinza a consola e o painel de bordo. § Ambiente Wild Grey: expressa maior dinamismo e vitalidade, com bancos em Tecido Stone Grey, uma faixa laranja na parte superior das costas dos bancos, uma consola e painel de bordo em cinzento. § Ambiente Metropolitan Beige: Valoriza o espaço a bordo, pela sua clareza e requinte, recorrendo a bancos em Couro Cinza Granulado e Tecido Cinza, embelezados por uma faixa em cinza pálido na parte superior do encosto dos bancos, enquanto a consola e o painel de bordo são em bege. § Ambiente Metropolitan Grey: joga a cartada do ton-sur-ton requintado, com bancos em Couro Graphite Granulado e Tecido Graphite, sublinhados por uma faixa cinza claro no topo dos encostos, enquanto a consola e o painel de bordo são em cinza. § Ambiente Hype Brown: parte de uma abordagem topo de gama de exceção, integra bancos em Couro Nappa Castanho e Tecido com efeito couro Negro, dotados de uma faixa contrastante no topo das costas dos bancos em Cinza Alcantara claro, sendo depois a consola, o painel de bordo e a cobertura do cluster em Castanho, e o volante em couro perfurado bi-tom Preto/Castanho, num acabamento marcadamente estatutário. >/> Novas suspensões com batente hidráulico O novo SUV C5 Aircross está equipado, em todas as versões para a Europa, de suspensões Citroën com Batente Hidráulico Progressivo, uma inovação da marca destinada a ser amplamente integrada nos veículos da gama. Oferecendo um melhor curso útil, os batentes hidráulicos permitem uma melhor absorção das irregularidades principalmente nos ressaltos. Introduzidos, testados e comprovados em provas de rali-raids onde os ZX saíram vitoriosos, em especial no Paris-Dakar de 1994, os batentes são hoje utilizados no C3 WRC. São uma garantia de eficácia para assegurar a estabilidade e a robustez dos veículos. Foram registadas 20 patentes no âmbito do desenvolvimento desta suspensão, cujo princípio de funcionamento é simples. Enquanto que as suspensões convencionais são compostas por um amortecedor, uma mola e um batente mecânico, as suspensões com Batente Hidráulico Progressivo adicionam dois batentes hidráulicos de ambos os lados: um de distensão e um de compressão. A suspensão trabalha, assim, a dois tempos em função das solicitações: § Em compressões e distensões ligeiras, a mola e o amortecedor controlam concertadamente os movimentos verticais sem necessidade de solicitar os batentes hidráulicos. Mas a presença destes batentes permitiu aos engenheiros oferecer um maior grau de liberdade de movimento ao veículo, o que resulta num efeito de tapete voador, dando a sensação que o automóvel sobrevoa as deformações do piso. § Em compressões e distensões ligeiras fortes, a mola e o amortecedor trabalham concertadamente com os batentes hidráulicos de compressão ou de distensão, que abrandam os movimentos de forma progressiva, evitando, assim, os esticões mais bruscos quando os elementos atingem o limite de curso. Contrariamente a um batente mecânico convencional, que absorve a energia mas que reenvia uma parte da mesma, o batente hidráulico absorve e dissipa essa energia. Portanto, não ocorre o fenómeno de ricochete. Modulável e com bagageira mais volumosa Outra particularidade relativa à versão comercializada na China é que, graças aos seus 3 bancos individuais traseiros deslizantes, rebatíveis e reclináveis, o novo SUV C5 Aircross torna-se no SUV mais modulável e versátil do seu segmento. Estes bancos, além do conforto que oferecem pela sua conceção avançada e pelas suas espumas específicas, oferecem múltiplas vantagens: Com a mesma largura, oferecem o mesmo nível de conforto aos 3 passageiros da segunda fila, o passageiro do meio fica tão bem sentado como os outros passageiros, Reguláveis em comprimento, com um curso de 150 mm, permitem modular o espaço habitável ou a bagageira, São também reguláveis em inclinação em 5 posições (de 19 a 26,5°), Escamoteáveis, permitem formar um verdadeira plataforma plana graças ao piso de dupla altura. Recordista em termos de volume de bagageira - entre 580 e 720 litros com a chapeleira colocada e a segunda fila de bancos em posição normal, e até 1630 litros com os bancos da 2ª fila rebatidos, o modelo anuncia-se como o SUV com a maior bagageira do seu segmento. A sua ampla abertura (1017 mm) e as suas dimensões cúbicas (999 mm de comprimento e até 1907 mm com os bancos traseiros rebatidos, e 583 mm de altura sob a chapeleira) facilitam a colocação de objetos, mesmo os de maiores dimensões. Para aceder ainda mais