• Alemanha com 11 mortes nas últimas 24 horas

    1 Junho 2020 Mais 300 casos nas últimas horas na Alemanha./> TSF »

  • Itália regista 111 mortes por covid-19 e 416 novos casos

    30 Maio 2020 i Online »

  • Itália regista 111 mortes e 416 novos casos nas últimas 24 horas

    30 Maio 2020 /> Itália registou 111 mortos nas últimas 24 horas pela covid-19, um aumento superior aos 87 de sexta-feira, mas o número de novos contágios desceu para 416, segundo os dados fornecidos hoje pela Proteção Civil. RTP »

  • Balanço DGS. Mais 257 infetados quase todos em Lisboa e Vale do Tejo

    30 Maio 2020 Número de novos infetados é menor do que nos últimos dias em que tinham registado os valores mais altos desde o início do mês. Número de vítimas mortais mantém-se estável, tendo-se registado mais 13 mortos. Renascença »

  • São Tomé e Príncipe: Pico da epidemia no final de Junho

    29 Maio 2020 >São Tomé e Príncipe poderá atingir o pico da epidemia de novo coronavírus a 27 de Junho. A pandemia já matou 12 pessoas no arquipélago com um total de casos registados de 458 até esta quinta-feira. O presidente da república reunia-se hoje com o governo e a sociedade civil. >O arquipélago equatorial continua em estado de emergência, até domingo, 31 de Maio, após cinco decretos nesse sentido.>O gabinete de crise reuniu-se nesta quinta-feira, incluindo a presença de médicos cubanos e portugueses para fazer o ponto da situação da Covid-19.>A OMS, Organização mundial da saúde, supervisiona actualmente a instalação de um laboratório PCR permitindo a realização local de testes rápidos sem precisar de se enviar para o estrangeiro (Gabão, Guiné Equatorial, Ghana, Portugal) amostras para análise.>  RFI » Correio da Manhã »

  • Itália regista 87 mortes e mais de 500 novos contágios nas últimas 24 horas

    29 Maio 2020 Apesar de os números de novas infeções estarem mais baixos, dois terços continuam a ser registados na Lombardia. Renascença »

  • Mais 61 novos casos na Guiné-Bissau com total de 1.256 infetados

    29 Maio 2020 /> O número de casos da covid-19 na Guiné-Bissau aumentou nas últimas 24 horas para 1.256, mais 61 infeções, incluindo oito vítimas mortais, divulgou hoje o Centro de Operações de Emergência de Saúde (COES). RTP »

  • Número de mortos por coronavírus em África sobe para 3.790 em mais de 129 mil casos

    29 Maio 2020 Total de doentes recuperados subiu de 51.095 para 53.414. Correio da Manhã »

  • Estados Unidos com 1.297 mortos por coronavírus nas últimas 24 horas

    29 Maio 2020 EUA contam mais de 1,7 milhões de casos confirmados. Correio da Manhã »

  • Norte de África é a região mais afetada pela Covid-19 no continente

    28 Maio 2020 O continente africano regista 124.482 casos acumulados de infeções pelo novo coronavírus e 3.696 mortes. Renascença »

  • Há mais 14 mortos e 285 infetados com coronavírus em Portugal

    27 Maio 2020 Região de Lisboa e Vale do Tejo ultrapassa os 10 mil infetados por coronavírus. Correio da Manhã »

  • Número de mortos por coronavírus em África sobe para 3.589

    27 Maio 2020 Há mais de 119 mil casos de infetados com covid-19 naquele continente. Correio da Manhã »

  • Covid-19. Brasil regista 1039 mortos e 16.324 casos em 24 horas

    27 Maio 2020 /> O Brasil registou 1039 mortos e 16.324 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, informou o Executivo, acrescentando que o país totaliza agora 24.512 óbitos e 391.222 casos confirmados. RTP »

