• Huawei Mate 20 Pro vem com ecrã "edge"

    14 Setembro 2018 />O novo Mate 20 Pro da Huawei está a posicionar-se para ser um dos melhores smartphones do momento, e as últimas imagens revelam que irá ter alterações bem visíveis face aos restantes membros da família.>>O Mate 20 vai estrear o CPU >Kirin 980 feito em 7nm, o que lhe deverá garantir um desempenho e eficiência à altura do que melhor existe neste momento; mas as últimas fotos revelam alguns pormenores interessantes. Se para os smartphones Mate 20 "normais" a Huawei parece ter optado por um design com ecrã full-screen com notch reduzido, para o Mate 20 Pro continuará a ser utilizado um notch de maiores dimensões que alberga um sistema de reconhecimento facial 3D.>/>Igualmente interessante é que neste Mate 20 Pro teremos um ecrã com margens arredondadas ao estilo dos "edge" da Samsung - pelo que, se alguma vez imaginavam como poderia ser um Galaxy S em versão full-screen... aqui está ele, pelas mãos da Huawei, devendo contribuir para um efeito de ecrã ainda mais total que o habitual.>/>De resto, o convite para a apresentação também faz alusão ao novo >arranjo de câmaras triplas num quadrado, em vez de ficarem em linha como acontece no P20 Pro. A apresentação oficial dos novos smartphones Mate 20 está agendada para 16 de Outubro em Londres. >> >> >> Apps do Android »

  • Huawei: opção de utilizar o modo de desempenho passa a ficar a cargo do utilizador

    13 Setembro 2018 >/>Em resposta à polémica da >batota nos benchmarks, a Huawei vem agora dizer que irá disponibilizar a activação manual do modo de desempenho aumentado, para que os utilizadores o possam aplicar a qualquer app que desejem.>>A Huawei corrigiu a mão.?Manteve?>o modo de alto-desempenho, mas passa a caber ao utilizador a definição das?apps o podem utilizar, deixando o mesmo de estar limitado às aplicações de benchmark. Tal como se exigia, esta foi uma resposta célere à situação, evitando que a polémica adquirisse proporções ainda maiores.O modo de alto-desempenho é conseguido à custa de um consumo bastante elevado e que poderá fazer com que o smartphone entre em "thermal throttling" por conta do aquecimento excessivo, algo que faremos questão de testar assim que possível.Para já, com o Mate 10 Pro em modo de alto desempenho, os resultados de uma ronda de 5 testes de benckmark não deram origem a quebras nos resultados, mas haverá que efectuar mais testes, por forma a avaliar o impacto desta medida.Caso a intenção tivesse sido a eficiência energética, teria sido mais interessante um sistema ao estilo dos OnePlus, que faz um "overclock" temporário durante fracções de segundo. Estas ocasiões, como o lançamento de apps, são suficientemente breves para não gerar calor excessivo ou consumos anormalmente elevados, mas que resultam numa melhoria da experiência de utilização do equipamento para os utilizadores.O ideal seria que este modo de alto-desempenho nos Huawei fosse integrado no sistema de A.I., capaz de ir aprendendo o tipo de utilização que é dado ao equipamento. Desta forma,?poderia ser utilizado para acelerar estes momentos rápidos, em vez de ser apenas usado para os benchmarks ou apps a tempo inteiro, o que acabaria por se tornar bastante mais interessante. >> >> >> Apps do Android »

  • Huawei Mate 20 Lite chega ao mercado na próxima sexta feira

    12 Setembro 2018 >/>Depois de apresentado o novo processador >Kirin 980, a Huawei deu a conhecer o Mate 20 Lite, o smartphone que antecede a apresentação da nova série Mate, a qual deverá ter lugar em Outubro. A marca chinesa destaca neste smartphone, o design, funcionalidades de AI e uma autonomia alargada.>O Mate 20 Lite tem um ecrã IPS FullView de 6.3" com resolução FullHD+ (2380x1080) com recorte no topo (mais largo que o do P20 Pro). O processador é novo Kirin 710 octa-core com 4x Cortex A73 a 2.2GHz, mais 4x Cortex-A53 a 1.7Ghz. Tem 4GB de RAM e 64GB para armazenamento, com a possibilidade de expansão através da utilização de um cartão microSD até 256GB. A bateria tem 3750mAh, o que segundo a Huawei, deverá garantir dia e meio de utilização intensiva.>/>Em termos de câmaras, temos uma câmara dupla frontal com 24MP RGB + 2MP para cálculo da profundidade. As funcionalidade de AI vão permitir reconhecer diversos cenários e os vários filtros disponíveis permitem captar selfies mais criativas. Na traseira, uma câmara dupla de 20MP + 2MP para disponibilização do efeito bokeh. Destaque para as 22 cenas/objectos que serão detectados automaticamente, ajustando os parâmetros da fotografia em conformidade.A tecnologia GPU Turbo também vai estar disponível neste modelo, permitindo um melhor desempenho e menor consumo energético, algo que para já está limitado a um restrito leque de jogos, havendo no entanto a expectativa que este número seja aumentado muito em breve.O Mate 20 Lite vai estar à venda em Portugal a partir do próximo dia 14 de Setembro, com um preço recomendado de 399 euros. Até lá, vai decorrer um período de pré-vendas, com oferta de uns earphones com cancelamento de ruído a quem efectuar a reserva do Mate 20 Lite. >> >> >> Apps do Android »

