• Reino Unido: Gregos não entram

    4 Julho 2012 O primeiro-ministro britânico avisou que poderá encerrar as fronteiras do país a cidadãos gregos e de outros países da UE. David Cameron referiu que a medida se aplicaria em caso de “tensão extraordinária” e para salvaguardar os interesses do Reino Unido. Correio da Manhã »

  • Cameron admite referendar laços com União Europeia

    1 Julho 2012 Pressionado por eurocéticos dentro do seu próprio Partido Conservador, o primeiro-ministro britânico admitiu pela primeira vez a realização de um referendo sobre as relações entre Reino Unido e União Europeia. Reconhecendo que ele próprio, como a maioria dos cidadãos britânicos, quer uma mudança nas relações com o bloco europeu, David Cameron sublinhou no entanto que "estão em causa os interesses da Grã-Bretanha". Por isso, afirma, poderá vir ser realizado um referendo, "mas não para já". RTP »