  • Coronavírus. México com número recorde de óbitos e casos

    27 Maio 2020 É a primeira vez que o país ultrapassa os 500 mortos em 24 horas. Renascença »

  • Coronavírus. Chile com dois ministros infetados

    26 Maio 2020 O país tem mais de 77 mil casos de infetados e mais de 800 mortos. Renascença »

  • S. Tomé e Príncipe e Guiné Bissau têm mais mortes de covid-19 dos PALOP

    26 Maio 2020 >Um último balanço de vítimas do coronavírus em África dá-nos conta de que o norte africano é é a região mais afetada pela doença no continente. Entre os países afro-lusófonos, Moçambique acaba de registar um primeiro morto de Covid-19, com São Tomé e Príncipe a contar também um óbito suplementar, totalizando 12 mortos. A Guiné Bissau regista 7 mortos, Angola 4 e Cabo Verde 3 mortos. >O número de mortos em África por coronavírus aumentou para 3.471 nas últimas 24 horas, e mais de 115 mil casos de infeção em 54 países, segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana. >O número total de doentes recuperados é de 46.426. O norte de África é a região mais afetada pela doença no continente, com 1.649 mortos e 35.365 infetados pele pandemia.>Seis países, África do Sul, Argélia, Egipo, Marrocos, Nigéria e Gana, concentram cerca de metade das infecções pelo coronavírus no continente e mais de dois terços das mortes associadas à doença.>O Egipto é o país com mais mortos (783) e tem 17.967 infeções, seguindo-se a Argélia, com 609 mortos e 8.503 infetados, a África do Sul é o terceiro com 481 mortos sendo o país do continente a registar mais casos de covid-19 (23.615).>São Tomé e Príncipe conta com 12 mortos e Guiné Bissau 7 mortos>Enfim, entre os países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções, com 1.178 casos, e regista 7 mortos.>Cabo Verde tem 390 infeções e 3 mortos e São Tomé e Príncipe regista 299 casos e 12 mortos.>Moçambique conta 209 doentes infetados e 1 morto e Angola tem 70 casos confirmados de covid-19 e 4 mortos.>A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, CPLP, mantém há vários dias 719 casos positivos de infeção e 7 mortos. RFI »

  • Angola/Covid-19: decretada situação de calamidade pública

    25 Maio 2020 >Angola com 69 casos de Covid-19 e 4 óbitos, decreta situação de calamidade pública a partir da meia noite desta segunda-feira (25/05), quando termina o estado de emergência, mas mantém-se a cerca sanitária em Luanda, pelo menos até 9 de junho. >O Governo angolano aprovou esta segunda-feira (25/05) a declaração de situação de calamidade pública, com novas regras de funcionamento dos serviços públicos e privados para prevenção da Covid-19, mantendo-se a cerca sanitária em Luanda até 9 de junho.>As medidas vão começar a vigorar logo após o fim do estado de emergência às 23:59 desta segunda-feira (25/05) depois de ter sido declarado pela primeira vez em 27 de março.>Estas medidas visam permitir o processo gradual de regresso à normalidade da vida social do país, apesar de o Executivo reconhecer a existência de um ainda "elevado risco de contágio" do novo coronavirus, mas ainda segundo o comunicado, o Executivo "não pode descurar das graves consequências económicas, que resultaram da paralisação da vida social e da afectação dos direitos fundamentais".>Por esse facto, procura-se, com a nova medida, "um equilíbrio proporcional entre a defesa da saúde pública com o normal exercício das actividades económicas e sociais", refere o documento.>O Executivo recomenda aos cidadãos a "absterem-se de circular nas vias públicas e em espaços e vias privadas equiparadas às vias públicas, bem como a permanecerem nos respectivos domicílios, excepto para deslocações necessárias e inadiáveis".>No quadro da situação de calamidade pública, foram também estabelecidas regras específicas para os estabelecimentos de ensino, relativas aos centros de formação profissional, às competições e treinos desportivos, ao comércio de bens e serviços em geral, aos restaurantes e similares.>O Executivo definiu também regras de procedimento para a actividade industrial, agropecuária e pesqueira, à construção civil e obras públicas, à realização de actividades e reuniões, às actividades religiosas, às unidades sanitárias, às visitas aos estabelecimentos hospitalares e prisionais, ao funcionamento do transporte colectivo de pessoas e bens, aos estabelecimentos hoteleiros e similares, além do funcionamento dos serviços públicos, em geral.  >OMS elogia gestão angolana da pandemia>Com registo oficial de apenas 69 casos positivos e 4 óbitos do novo coronavirus, três meses depois de detectadas as primeiras infecções, Angola foi um dos 8 países seleccionados pela OMS, para transmitir a sua experiência em matérias de prevenção e combate à pandemia de Covid-19.>O representante interino da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Angola, Javier Aaramburu, referiu que o país integra, desde a semana passada, um grupo de oito Estados que, pela competência no tratamento dos casos devem ser exemplo a seguir mundialmente.>Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné-Bissau lidera em número de infeções (1.178 casos e 6 mortos), seguindo-se a Guiné Equatorial (719 casos e 7 mortos), Cabo Verde (390 casos e 3 mortes), São Tomé e Príncipe (291 casos e 11 mortos), e Moçambique (194 casos).>Em África, há 3.348 mortos confirmados e mais de 111 mil pessoas infectadas em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.>A nível global, segundo o útimo balanço da agência de notícias francesa AFP, a pandemia de Covid-19 já provocou quase 345 mil mortos e infectou mais de 5,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.> >  RFI »

  • Covid-19. Espanha revê o número de óbitos em baixa acentuada

    25 Maio 2020 /> O Governo espanhol corrigiu esta segunda-feira o número de óbitos desde o início da pandemia para 26.834 mortos, menos 1.918 óbitos que o balanço do dia anterior. As autoridades sanitárias explicam que a enorme discrepância nos números se deve a um novo sistema de contabilização que elimina duplicações e elimina os casos de mortes que foram atribuídas ao novo coronavírus. Mas admitem que vão continuar a verificar se estes números "estão corretos". RTP »