facilmente à bagageira, o C5 Aircross dispõe de portão traseiro mãos livres: a abertura é elétrica com sistema mãos livres, bastando passar o pé sob o para-choques para desencadear a sua abertura. Isolamento acústico O isolamento acústico do novo C5 Aircross é bastante elevado, com uma redução dos ruídos de rolamento e dos ruídos aerodinâmicos graças aos vidros dianteiros temperados duplos com uma camada isolante, assegurando aos passageiros um isolamento da estrada excecional, como num casulo. Uma atenção particular foi igualmente dada ao isolamento do bloco do motor. Além disso, o novo modelo dispõe de um sistema de qualidade do ar no habitáculo, o AQS (Air Quality System). A climatização automática está equipada com um filtro de carvão ativo de alto rendimento que filtra as partículas exteriores e oferece uma excelente purificação do ar para proteger os passageiros da poluição exterior. Com um sensor que deteta a poluição do ar exterior, o sistema AQS ajusta automaticamente o modo de circulação no interior do habitáculo. Além da sua generosa superfície vidrada que se abre a 360° para o exterior, o novo SUV C5 Aircross dispõe de um teto de abrir panorâmico em vidro de grandes dimensões (1120 mm x 840 mm). Dois comandos elétricos com função antientalamento permitem acionar de forma intuitiva a função de abertura do teto de abrir bem como a posição da cortina de ocultação que permite regular o nível de luminosidade desejado para o habitáculo. >/> 20 tecnologias de ajuda à condução Dotado de uma câmara colocada na parte superior do para-brisas e de um sensor de radar incorporado no para-choques dianteiro, o novo SUV C5 Aircross oferece uma série de ajudas à condução que marcam um grande passo rumo à condução autónoma. Active Safety Brake: para reduzir os riscos de colisão, o sistema deteta e analisa os obstáculos, fixos ou móveis, peões ou veículos, travando automaticamente o veículo em caso de risco de colisão. Post-Collision Safety Brake: trata-se de um sistema de travagem automática, acionado após uma colisão, a fim de evitar os excessos de danos decorrentes do acidente, imobilizando o veículo para que não se torne num projétil. Este sistema não requer um retorno ou pedido de informação em caso de operação. No caso do disparo dos airbags, o sistema de segurança desencadeia a travagem do veículo através do ESP. Sistema ativo de vigilância de ângulo morto: adverte o condutor da presença de um veículo nos denominados ângulos mortos através de uma luz nos retrovisores exteriores. Se a função Active Lane Departure Warning System estiver presente e se o condutor, por seu turno, se desvia para o lado respetivo, ativando o indicador de mudança de direção, é empregue um esforço extra no volante para o dissuadir da manobra e evitar uma colisão. Alerta de transposição involuntária de faixa: o sistema identifica as linhas de marcação do piso, analisando em permanência a situação, desencriptando-a. Corrige a trajetória do veículo, alertando o condutor logo que deteta um risco de transposição involuntária de faixa sem que sejam ativados os indicadores de mudança de direção. Se o condutor desejar manter a trajetória do veículo poderá evitar a correção, agarrando firmemente o volante. Regulador de velocidade adaptativo com função Stop & Go: o sistema deteta o carro que o precede e mantém automaticamente a distância de segurança selecionada previamente pelo condutor até á paragem do veículo, agindo sobre o travão e o acelerador, ao mesmo tempo que permite o reiniciar automático sem ação do condutor. O sistema permite o ajuste da velocidade a partir dos 30 km/h até aos 180 km/h, o controlo da velocidade e da distância entre veículos, bem como a limitação de aceleração nas curvas. Alerta de Risco de colisão: adverte o condutor que o seu veículo poderá colidir com o veículo que o precede, a partir dos 30 km/h. Esta ação ocorre pouco antes da intervenção da travagem automática Coffee Break Alert: sugere ao condutor que é hora de fazer uma pausa depois de duas horas a conduzir a velocidades superiores a 70 km/h Alerta de Atenção ao Condutor: Este sistema avalia o estado de alerta do condutor através da identificação de desvios nas trajetórias, em comparação com as marcas colocadas no piso. Esta função é ideal em vias rápidas e a velocidades superiores a 65 km/h. Reconhecimento alargado dos painéis e das recomendações de velocidade: reconhece os painéis de limite de velocidade e exibe essa informação no cluster. Esta velocidade é gravada