  • À conversa com Michael Mao, responsável pela área de consumo da Huawei em Portugal

    10 Setembro 2018 />Durante a nossa visita à IFA 2018, tivemos oportunidade de falar com Michael Mao, responsável pela área de consumo da Huawei em Portugal, sobre os resultados da marca no nosso país e quais as perspectivas para o futuro, com o Mate 20 e a Inteligência Artificial a serem dois dos temas em destaque.>>Recentemente ficámos a saber que no mês de Maio, a Huawei >tinha conseguido chegar ao primeiro lugar nas vendas de smartphones em Portugal, posição que manteve nos meses de Junho e Julho. As vendas dos P20 e P20 Pro contribuíram fortemente para este resultado, com a marca chinesa a registar um crescimento de 5X, face ao mesmo período do ano anterior. Os resultados financeiros também apresentaram melhorias, com a Huawei Portugal a conseguir um aumento de 30% na receita.>Reconhecimento da marca é base do seu sucessoSegundo o homem forte da Huawei Portugal, os níveis de reconhecimento e consideração da marca, e dos seus produtos, aumentaram de forma significativa. Esta opção não ficou apenas limitada ao segmento premium, tendo o P20 Lite obtido também excelentes resultados nas vendas, dominando o segmento dos 300 aos 400 euros, em Portugal.A estratégia da Huawei passa, segundo Michael Mao, por dois eixos, com a série Mate a ter o seu foco na produtividade e desempenho puro e a Serie P a ser pensada para quem dá mais importância ao design, estilo e criatividade. Estes produtos são complementados com as versões Lite, que têm nas gerações mais novas o seu alvo preferencial, permitindo o acesso a um produto de qualidade a um preço mais acessível.>O Mate 20 vai ser um grande smartphoneO novo Kirin 980 foi um dos temas abordados, com o responsável da Huawei a fazer referência à capacidade de processamento (desempenho e inteligência) deste processador, que como já é público, vai ser utilizado no Mate 20 e no Honor Magic 2. A fotografia e a gestão do consumo energético, são duas áreas que irão beneficiar da utilização do Kirin 980, que terá ainda o apoio da nova plataforma HiAi 2.0, que disponibiliza mais interfaces para que os developers possam tirar partido das potencialidades do novo processador.Estes foram argumentos suficientes para levar responsável pela área de consumo da Huawei em Portugal a garantir que "o Mate 20 vai ser um excelente smartphone".>Inovação é a palavra de ordemO investimento em R&D (mais de 10 mil milhões de dólares no último ano) permitiu desenvolver a nova plataforma, com o duplo NPU do Kirin 980 a abrir novas possibilidades para o consumidor, com múltiplos cenários de utilização. É esta inovação que permite desenvolver novas tecnologias para melhorar a vida dos consumidores, com o smartphone a adaptar-se, prevendo acções futuras, e antecipando-se ao que irá acontecer. Este processo de aprendizagem é fundamental para que o smartphone possa dar a resposta ideal, em função do tipo de utilização a que é sujeito, moldando-se às necessidade de cada utilizador.>O consumidor em primeiro lugarMichael Mao considera que ocupar o primeiro lugar do pódio do mercado mobile é o resultado final, mas que o mais importante para a Huawei é poder apresentar produtos de qualidade ao consumidor. Portugal foi mais uma vez dado como exemplo, com o reconhecimento da marca a acompanhar o primeiro lugar no mercado nacional, o que segundo o responsável da Huawei, é a melhor prova de que os portugueses gostam dos smartphone da marca chinesa.A estratégia da Huawei é focada no consumidor, e isso é algo que a marca não quer que termine no momento em que se sai da loja; tendo apostado na criação dos centros experiência em Lisboa e Porto, para fornecerem um suporte de proximidade continuado./>Agradecemos a oportunidade e o tempo cedido por Michael Mao para esta conversa. Agora resta-nos aguardar até ao próximo dia 16 de Outubro, para ficarmos a conhecer o novo Mate 20 e ver o que o novo Kirin 980 é capaz de fazer; e posteriormente, que inovações a marca irá preparar para o sucessor do P20 Pro no início de 2019. >> >> >> Apps do Android »