• Apple muda de táctica para iOS com menos bugs

    22 Novembro 2019 >/>A superstição do número 13 tem-se infelizmente concretizado com a actual versão do iOS (13), motivo que está a levar a Apple a fazer alterações ao método de testes para o iOS 14, para evitar repetir os mesmos erros.>A Apple já tem passado por fases boas e menos boas com o iOS, fazendo até que no anterior iOS 12 muitas das novidades planeadas fossem adiadas para que os developers da Apple se concentrassem em eliminar os bugs. Infelizmente, com o iOS 13 ficou demonstrado que a lição não foi aprendida. O iOS 13 tem-se revelado um dos iOS "azarado", tendo já recebido 8 actualizações com apenas 2 meses de existência.Por isso, para o próximo >iOS 14 a Apple prepara nova táctica, com a expectativa de que tal situação não volte a acontecer. Em vez de ir adicionando novas funcionalidades "tudo a monte" (muitas vezes com umas a poderem causar problemas a outras) a Apple vai adoptar um sistema mais modular, onde essas funcionalidades estarão incluídas no sistema mas podendo ser activadas ou desactivadas individualmente.>/>Com isso a Apple espera agilizar o processo de testes, sendo mais fácil detectar a origem de problemas, e permitindo que, mesmo que uma delas estivesse a causar problemas, possa ser desactivada e permitir que a avaliação prossiga nas restantes.A parte negativa é que os benefícios desta alteração só se deverão fazer sentir para o iOS 15. Pelo que, por agora, teremos que continuar com o iOS 13 azarado, e esperar que o iOS 14 consiga replicar o sucesso do iOS 12. >> >> >> Aberto até de Madrugada »

  • Apple promete que o iOS 14 não terá um lançamento "recheado" de bugs

    21 Novembro 2019 Caso andes a seguir as notícias sobre o iOS 13, sabes que a versão foi acompanhada de uma série de atualizações para corrigir erros. Ainda há uns dias, utilizadores de iPhone e iPad receberam o iOS 13.2.3, a sexta atualização desde o lançamento original da versão do sistema operativo. De acordo com a Bloomberg, a Apple aprendeu com os erros e o cenário será bastante diferente com o iOS 14. A empresa passará a testar internamente versões do sistema operativo "diárias" onde as funções que exibirem erros serão desativas por definição. Essas funções em questão serão marcadas devidamente sob o nome "Flags" no menu de definições. Este método irá supostamente ajudar a Apple a identificar os problemas com o sistema operativo, antes de enviar o mesmo em versões beta ou programadores de terceiros. Os bugs mais notórios do iOS 13 Inicialmente, os bugs mais relatadas por utilizadores foram relativos à app da câmara, que encerrava aleatoriamente depois de abrir. Utilizadores dos iPhone 11 tiveram também problemas com a lente angular. De seguida foram bugs no teclado, problemas no Face ID e problemas de autonomia. A Apple continuou a enviar atualizações mas os erros continuaram a surgir também. Na versão 13.2 os iPhones começaram a ter uma gestão de RAM bastante agressiva, fechando muitas aplicações de fundo sem haver ação por parte do utilizador. Uma das apps mais afetadas era o YouTube, impedindo utilizadores de continuar a ver vídeos após sairem da app. Outros erros menos relatados incluem pesquisa dentro de e-mails a funcionar incorretamente, apps bloqueadas de transferir conteúdo em plano de fundo e o não envio de notificações para novos e-mails. Editores 4gnews recomendam: Apple está a desenvolver substituto do iTunes... para Windows Realme vai lançar rival dos Apple AirPods e Xiaomi AirDots já em dezembro! Novo MacBook Pro: desmontagem revela pormenores do teclado tesoura 4gnews »

Títulos da Imprensa nas últimas 24h: