• Costa confia na experiência de Merkel para resolver Quadro Plurianual e Plano de Resiliência

    23 Novembro 2020 />António Costa considera que a gestão dos instrumentos criados para responder à pandemia – e que neste momento estão bloqueados pela Hungria, Polónia e Eslovénia – será o maior desafio da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia, que começa a 1 de janeiro. O Jornal Económico »

  • A chantagem ao contrário

    22 Novembro 2020 Hungria e Polónia bloquearam o pacote europeu de recuperação da economia por considerarem uma chantagem da Comissão Europeia ligar as ajudas ao respeito pelo Estado de direito. Jornal de Negócios »

  • Líderes do G20 defendem sistema de acesso universal às vacinas contra a Covid-19

    21 Novembro 2020 Reunião de chefes de Estado e de governo realiza-se por videoconferência face às restrições impostas pela pandemia. Correio da Manhã »

  • Como desencravar uma bazuca

    20 Novembro 2020 Begoña Iñiguez e Olivier Bonamici debatem o veto da Hungria e da Polónia ao orçamento comunitário e ao plano de relançamento da economia europeia. Renascença »

  • Braço de ferro de Polónia e Hungria trava Fundo de Recuperação Económica Europeia

    20 Novembro 2020 /> O combate à Covid-19 foi o tema principal do Conselho Europeu de quinta-feira, onde esteve o primeiro-ministro António Costa. Uma reunião virtual que ficou também marcada pelo veto da Hungria e da Polónia ao Fundo de Recuperação Económica. RTP »

  • Países europeus tentam contornar bloqueio de Hungria e Polónia

    20 Novembro 2020 i Online »

  • Futuros sobem na Europa com possível aprovação de vacinas em dezembro

    20 Novembro 2020 Acompanhe aqui os mercados ao minuto. Jornal de Negócios »

  • Costa espera que bloqueio polaco e húngaro seja resolvido já pela presidência alemã

    20 Novembro 2020 /> O primeiro-ministro afirmou hoje esperar que o impasse provocado pelo veto polaco e húngaro ao orçamento plurianual e ao fundo de recuperação europeu seja resolvido já em dezembro, ainda durante a presidência alemã do Conselho. RTP »

  • UE/Cimeira: Discussão sobre veto húngaro e polaco foi curta e inconclusiva

    19 Novembro 2020 A discussão a 27 sobre o veto de Hungria e Polónia ao plano de relançamento económico da União Europeia foi curta e inconclusiva, indicaram várias fontes diplomáticas, sublinhando que não era expectável um compromisso na videoconferência desta quinta-feira. Jornal de Negócios »

  • Líderes da UE já discutem veto húngaro e polaco ao plano de recuperação

    19 Novembro 2020 Cimeira virtual vai tentar desbloquear a posição da Hungria e da Polónia sobre a condicionalidade no acesso aos fundos comunitários ao respeito pelo Estado de direito./> Dinheiro Vivo »

  • Bloqueio ao plano de recuperação da economia domina Conselho Europeu

    19 Novembro 2020 >Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia vão discutir, esta quinta-feira, o bloqueio húngaro e polaco ao plano de recuperação da economia, durante uma cimeira por videoconferência inicialmente convocada para abordar uma resposta coordenada à Covid-19. >A videoconferência desta quinta-feira vem no seguimento daquela que foi realizada há 15 dias. Os líderes europeus consideram necessário reforçar o esforço conjunto para combater a pandemia e darem prioridade às políticas de despistagem e de rastreio de casos de Covid-19 na Europa.>Igualmente importante é coordenação dos esforços em relação a uma futura possível vacina contra a Covid-19. A Comissão Europeia aprovou esta terça-feira mais um contrato com uma farmacêutica para aceder a vacinas seguras e eficazes, quando estiverem disponíveis. A Comissão está a diversificar o portefólio de possíveis futuros produtores da vacina e trata-se do quinto contrato com empresas farmâceuticas. A chegada de uma vacina deverá implicar uma articulação a nível dos 27 Estados-membros.>Na frente da pandemia, este é apenas um dos muitos tópicos que preocupam os líderes europeus. Esta semana juntou-se outra preocupação devido ao veto dos governos húngaro e polaco ao pacote europeu de ajudas massivas de 1,8 biliões de euros para apoiar os Estados-membros face à crise provocada pela pandemia. Budapeste e Varsóvia rejeitam que os fundos europeus estejam condicionados ao respeito pelo Estado de direito e bloquearam o plano de recuperação.>É uma nova crise que se pode abrir na União Europeia e que deverá dominar o encontro desta quinta-feira, sem que se espere para já uma solução para o impasse.>Oiça aqui a reportagem do nosso correspondente em Bruxelas Vasco Gandra.>Na última segunda-feira, a Hungria de Victor Orbán, apoiada pela Polónia, concretizou a ameaça de bloquear todo o processo de relançamento da economia europeia – assente num orçamento plurianual para os próximos sete anos de 1,08 biliões de euros, associado a um Fundo de Recuperação de 750 mil milhões - por discordar da condicionalidade no acesso aos fundos comunitários ao respeito pelo Estado de direito.>O veto de Hungria e Polónia materializou-se durante uma reunião das representações permanentes dos Estados-membros junto da União Europeia, na qual era suposto os 27 fecharem o compromisso global alcançado na semana passada entre a presidência alemã e o Parlamento Europeu.>Este bloqueio cria uma nova crise política na União Europeia, agudizada na quarta-feira, quando Budapeste e Varsóvia ganharam apoio do primeiro-ministro da Eslovénia.>  RFI »

Títulos da Imprensa nas últimas 24h: