• “Centro+Negócios” será escritório para empresas portuguesas em São Paulo

    17 Junho 2014 O centro foi hoje inaugurado em S?o Paulo pelo ministro da Economia portugu?s, Ant?nio Pires de Lima, e pelo presidente da C?mara Portuguesa, Ricardo Esp?rito Santo, a entidade respons?vel pelo projeto em parceria com a Casa de Portugal. O projeto conta ainda com o apoio institucional do Consulado Geral de Portugal em S?o Paulo e da Ag?ncia para o Investimento e Com?rcio Externo de Portugal (AICEP). Em declara??es ? Lusa, o presidente da C?mara Portuguesa, em S?o Paulo, explicou que a ideia de criar um centro de neg?cios que desse apoio ?s empresas portuguesas rec?m-chegadas e que querem montar um neg?cio surgiu h? cerca de dois anos "em conversas entre os membros e associados" daquela entidade. "Apercebemo-nos que muitas empresas chegam aqui ao Brasil e andam a bater ? porta uns dos outros para tentar arranjar contactos, apoiando-se obviamente nas empresas portuguesas j? existentes. Muitas pedem-nos ajuda, para contactar um advogado ou um contabilista ou um lugar para se instalarem", contou ? Lusa Ricardo Esp?rito Santo. O "Centro+Neg?cios" abriu hoje portas, representando um investimento de 60 mil euros, e as empresas podem fazer deste espa?o o seu pr?prio escrit?rio durante per?odos que v?o de uma semana at? seis meses, o que, de acordo com Ricardo Esp?rito Santo, ? "obviamente flex?vel". Segundo Ricardo Esp?rito Santo, o valor do aluguer "? pequeno e razo?vel" - uma semana 500 reais e um m?s 1000 reais. Por esta quantia, t?m acesso a um posto de trabalho com internet, telefone e ao apoio das empresas que prestam servi?os ? C?mara Portuguesa, como empresas que tiram vistos de resid?ncia, de contabilidade, escrit?rios de advocacia e recursos humanos. Os empreendedores tamb?m ter?o ? disposi??o os benef?cios oferecidos aos associados da C?mara Portuguesa, como acesso a um conjunto alargado de informa??es e estudos sobre o mercado e a uma rede de 'networking' formada por poss?veis parceiros, fornecedores e clientes. O novo centro est? aberto a qualquer empresa, desde que esta seja associada da C?mara Portuguesa. Ricardo Esp?rito Santo explica porqu?: "Somos uma entidade sem fins lucrativos e portanto s? podemos prestar servi?os aos nossos associados". Por sua vez, o presidente da AICEP, Miguel Frasquilho, frisou que "este ? mais um passo que a AICEP tamb?m deu no Brasil para facilitar a vida ?s empresas, que ali chegam e n?o disp?em de grandes condi??es". "? uma iniciativa que ser? muito positiva para o futuro e que n?o existia at? agora para as empresas que se queriam instalar e internacionalizar para o Brasil", disse. OJE »

  • Já conhece a nova casa das empresas portuguesas em São Paulo?

    17 Junho 2014 As empresas portuguesas que queiram investir no Brasil têm a partir de hoje em São Paulo à sua disposição o Centro+Negócios, da Câmara Portuguesa, um "escritório" totalmente equipado e onde podem nos primeiros tempos exercer atividade a baixo custo. Dinheiro Vivo » Público »