num único movimento como definição do controlador/limitador de velocidade. Este sistema permite detetar, para além de sinais de limite de velocidade, outros painéis de sinalização, apresentando-os ao condutor no cluster (por exemplo: stop, sentidoproibido ou proibição de ultrapassagem). Isto permite melhorar o respeito pelas regras de condução e aumentar a segurança. Highway Driver Assist: combina os sistemas Adaptive Cruise Control com Stop & Go e Active Lane Departure Warning System, para gerir a condução de forma semiautónoma, em condições específicas de condução. O condutor seleciona uma velocidade estabelecida e ativa o ’Active Lane Departure Warning System, a partir dos 30 km/h. Em seguida, o sistema regista o posicionamento da viatura na via (no meio, mais à esquerda ou mais à direita, dependendo dos hábitos de condução), e o condutor não precisa mais de gerir a velocidade ou a trajetória, sendo o veículo responsável pela gestão dessas funções. Este sistema, particularmente adaptado às vias rápidas e autoestradas, permite ao condutor delegar a condução de uma forma parcial, tendo como única obrigação manter-se concentrado na estrada. O sistema obriga-o a manter as mãos no volante (embora não precise de o conduzir) para se manter ativo, de acordo com a legislação em vigor. O condutor pode, a qualquer momento, retomar a condução através do push de desativação do Active Lane Departure Warning System, com um simples forçar do volante ou durante uma travagem. Comutação automática das luzes de circulação: permite beneficiar de uma condução noturna serena e segura através da comutação automática das luzes de circulação e de cruzamento (e vice-versa). Tecnologias para um maior conforto a bordo Acesso e Arranque Mãos Livres: a simples presença da mão por detrás de um dos puxadores das portas dianteiras ou junto do comando da bagageira desativa o bloqueio do veículo. O portão traseiro motorizado permite também, graças ao Hands Free Tailgate, abrir ou fechar o portão elétrico com um simples movimento do pé sob o para-choques traseiro. Travão de estacionamento Elétrico: este sistema permite a ativação automática do travão de estacionamento com a paragem do motor e a libertação do mesmo travão assim que o veículo inicia o movimento. Em qualquer momento, o condutor pode intervir para ativar ou desativar o travão de estacionamento através do comando na consola central. Park Assist: este sistema é uma ajuda ativa ao estacionamento, em paralelo (entrada e saída) ou em espinha (entrada), para tornar o estacionamento numa manobra mais tranquila, mais fácil e mais segura. A  pedido do condutor, o sistema permite a deteção automática de um lugar, pilotando depois as manobras de estacionamento de entrada e de saída. O condutor tem apenas de gerir a aceleração e a travagem e o sistema ocupa-se do resto. Câmara de visão traseira e Top Rear Vision: com a marcha-atrás engrenada, para uma visão ampla e manobras facilitadas. Com a engrenagem da marcha-atrás, a câmara permite ver no tablet touchscreen de 7" a envolvente na traseira do veículo, assinalada com marcadores de cor com base na proximidade de obstáculos, bem como uma imagem restaurada do ambiente traseiro a 180° vista de cima. Vision 360º: assistência vídeo para todas as manobras a baixa velocidade, ativada automaticamente com a engrenagem da marcha-atrrás, ou manualmente pelo condutor. O sistema apresenta uma visão de cima do veículo, e da sua envolvente, a 360°: a visão é atualizada à medida que o veículo se desloca para a frente ou para trás. O sistema muda automaticamente para os vários tipos de visão em função da manobra realizada pelo condutor. Tecnologias para facilitar a condução Grip Control com Hill Assist Descent: reforço inteligente da motricidade, qualquer que seja o piso, de modo a facilitar a evolução do veículo em terrenos difíceis. Recorrendo a um avançado dispositivo anti-patinagem integrado na gestão eletrónica do ESP, que faz a gestão do deslizamento das rodas dianteiras motrizes, o sistema possui diferentes modos capazes de se adaptar ao terreno em questão. O modo standard deixa o Grip Control agir automaticamente, mas é igualmente possível ao condutor selecionar o modo desejado graças ao botão de rodar situado na consola central: Areia, Todo-o-Terreno, Neve, ou ESP OFF. O Novo SUV C5 Aircross oferece, portanto, uma condução verdadeiramente polivalente ao adaptar-se a todos os tipos de estradas, independentemente das condições. Conjugado com o Grip Control, o