• Auscultadores da Bose espiam utilizadores

    21 Abril 2017 A privacidade dos utilizadores de equipamentos eletrónicos volta a forer uma violenta machadada. Depois dos brinquedos para crianças e dos 'gadgets' sexuais, não deixando de parte os telefones, são agora os auscultadores que podem estar a recolher dados silenciosamente. Mais Tecnologia »

  • Bose acusada de espiar clientes com os seus headphones

    20 Abril 2017 >/>A Bose tem uma longa tradição nos produtos de áudio, mas agora vê no centro de atenção indesejada com a acusação de que está a espiar os clientes com os seus headphones e a partilhar esses dados com outras empresas.>Com a marca a ser bastante popular no segmento dos smartphones com cancelamento de ruído, confesso que inicialmente até pensei que de alguma forma a Bose estivesse a aceder às gravações do som ambiente e potencialmente apanhar conversas indevidamente. Felizmente não é o caso, embora continuem a existir uma recolha de dados que poderá ser considerada abusiva.Quem utilizar a app Bose Connect que gere os seus headphones Bose, poderá não saber que a app >envia para a Bose dados referentes a tudo o que se ouvir, incluindo o título das músicas, assim como todos os controlos efectuados pelo utilizador (play, pause, rewind, etc.) Esses dados, a par de um número que individualiza o utilizador, são também partilhados com empresas de tracking terceiras, que podem usar esses dados para criar perfis detalhados sobre as preferências musicais dos utilizadores - e não só musicais, uma vez que a audição de podcasts também pode revelar dados adicionais sobre tendências políticas, etc.Os modelos acusados de revelar esta informação incluem os Bose QuietComfort 35, SoundSport Wireless, Sound Sport Pulse Wireless, QuietControl 30, SoundLink Around-Ear Wireless Headphones II, e SoundLink Color II; mas potencialmente afectam todos os headphones que se puderem utilizar usando a app Bose Connect. Aliás, importa referir que é perfeitamente possível utilizar estes headphones sem utilizar a app (mesmo se nalguns casos isso possa implicar a perda de algumas funcionalidades); pelo que a "culpa" será da app e não dos headphones propriamente ditos.Veremos como é que o caso irá decorrer nos tribunais, mas com cada vez mais dispositivos ligados à internet, parece-me inevitável que este tipo de situação relativa à recolha de dados dos utilizadores irá dar lugar a muitos mais processos do género... >> >> >> Aberto até de Madrugada »