Hill Assist Descent permite manter o veículo a uma velocidade reduzida mesmo numa forte inclinação. Esta tecnologia permite manter a melhor trajetória reduzindo o risco de escorregamento/derrapagem ou de embalo do veículo quando este avança numa descida, tanto para a frente como em marcha-atrás. Esta função de ajuda à descida permite, com efeito, dominar o veículo na perfeição e em total segurança, mantendo-o a uma velocidade muito baixa (3 km/h), proporcionando controlo e segurança em situações capazes de provocar ansiedade. Estas duas funções estão disponíveis em todas as medidas de jantes e são compatíveis com a montagem de pneus de verão. A sua máxima eficácia é obtida quando associados a pneus adaptados às condições locais, especialmente com os pneus Mud & Snow de 18’’disponíveis em opção. Ajuda ao Arranque em Subida: para facilitar os arranques em subida, o sistema só permite a deslocação do veículo quando se liberta o pedal do travão. Esta função funciona em inclinações superiores a 3%, mantendo o veículo estável durante 2 segundos. Iluminação estática nos cruzamentos: dependendo do ângulo do volante, o farol de nevoeiro esquerdo ou direito ilumina-se em apoio ao fluxo do projetor principal, para iluminar o ângulo direito ou esquerdo do veículo até aos 75°. O sistema opera abaixo dos 40 km/h Controle de Estabilidade de Atrelado: trata-se de um estabilizador de atrelados para veículos equipados com dispositivo de reboque (opção de fábrica). Esta função suplementar do ESP amortece ou diminui as eventuais oscilações do reboque em momentos críticos. O sistema deteta o reboque sempre que a ligação elétrica deste último estiver conectada ao veículo trator. A estabilização do reboque através do ESP utiliza os sensores do ESP e aciona as medidas eventualmente necessárias: amortece ativamente as oscilações graças a intervenções individuais e alternadas em cada roda do eixo dianteiro. Na maior parte dos casos, esta intervenção é suficiente para eliminar totalmente as oscilações e, assim, eliminar todos os perigos. Se as oscilações se mantiverem elevadas, o sistema reduz o binário do motor e trava o veículo nas quatro rodas para sair, o mais rapidamente possível, da faixa de velocidade crítica. 6 tecnologias de conetividade O C5 Aircross coloca à disposição dos seus passageiros um conjunto de sistemas intuitivos, no topo da tecnologia, permitindo-lhes uma continuidade entre os seus universos digitais e a sua viatura, mantendo-os, assim permanentemente conectados. Tablet tátil de 8’’, com ecrã capacitivo, explorável na ponta de um dedo ou através de reconhecimento vocal, é o verdadeiro centro nevrálgico do novo SUV C5 Aircross. Permite fazer a parametrização do veículo, aceder ao sistema multimédia, mas também ao telemóvel, à climatização e à navegação. A função Mirror Screen, compatível com Android Auto, Apple CarPlay™ e MirrorLink®: permite desfrutar das appsdos smartphones no touchscreen de 7” com toda a segurança. Citroën Connect Nav, sistema de navegação conectada 3D de última geração, associado a serviços conectados como o TomTom Traffic, permitindo o acesso a informações sobre o tráfego em tempo real, localização de postos de gasolina e estacionamentos e dos preços praticados, informações meteorológicas e busca de pontos turísticos. Os utilizadores também irão apreciar a opção de Zonas de Perigo. CITROËN Connect Box com Pack SOS & Assistência, serviço de chamada de emergência e de assistência geolocalizada, gratuito, não requerendo nenhuma subscrição, e disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana. Permite o envio de serviços de socorro adequados, automaticamente ou com a ação de um dos ocupantes do veículo no botão “SOS” (urgência) ou “Double Chevron” (assistência). Recarga sem fios para Smartphones, permite o carregamento por indução de uma ampla gama de dispositivos compatíveis com o standard Qi através de um tapete de carga integrado num dos espaços de arrumação dedicado a este fim, na consola central. A transmissão de energia elétrica sem fios baseia-se no princípio da indução magnética. Muitos smartphones são compatíveis, tais como o Samsung Galaxy S6, S7 ou S8, iPhone 8 e X. ConnectedCAM Citroën® é um sistema de câmara integrada na zona inferior do espelho retrovisor interior, independente do sistema multimédia do veículo, utilizando tecnologia full HD e GPS. O cartão de memória integrado (16 GB) permite armazenar fotos. Graças à ligação Wi-Fi, os dados registados pela câmara podem ser transferidos para um smartphone. Esta câmara permite gravar uma foto ou vídeo do ambiente em frente do veículo e, em seguida, transferir o conteúdo por e-mail ou para as redes sociais. Além disso, há uma filmagem contínua da estrada à frente do para-brisas, gravando automaticamente imagens de vídeo na eventualidade de um acidente. >/> Motorizações O novo SUV C5 Aircross dispõe de uma gama de motores Euro 6.2 eficientes e performantes de última geração, acoplados a caixas manuais de 6 velocidades CVM6 ou automática EAT8 de 8 relações, para uma maior agradabilidade e uma eficiência referencial: 2 versões a gasolina: PureTech 130 S&S CVM6 e PureTech 180 S&S EAT8, 3 versões Diesel: BlueHDi 130 S&S CVM6, BlueHDi 130 S&S EAT8 e BlueHDi 180 S&S EAT8. No final de 2019, o modelo será o primeiro Citroën a adotar a cadeia de tração Plug-In Hybrid PHEV que permite valores de emissões de CO2 significativamente mais baixos e uma autonomia de 60 km em modo ZEV. Nova caixa automática EAT8 O C5 Aircross conta com a mais recente geração da caixa automática EAT8, “Efficient Automatic Transmission” de 8 velocidades, com comando Shift and Park by wire, projetado e desenvolvido pela especialista japonesa Aisin. No quotidiano, o conversor de binário flexível fornece um verdadeiro prazer de condução, de conforto no arranque e nas manobras de estacionamento. Esta transmissão automática garante uma maior eficiência e agradabilidade, nomeadamente através de: Um Consumo de combustível reduzido em 7% comparativamente à transmissão EAT6, graças às 2 relações adicionais, pela melhoria da performance, com a extensão do Stop & Start até aos 20 km/h na versão BlueHDi 180, e pelos ganhos em peso e compacidade (até 2 kg, em comparação com a EAT6). Uma agradabilidade acrescida nas passagens de caixa através da otimização das trocas de binário entre o motor e a caixa, das 2 relações adicionais, permitindo reduzir o salto entre cada mudança. O novo controlo elétrico de transmissão automática Shift and Park by wire É intuitivo e ergonómico, sendo de fácil utilização. Os comandos no volante permitem mudanças manuais sem que se perca a função automática. Do ponto de vista da segurança, a função Park é ativada automaticamente com a paragem do motor. Automonitor »

  • Jornalistas pedem para ficar de fora do novo regulamento de proteção de dados

    24 Maio 2018 Novas regras podem representar um obstáculo na transmissão da informação aos cidadãos. Correio da Manhã »

  • Citroën C5 Aircross chega (finalmente) à Europa

    22 Maio 2018 >/>O Citroën C5 Aircross, o novo SUV compacto da marca francesa, chegou finalmente aos principais mercados europeus - a marca gaulesa anunciou a apresentação oficial para esta semana nas redes sociais nas quais está presente. >/> A Citroën apresentou o seu novo SUV compacto no ano passado, durante o Salão de Xangai, tendo chegado aos mercados locais no outono de 2017. Para assinalar a chegada à Europa, a marca francesa irá realizar uma apresentação em streaming no dia 24 de maio nas redes sociais nas quais se encontra presente como Facebook e Twitter. Embora não sejam esperadas muitas diferenças em relação ao modelo comercializado na Ásia - baseado no  Citroën Aircross Concept -, a fabricante francesa deverá revelar as especificações do novo SUV compacto para o continente europeu. Com 4,50 metros de comprimento e 2,73 metros de distância entre eixos, o novo SUV tem como base a plataforma EMP2 - a mesma dos Opel Grandland X, Peugeot 3008 e 5008 - e contará com a nova suspensão Progressive Hydraulic Cushions (Amortecedores Hidráulicos Progressivos) que pretende melhorar a qualidade do amortecimento. [gallery type="slideshow" size="full" ids="103105,103106,103104,103110,103109,103107"] O C5 Aircross vem com vários sistemas de ajuda à condução como o Active Safety Brake ou o sistema ativo de ângulo morto, dispondo também de funções como o Grip Control e o Hill Assist Descent Control. ? Uma das versões deverá contar com tecnologia Plug-in Hybrid PHEV: com um motor de combustão de 200 CV e dois motores elétricos - um na dianteira e outro na traseira - que permitem um total de 300 CV. Com sistema de tração integral, o SUV francês poderá rolar até 60 quilómetros em modo totalmente elétrico. O novo modelo do segmento C vem ainda equipado com um painel de instrumentos digital TFT de 12,3 polegadas, ecrã tátil HD de 8 polegadas, sistema de navegação Citroën Connect Nav com gráficos 3D e carregamento indutivo sem fio para smartphones. Automonitor »